Recife conta com programa de atendimento e acompanhamento aos usuários de drogas

O atendimento a dependentes de crack, álcool e drogas no Recife conta com um dispositivo municipal, chamado de Consultório de Rua – Reduzindo danos e resgatando a cidadania. A iniciativa é a extensão do atendimento da rede municipal de Saúde aos usuários de drogas que têm domicílio oficial ou que passam tempo em vias públicas.

O programa tem seis equipes com 30 profissionais e um grupo de arte educadores com a estratégia de viabiliza a ampliação de acolhimento com Promoção à Saúde e Redução de Danos e acesso aos usuários de drogas em situação de vulnerabilidade social. Na ocasião, em vez de esperar que busquem a rede, o Consultório de Rua vai ao encontro desse público-alvo em seus locais de permanência.

Cada equipe do programa é formada por quatro profissionais, sendo um psicólogo ou um assistente social e três redutores de danos. A estrutura recifense conta ainda com o grupo de teatro que apresentam esquetes temáticas para sensibilizar os usuários e população em geral. Um dos diferenciais da iniciativa é a inclusão de ex-usuários dos serviços municipais atuando como redutores de danos, uma forma de inclusão socioprofissional, além de jovens participantes de projetos sociais com formação na política de redução de danos.

Grupo de teatro do Consultório de Rua - Como uma forma lúdica de abordagem aos consumidores de álcool, fumo e outras drogas, e para facilitar os trabalhos de reinserção social, as esquetes do grupo de teatro trata sobre os riscos do consumo de drogas, com destaque para o crack, álcool e promoção à saúde. As apresentações são repetidas nos locais de atuação das equipes do Consultório de Rua.