Paulo Câmara defende pauta para retomar os investimentos na região Nordeste

Durante a reunião na quarta-feira (15) entre os governadores do Nordeste e as bancadas da região no Senado Federal e na Câmara dos Deputados, o governador Paulo Câmara defendeu medidas que permitam ao Brasil superar a crise deste ano de 2015 e voltar a crescer a partir do próximo ano. O encontro ocorreu no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, e serviu para debater questões de interesse do Nordeste, como projetos e propostas, em tramitação no Congresso Nacional, que prejudicam as contas dos estados nordestinos.

“Questões fundamentais para o equilíbrio federativo, para atravessar esses desafios de 2015, um ano que vai ser marcado por um PIB negativo. Estamos enfrentando, pelo quarto ano consecutivo, uma grande estiagem. A questão do desemprego também chegou ao Nordeste. O Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) de janeiro e fevereiro mostrou uma queda de 60 mil postos de trabalho sendo fechados na região Nordeste, comparado com o mesmo período de 2014”, alertou Paulo Câmara.

O governador de Pernambuco também lembrou que a inflação está voltando, especialmente na área de alimentos. “Verifica-se claramente na população que não se compra mais o que se comprava com o salário que tem.”

Paulo Câmara disse aos senadores e deputados do Nordeste que os governadores já solicitaram à presidente Dilma Rousseff e ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a rediscussão do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) dos Estados, para que seja possível buscar novas linhas de crédito para investimentos.

“É fundamental, num momento como esse, que os estados tenham a oportunidade de continuar investindo. Investindo em linhas de crédito que já existem. Linhas de organismos internacionais, como o Banco Mundial, o Banco Interamericano de Desenvolvimento, entre outros. Essa é uma agenda que precisa ser tratada: a agenda de investimentos”, defendeu o governador de Pernambuco.

Câmara pediu, ainda, a atenção de deputados e senadores para a “agenda parlamentar” entregue pelos governadores. “Nos colocamos à disposição do Parlamento para discutir esses temas, mas, principalmente, para que tenham todo o equilíbrio na hora das votações de projetos que implementam despesas para os Estados ou projetos que diminuem as receitas”, pontuou.

Além de Paulo, participaram da reunião os governadores Ricardo Coutinho (PSB-PB), Rui Costa (PT-BA), Renan Filho (PMDB-AL), Flávio Dino (PCdoB-MA), Camilo Santana (PT-CE), Wellington Dias (PT-PI), Robinson Faria (PSD-RN) e Jackson Barreto (PMDB-SE), além do ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Com informações da Ascom/ImprensaPE