Entidades sociais criticaram à decisão da Alepe sobre questões de gênero e diversidade no Plano Estadual de Educação

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO

PARLAMENTARES DE PERNAMBUCO VOTAM CONTRA A PROMOÇÃO DA SAÚDE E O ENFRENTAMENTO DE DESIGUALDADES NO PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO 2015/2024

A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE PERNAMBUCO – ALEPE – aprovou na tarde dessa quarta, 17 de junho de 2015, uma emenda apresentada pelo pastor Cleiton Collins (PP) retirando qualquer referência a gênero, diversidade sexual e saúde sexual do texto original do PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO - PEE 2015/2024. Essa atitude da ALEPE dificulta a implementação de programas atuais e futuros de promoção da saúde da população escolar e de enfrentamento às desigualdades educacionais, evasão escolar, discriminações e bullying, ao mesmo tempo que desconsidera e desrespeita as deliberações da Conferencia Nacional de Educação – CONAE 2014. O Comitê Pernambucano da Campanha Nacional pelo Direito à Educação vem a público repudiar essa decisão do poder legislativo pernambucano, que foi aprovada sem esforços contrários por parte do poder executivo estadual do governador Paulo Câmara (PSB). 

Falar sobre relações de gênero é falar sobre relação de poder que provoca desigualdades entre homens e mulheres. Podemos identificá-la no nosso dia a dia: os salários das mulheres ainda são inferiores aos dos homens, as mulheres ainda são minoria nos parlamentos, sofrem assédio nas ruas, são assassinadas por serem mulheres e criminalizadas por defenderem seus corpos. 

O termo gênero surgiu justamente para entendermos e respondermos a essas desigualdades, que tem sua raiz no machismo e no patriarcado. Uma cultura que oprime e leva a crer que algumas pessoas são inferiores e que devem ser subordinadas. O problema é a onda de violência associada, que faz com que o Brasil ocupe o 7o lugar no ranking dos países de maior violência de gênero do mundo.

Quando falamos de diversidade sexual e identidade de gênero, estamos falando de pessoas que são diferentes dos heterossexuais, mas que merecem o mesmo respeito e tem os mesmos direitos. As travestis, as pessoas trans, lésbicas, bissexuais e gays sofrem preconceito, discriminação, bullying e violência nas escolas e fora delas. Além disso temos no Brasil uma elevada taxa de assassinatos com motivação homofóbica. Segundo estudo da ONG Leões do Norte, ano passado Pernambuco manteve-se na primeira posição no Brasil em número de assassinatos de pessoas LGBT.

Sem aprender a respeitar a identidade de gênero e a orientação sexual, os/as jovens os/as tratam com preconceito e violência, levando muitos a abandonar os estudos. Segundo Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, o fato da homossexualidade ser um assunto que já está na rua, na televisão, mas não na escola ou no livro didático, acaba levando ao bullying.

A saúde sexual de jovens é tema de grande preocupação para o Ministério da Saúde. Na faixa de 15 anos a 24 anos, o número de casos de Aids aumentou 40% de 2006 até agora em todo país, sendo o grupo que mais preocupa. Enquanto a Aids no Brasil tem uma leve tendência de queda, nessa faixa etária o número de casos está aumentando. Segundo especialistas há falta de informação sobre a doença entre adolescentes e jovens.

Levando isso em consideração, repudiamos fortemente a atitude dos deputados e deputadas que dificultaram o enfrentamento desses graves problemas da sociedade brasileira.

Acreditamos que para mudar essa situação é importante trilharmos o caminho da desconstrução dessa cultura por meio de uma educação não sexista, não homofóbica, verdadeiramente inclusiva e que se preocupe com a saúde sexual das novas gerações. Educar crianças e jovens para que reflitam criticamente e busquem em suas práticas a igualdade de gênero e das pessoas não heterossexuais representa um importante avanço na resposta brasileira aos altos índices de violência contra as mulheres e contra a população LGBT no Brasil.

Com informações do Comitê Pernambucano da CNDE.

Semana de Ação Mundial 2015 da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

O Congresso Nacional discute durante a Semana de Ação Mundial 2015, o primeiro ano de implementação do Plano Nacional de Educação. Estão na pauta do encontro os planos Estaduais e Municipais de Educação, alfabetização de jovens e adultos, formação de profissionais da educação, custo aluno-qualidade inicial, e as novas metas internacionais para a educação.

Para falar do assunto o programa Revista Brasil entrevistou a coordenadora de projetos da Semana de Ação Mundial da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Maria Rehder.

Como parte das atividades políticas previstas para a semana coordenada pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, será realizada audiência pública no Senado Federal no dia 8 de julho, para discutir o primeiro ano de implementação do Plano Nacional de Educação.

Segundo a coordenadora a audiência pública é um marco para que os próximos 9 anos sejam otimizados em ação conjunto para o comprimento desse plano. “A audiência marca um momento estratégico nacional, mas é importante ressaltar que de 21 a 27 de junho, todos os estados brasileiros estão com atividades”, informa.

Confira a entrevista na integra no aqui!

O Revista Brasil é uma produção das Rádios EBC e vai ao ar, de segunda a sábado, às 8h, na Rádio Nacional AM Brasília. A apresentação é de Valter Lima.

Com informações da EBC - Rádio Nacional.

Blogueiro Ed Soares é baleado e associação da categoria solicita intervenção do Governo do Estado no caso

Um atentado contra a vida e a liberdade de opinião. Levamos ao conhecimento da sociedade pernambucana que na noite da quarta-feira (17/06), o Blogueiro Ed Soares (http://www.blogdoed.com/), da Cidade de Barreiros, na Mata Sul, foi mais uma vítima da violência que assola a região. Dois homens ainda não identificados chegaram até a residência deste Blogueiro, em uma motocicleta e desferiram vários disparos de arma de fogo, tendo um dos tiros atingido um vaso sanguíneo femoral da vítima. O mesmo se encontra internado, em estado grave, no Hospital da Restauração, no Recife.

Ed Soares detém forte atuação na cidade através de seu veículo de comunicação, denunciando mazelas sociais, abusos políticos e econômicos presentes na região. De modo que ele, como integrante da Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco, queremos nos solidarizar com toda a família e apelar às autoridades policiais no sentido da elucidação deste crime, bem como o esperado indiciamento do (s) possível (is) mandante (s).

A AblogPE rechaça qualquer atitude revanchista, perseguidora, arbitrária e atentatória à vida sob aqueles que exercem suas atividades em pleno gozo dos direitos civis e faz da mídia digital uma paixão à vida. Diante do fato, a associação solicitou junto as Secretarias de Defesa Social e Direitos Humanos do Governo de Pernambuco, atenção ao caso, com assistência ao blogueiro e a sua família, inclusive proteção policial.

À tarde desta sexta (19), representantes da AblogPE estarão no HR para combinar uma ação conjunta com os familiares, inserindo também a OAB-PE no apoio a elucidação deste caso. Consideramos pertinente que se faz necessário a designação de uma autoridade policial para cuidar especialmente deste caso, procurando elucidar e fornecer uma rápida resposta contra esta truculência que atenta ao nosso Estado Democrático de Direito.

Com informações da Ascom - AblogPE.

Plano de Educação do Recife gera polêmica entre educadores e representantes de organizações sociais

A Câmara de Vereadores do Recife realiza hoje (18), a partir das 15h, uma audiência pública para discutir o projeto de lei do Plano Municipal de Educação (PME), enviado à casa na última segunda-feira (15) pelo prefeito Geraldo Julio (PSB).

De acordo com o vereador Marco Aurélio Medeiros (SDD), que é membro da Comissão de Educação da Câmara e solicitou a audiência, o plano já vem sendo discutido com representantes de movimentos sociais e com o secretário municipal de Educação, Jorge Vieira. “Até agora, contabilizamos 14 propostas de emenda”, adiantou.

“A audiência vai pegar fogo, vamos denunciar as manobras da prefeitura”, afirmou a coordenadora do Sindicato Municipal dos Professores da Rede Oficial do Recife (Simpere), Simone Fontana, que está organizando uma vigília no pátio da Câmara a partir das 9h. “O plano não considerou muitas questões importantes que foram discutidas na Conferência Municipal de Educação”, reforçou Carmem Dolores, membro do Fórum Municipal de Educação.

Segundo o secretário Jorge Vieira, havia muita repetição e até questões inconstitucionais no texto aprovado na Comude, mas a versão entregue pela prefeitura aproveitou o que foi possível, após se analisar todo o material. “É injusto dizer que não ouvimos a Conferência, quando ela foi a base do documento e mais de 60% dos itens elencados foram trazidos de lá”, apontou.

Ele frisou que, caso o plano não seja votado e sancionado até o próximo dia 24, Recife poderá perder a prioridade na destinação dos recursos do Ministério da Educação. A perspectiva é que a votação aconteça na próxima segunda (22).

Com informações do JC Online.

Debate na Alepe consolida legalidade da destinação de verba pública para mídias alternativas

Proposta que institui a política estadual de incentivo às mídias locais, regionais e produtores de conteúdo de mídias digitais foi debatido em Audiência Pública da Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (16). De autoria do Deputado Ricardo Costa (PMDB), o Projeto de Lei nº 2.164/2014 prevê a destinação do percentual não inferior a 5% da receita anual de publicidade dos três Poderes de Pernambuco às mídias alternativas, para divulgação de obras, anúncios, editais, programas, serviços e campanhas.

Presidente da Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco (AblogPE), Lissandro Nascimento chamou a atenção para o papel da tecnologia na sociedade e cobrou a democratização da comunicação: “Não podemos ficar à mercê de oligopólios e grandes corporações midiáticas, que manipulam informações em favor de interesses políticos e econômicos”, salientou. Sobre a constitucionalidade do Projeto ele foi taxativo: “Este PL detém plena legalidade na medida em que democratiza a destinação de recursos públicos já existentes nos orçamentos dos Poderes, sem criar despesas, pelo contrário, assegura a economicidade do destino publicitário destes recursos. Além do mais busca o reconhecimento do Poder Público pernambucano a estas novas mídias que são estimuladoras da cidadania, a exemplo do que já acontece no Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro”, argumentou Lissandro.

O presidente da Associação das Emissoras de Rádio e Televisão, Cléo Niceas, se declarou favorável ao projeto de lei. “Contudo, acredito que o investimento deve estar relacionado à competência de cada mídia em se vender. Estabelecer um percentual é ferir a livre concorrência”, pontuou. O jornalista Ivan Moraes Filho, do Centro de Cultura Luiz Freire, destacou que o projeto não é sobre o mercado, mas sobre um direito humano. Ele ressaltou o papel dos blogs no Interior do Estado. “As grandes mídias não têm dado conta de informar essas cidades”, lembrou. A proposta também foi defendida por representantes do Sinttel, além das associações de rádios comunitárias e integrantes do Fórum Pernambucano da Comunicação (Fopecom), acompanhados por dezenas de blogueiros. “A nossa proposta é institucionalizar as relações entre a mídia digital e o Poder Público, inibindo a promiscuidade da destinação destes recursos”, salientou Lúcio Cabral, vice-presidente da AblogPE.

Segundo o deputado Sílvio Costa Filho (PTB), talvez a Casa não tenha competência jurídica para propor o projeto, por se tratar de matéria financeira. “Sugiro que trabalhemos de forma conjunta para aprovar a proposta”, destacou. “Precisamos estimular o trabalho que vem sendo realizado com competência por esses veículos de comunicação. O projeto não criará nova despesa. O objetivo é apenas mudar a distribuição do recurso”, afirmou Ricardo Costa.

Presidente da Comissão, a deputada Raquel Lyra (PSB) avaliou a proposta como democratizante, mas que precisa ser melhor avaliada do ponto de vista da constitucionalidade.

O Advogado da AblogPE, Jairo Medeiros, contestou nesta Audiência o que considera um equívoco da interpretação do Projeto: “Se fosse para criar despesa ficaria configurado a intromissão entre os Poderes. Não é o caso! O que cabe interpretar na proposta é a condução do destino destas verbas dentro de um orçamento público já autorizado pelo próprio Legislativo”, ensinou. Em pleno acordo com o parecer jurídico de Medeiros, o Dep. Tony Gel (PMDB) sentenciou que o projeto das mídias detém plena legalidade.

Ao final, Ricardo Costa se comprometeu em ampliar o debate com os representantes do Governo do Estado durante o período em que a Alepe entrará em recesso, além de solicitar um parecer jurídico mais completo junto à Procuradoria da Casa Joaquim Nabuco a fim de avançar na tramitação do PL 2164 neste próximo semestre.

Com informações da Ascom - AblogPE.

Entidades e movimentos sociais têm reclamado da Prefeitura do Recife na tramitação do PME

No próximo dia 24 termina o prazo para que as prefeituras entreguem o Plano Municipal de Educação ao MEC. É através dele que as cidades vão estabelecer as diretrizes para os próximos 10 anos na área de educação. No caso do Recife, entidades e movimentos sociais têm reclamado que o poder executivo está tentando aprovar o documento de forma arbitrária. A Secretaria de Educação chegou a instituir um fórum para analisar o plano, mas os integrantes dizem que não tiveram acesso prévio à minuta do projeto. No final de maio teve início a Conferência Municipal de Educação, Comude, que se estendeu até a última segunda-feira. Durante o encontro foram estabelecidas 20 metas. Nesta sexta-feira foi realizada uma reunião com o Conselho Municipal de Educação para analisar o documento que precisa seguir para votação na Câmara de Vereadores.

Quando chegar à Câmara de Vereadores o Plano Municipal de Educação deve ser votado em regime de urgência. Dessa forma os membros da casa de José mariano não podem, por exemplo, acrescente emendas ao projeto. A expectativa é que o documento seja votado no inicio da próxima semana.

Confira todos os detalhes na reportagem de Ravi Soares:



Com informações da CBN Recife.

TCE de Pernambuco julga irregular locação de equipamentos pela Fundação de Cultura do Recife em 2012

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas apontou irregularidades na contratação de serviços de sonorização e iluminação para o ciclo natalino e de reveillon do exercício de 2012, realizada pela Fundação de Cultura da Cidade do Recife (FCCR). A auditoria especial foi levada para julgamento pelo conselheiro substituto Marcos Nóbrega, que teve o seu voto aprovado unanimemente na Sessão de Julgamento.

A partir de uma denúncia, formulada pela empresa Mega Star Produções Ltda, foi instaurada a auditoria especial, processo TC 1300603-4, para verificar a regularidade dos pagamentos dos eventos do final de 2012 e o pagamento de diárias na locação de equipamentos em quantidade superior à utilizada nas festividades. Além disso, relativamente aos mesmos eventos, foram apontadas divergências entre as datas lançadas em algumas ordens de serviço, apontando deficiência no controle interno da Fundação de Cultura.

Em seu voto, o conselheiro substituto constatou, com base na auditoria, que houve pagamento de diárias de locação de equipamentos em quantidade superior à permitida para as festividades. O objeto da auditoria foi julgado irregular e foi imputado um débito de R$ 193.030,00, referente às diárias de locação, sob a responsabilidade de Mércia Chagas Souza, gerente de operação e operacionalização da FCCR. Deste total, ele estabeleceu a responsabilidade solidária de R$ 8.880,00 com a empresa Maria João Eventos Ltda, R$ 147.400,00 com a empresa Sigma Locação e Eventos, e R$ 36.750,00 com a empresa Sotefys Serviços Ltda.

Ainda foi aplicada uma multa de R$ 7.000,00 à gerente da Fundação de Cultura. O valor da multa deverá ser pago em até 15 dias após o trânsito em julgado desta decisão. O débito imputado deverá ser atualizado monetariamente a partir do 1º dia do exercício subsequente ao das contas ora analisadas (1º dia útil de 2013).

O conselherio relator do processo seguiu em sua integralidade o parecer do Ministério Público de Contas (MPCO), elaborado pela procuradora Germana Laureano. A Sessão da Primeira Câmara foi dirigida pelo seu presidente, conselheiro Ranilson Ramos. O MPCO esteve representado, na ocasião, pela procuradora Maria Nilda da Silva.

Com informações da Gerência de Jornalismo (GEJO)

Plano de Educação para os próximos dez anos promete ser foco de batalha na cidade do Recife

No Recife, o debate da construção do Plano Municipal de Educação (PME) chega talvez na próxima semana à Câmara de Vereadores com uma batalha entre as organizações educacionais, movimentos sociais e a prefeitura. Isso porque, a Secretaria de Educação do Município instituiu o Fórum Municipal de Educação para analisar o plano, mas não apresentou ao Fórum em sua primeira reunião a minuta do futuro PME para a próxima década. O Plano de Educação deve ser votado até 24 de junho.

O Plano Nacional de Educação, criado pela Lei 13.005/2014, estabelece que os estados e os municípios elaborem seus correspondentes planos de educação, ou adequem os planos já aprovados em lei, em consonância com as diretrizes, metas e estratégias previstas no PNE, e com uma discussão coletiva e participativa com todos os segmentos envolvidos na educação. 

De acordo com organizações e entidades que integram o Fórum de Educação, não é isso o que está acontecendo na prática por parte da Secretaria de Educação do Recife. Abaixo, confira a nota pública na íntegra, divulgada pelo grupo nas redes sociais que destaca o secretário Jorge Vieira (foto) como o principal vilão desta polêmica.

NOTA PÚBLICA - FÓRUM MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO RECIFE

Recife, 9 de junho de 2015.

Nós, entidades e organizações que compõem o Fórum Municipal de Educação do Recife, instituído por meio da Portaria nº 895, de 8 de junho de 2015, tornamos público à sociedade recifense o autoritarismo da gestão municipal à medida que nomeou, através do art. 6º da sobredita Portaria, o próprio Secretário de Educação, Jorge Vieira, como coordenador desse Fórum, em desacordo com o estabelecido pelo Plano Nacional de Educação ( Lei 13.005/2014) e pelo Fórum Nacional de Educação (Portaria 1.407/2010).

Outro grave acontecimento que gostaríamos de destacar, foi a não apresentação da minuta do Plano Municipal de Educação por parte da Secretaria de Educação do Recife na reunião de hoje (09/06/2015), comprometendo a análise do plano pela sociedade civil no prazo aprovado na plenária geral da Conferência Municipal de Educação – COMUDE, realizada no período de 27 de maio a 8 de junho de 2015.

Desse modo, essas entidades que compõem o Fórum solicitam providências urgentes do Secretário Municipal de Educação, assim como do Prefeito Geraldo Júlio, no sentido de garantir as decisões da COMUDE, e respeito à construção do Plano Municipal de Educação com a participação e anseios da sociedade civil.

Em conformidade com esta nota pública, assinam:
- Sindicato Municipal dos Profissionais da Educação do Recife – SIMPERE;
-Campanha Nacional pelo Direito à Educação – COMITÊ PERNAMBUCANO;
-Central Sindical e Popular – CSP-CONLUTAS;
-Central Única dos Trabalhadores – CUT-PE
-FÓRUM PERNAMBUCANO DE EJA;
-Associação Recifense dos Estudantes Secundaristas – ARES;
CONSELHO DOS MORADORES DO CÓRREGO JOSÉ GRANDE;
-Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais da Administração Pública Direta e Indireta do Recife - SINDSEPRE;
-Associação dos Auxiliares de Desenvolvimento Infantil do Recife – ASSADIR
-GRUPO DA PESSOA DEFICIENTE DO RECIFE;
-Núcleo de Estudos Afro-brasileiros – NEAB/UFPE;
-Núcleo de Educação Integral e Ações Afirmativas – NEAfi/UFPE

Armando Monteiro: “As políticas industriais devem ter uma dimensão regional”

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, defendeu a regionalização das políticas de desenvolvimento industrial do país ao participar, no Rio de Janeiro, de seminário organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com os jornais “Financial Times” e “Valor Econômico”, para debater o estudo inédito: “Perfil da Competitividade Brasileira”, que detalhou o perfil econômico de cada região. “Este é um importante instrumento para o direcionamento dos investimentos públicos nas microrregiões que hoje se constituem em novas fronteiras de desenvolvimento produtivo”, declarou o ministro.

Segundo ele, existe hoje uma polarização que aponta a necessidade das políticas industriais, de inovação e de comércio exterior terem uma dimensão regional. “Algo que foi observado é que as microrregiões mais competitivas em termos de ensino superior e técnico eram também as mais competitivas no ensino fundamental. Isso porque há uma forte correlação entre os níveis básicos de educação e seus estratos superiores. Portanto, é preciso que haja um esforço dos três níveis de governo para superar esses obstáculos”, enfatizou.

No âmbito da política nacional de desenvolvimento regional, Armando Monteiro assinalou que é preciso repensar novos instrumentos que possam reduzir as assimetrias de competitividade apontadas no estudo, como adotar um modelo mais atrativo de concessões em infraestrutura para as regiões Norte e Nordeste. O ministro afirmou que a dimensão regional terá que ser levada em conta no processo em curso de reorientar a política industrial – que deverá ter mais foco na produtividade, modernização do parque industrial e maior acesso da pequena e média empresa a mecanismos de fomento à inovação.

Monteiro ressaltou, ainda, que o ajuste não é o fim em si mesmo, e que o MDIC está centrado em um trabalho de construir os canais da retomada do crescimento: “Um dos canais fundamentais é a exportação; o Brasil precisa integrar uma rede de acordos internacionais, em especial nas regiões de maior dinamismo. Por isso, já temos uma agenda importante para aumentar o comércio com os Estados Unidos. A ampliação do acordo com o México, celebrado recentemente, pode ser um caminho para fortalecer laços com os países da Aliança do Pacífico – como Chile, México e Peru”, finalizou.

Com informações da Ascom

LBV com inscrições para curso gratuito de Informática

Até o dia 17 de junho, o Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade (LBV) na cidade do Recife inscreve para a terceira turma de 2015 de seu curso gratuito de Informática, composto por três módulos: Digitação, Informática e Internet. O público alvo, jovens e adultos na faixa etária de 14 a 50 anos que desejam o primeiro emprego ou a reinserção ao mercado de trabalho. São 100 vagas oferecidas. As aulas iniciam no dia 06 de julho.

Nas aulas, os participantes aprendem a utilizar aplicativos (editor de texto e planilha eletrônica), programas para navegação na internet e o sistema operacional do computador. A iniciativa ajuda o aluno a se preparar para o mundo do trabalho, que cada vez mais exige do trabalhador conhecimentos. Os alunos ainda recebem orientação para montar e formatar o próprio currículo e então enviá-lo a empresas. O curso com carga horária de 60h/aula certifica o aluno.

Na inscrição o candidato é submetido a uma avaliação com as operações de matemática e noções de língua portuguesa. O Centro Comunitário da Legião da Boa Vontade está localizado na Rua dos Coelhos, 219 – próximo ao Cais José Mariano, área central do Recife. Informações: (81) 3413.8600.

Serviço:
Curso Gratuito de Informática da LBV
Inscrição até o dia 17 de junho.
Horário: 9h às 11h30 e 14h às 16h30
Local: Rua dos Coelhos, 219 - Coelhos – próximo ao Cais José Mariano
Informações: (81) 3413.8600

Com informações da Ascom / LBV Recife

Chlorophylla planeja abrir 200 franquias no Nordeste

Com investimentos de R$ 20 milhões e prestes a inaugurar uma nova fábrica em Gravatá, Pernambuco, a Chlorophylla se reposiciona no mercado e planeja abrir 200 novas franquias no Nordeste até 2020. O Parque Industrial Chlorophylla em Gravatá está previsto para ser inaugurado oficialmente em julho e terá capacidade inicial de produzir 2,4 milhões de itens por ano. A localização privilegia a região Nordeste, garantindo maior eficiência logística e reduzindo custos com frete.

Marca de perfumaria e cosméticos com qualidade reconhecida nacionalmente, a Chlorophylla foi fundada em 1986, em Curitiba, no Paraná. Em 2013, a empresa passou a ter uma nova administração, a Dantas Soluções Empresariais, dando início a um reposicionamento no mercado.

Em 2014, uma moderna fábrica da Chlorophylla foi construída em Gravatá e foi elaborado um novo conceito para as lojas, que ficaram mais bonitas e atraentes. A marca também ganhou um novo slogan: “Mude seu dia”.

Com objetivo de atender a diversos públicos e se diferenciar do mercado, a Chlorophylla contempla quatro diferentes canais: franquias, multimarcas, venda direta e e-commerce. O portfólio traz produtos de perfumaria, cosméticos, cuidados pessoais e acessórios.

Na linha de perfumaria, o cliente tem opções de fragrâncias exclusivas e com personalidade, direcionadas para homens e mulheres de todas as idades, em todos os momentos. O segmento de cuidados corporais conta com sabonetes em barra, sabonetes líquidos, esfoliantes, desodorantes, linha masculina, loções hidratantes e muito mais. Necessaires personalizadas, sacolas e embalagens para presente completam o portfólio Chlorophylla.

Com informações da AblogPE

Nesta terça, oposição visitou obras atrasadas de UPA e Canal do Arruda

Os deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco visitaram nesta terça-feira (09/06) o Canal do Arruda, na zona norte da capital pernambucana, e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no mesmo bairro, para verificar o andamento das obras, que andam em ritmo lento.

As obras de revitalização e urbanização do Canal do Arruda deveriam ter sido entregues em janeiro de 2015 e são alvo de críticas da população por conta da lentidão na execução do projeto, que atinge 80 mil pessoas que vivem na região. O projeto prevê o revestimento e pavimentação dos 3,7 quilômetros do entorno do Canal e também a construção de um novo passeio público e uma ciclovia ao longo do percurso. A primeira etapa da obra está orçada em R$ 83,1 milhões.

Já as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro do Arruda se iniciaram em julho de 2012, com previsão de entrega em janeiro de 2013. Até hoje, a unidade – orçada em mais de R$ 5 milhões - não começou a funcionar, deixando de atender aos moradores da região.

Com informações da Ascom / Bancada de OposiçãoPE

Governo Federal anuncia investimentos para BR-232, Arco Metropolitano e novos terminais do Porto de Suape em Pernambuco

O governador Paulo Câmara destacou a inclusão de Pernambuco no Plano de Investimento em Logística (PIL), com a concessão da duplicação da BR-232 até Cruzeiro do Nordeste, a construção do Arco Metropolitano e de cinco novos terminais no Porto de Suape: 1 de contêineres, 1 de grãos, 1 de veículos e 2 de granéis sólidos. “São investimentos de mais de R$ 6 bilhões. Vamos ter a oportunidade de, com esses investimentos, de gerar renda, de gerar emprego, de desenvolver a economia e de destravar alguns gargalos”.

De acordo com o governador, o “pacote”representa um conjunto de ações em favor do desenvolvimento do Estado. “Em favor de um Pernambuco que não está apenas pensando nos próximos anos, mas, sim, pensando nas próximas décadas. É fundamental esse tipo de investimento”. Paulo disse que Pernambuco será o Estado do Nordeste com o maior volume de recursos no “pacote”, com R$ 6,5 bilhões, contra R$ 5,9 bilhões da Bahia e R$ 1,8 bilhão do Ceará.

Paulo Câmara afirmou que o Governo de Pernambuco tinha a clareza da necessidade do Arco Metropolitano. “Isso já tinha sido colocado à presidente da República desde 2012, pelo então governador Eduardo Campos. Vínhamos trabalhando também para a recuperação da Br-232 e vendo meios de duplicá-la até Arcoverde e isso vai ser possível agora com esse processo de concessões.

O governador também lembrou que tinha apresentado ao Governo Federal a necessidade de fazer a concessão de novos terminais do Porto de Suape. “Vai ser importante, pois vai dar condições ainda maiores de o Porto de Suape movimentar mais cargas e, com isso, gerar mais emprego, mais renda e desenvolver nossa economia”.

Paulo Câmara destacou que Pernambuco está num momento importante de crescimento, expandindo seu Produto Interno Bruto (PIB) dois pontos acima dos números nacionais. “As concessões, diante do cenário econômico e financeiro do País, são fundamentais para destravar o investimento para que o Brasil volte a crescer”.

Sobre a BR-232, o governador pernambucano disse que este foi um compromisso seu, na campanha eleitoral, de duplicar a estrada até Arcoverde. “Sabíamos da viabilidade de fazer isso. Já temos um projeto bem encaminhado e vamos ajudar o Governo Federal a fazer essa concessão. Ela é fundamental par o desenvolvimento econômico do nosso Estado. Recuperar a BR-232 até Caruaru e duplicar até Cruzeiro do Nordeste. Vai possibilitar o desenvolvimento das cidades da região, como Belo Jardim, Pesqueira e a própria Arcoverde”.

AEROPORTO DOS GUARARAPES - O governador Paulo Câmara recebeu a informação do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, de que o Aeroporto dos Guararapes fará parte da próxima etapa do Plano de Investimento em Logística, em 2016. “Tenho conversado muito com o ministro da Aviação Civil (Eliseu Padilha), com o ministro da Casa Civil (Aloísio Mercadante) e com o ministro do Planejamento sobre o aeroporto. Pernambuco tem o melhor aeroporto do País em termos de satisfação de quem usa. É um aeroporto que precisa de poucos investimentos. Então ele vai ficar, segundo me foi relatado pelo ministro Nelson Barbosa, para a rodada de concessões de 2016”.

Segundo Paulo, os aeroportos de Salvador e Fortaleza, incluídos nessa rodada, são aeroportos que, ao contrário do Recife, precisam de investimentos maiores, que estão atrasados e deveriam ter sido feitos no período anterior à Copa do Mundo de 2014. “Enquanto isso, vamos continuar trabalhando junto à Infraero, junto aos ministérios para a gente ver formar de ampliação do nosso aeroporto”.

O governador Paulo Câmara comentou a reunião que vai promover nesta quinta-feira (11.06), no Palácio do Campo das Princesas, para convocar as lideranças de Pernambuco a ajudar na disputa pelo hub, novo centro de vôos internacionais e nacionais que o Grupo Latam (formado pela brasileira TAM e a chilena LAN) pretende implantar no Brasil em 2016. Recife disputa o empreendimento com Fortaleza (CE) e Natal (RN).

“A gente está conversando com a sociedade civil, com todas as lideranças políticas. Vamos conversar com os Estados vizinhos e, com isso, fazer uma grande campanha, um grande movimento em favor de Pernambuco. Nosso aeroporto é o que tem as melhores condições de receber esse investimento da TAM, importante para o desenvolvimento do nosso Estado.”

Com informações da Ascom / ImprensaPE

Pilar lança edição comemorativa da Cream Cracker Tradicional

A Pilar preparou um lançamento especial para comemorar seu aniversário de 140 anos: a Cream Cracker Retrô. Esta edição comemorativa vem na mesma embalagem que fez parte do dia a dia dos consumidores nas décadas de 80 e 90, marcando a vida de gerações. Para lembrar o aniversário da marca, a embalagem da Cream Cracker recebeu o selo comemorativo dos 140 anos da Pilar.

A edição chega com uma nova fórmula, que deixou a cracker muito mais gostosa, crocante e douradinha. Com a Cream Cracker Retrô as pessoas vão lembrar momentos felizes vividos com a família e amigos especiais. Tudo isso faz parte da história dos produtos da Pilar, que além de serem deliciosos trazem boas lembranças.

Uma das marcas pioneiras na fabricação de biscoitos na América Latina e conhecida pela sua tradição, a Pilar se renova com o tempo, sempre ampliando seu portfólio de produtos. Em 2014, a marca se modernizou, lançando novos produtos em embalagens que, com predominância do roxo, ficaram mais leves e sofisticadas.Todas as mudanças aconteceram sem deixar de valorizar a história da Pilar, destacando pontos como tradição e confiança. Entre as novidades lançadas pela marca estão: biscoitos recheados nos sabores morango e trufa, cracker gergelim e massas grano duro nos cortes: Spaghetti, Fusilli e Penne.

Empresa familiar fundada em 1875, com a inauguração da Padaria e Biscoutaria Pilar, a Pilar foi uma das primeiras fábricas de biscoitos da América Latina. A empresa foi pioneira no lançamento de produtos no Brasil e se desenvolveu no mercado de biscoitos com produtos de sabores e aromas diferenciados. Os famosos biscoitos Cream Cracker surgiram em 1943.

Com informações da AblogPE

Audiência Pública discute projeto de Antônio Moraes sobre aviso prévio das manifestações públicas

Em audiência pública realizada nesta terça-feira (9), pela Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputados e representantes de movimentos sociais discutiram o Projeto de Lei nº 191/2015, de autoria do deputado Antônio Moraes (PSDB), que estabelece a obrigatoriedade de notificação prévia à Secretaria de Defesa Social do Estado e ao órgão de trânsito sobre a realização de manifestações públicas.

De acordo com Antônio Moraes, a proposta visa garantir o direito à reunião pacífica, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente. “O projeto não tem o objetivo de proibir, mas diante do aumento do número de manifestações realizadas nos últimos anos no Estado, gerando problemas de mobilidade, visa assegurar o direito de locomoção das pessoas”, explicou. O parlamentar também se dispôs a reformular o projeto de forma a contemplar demandas dos movimentos sociais.

Integrante do movimento Ocupe Estelita, Tereza Cristina Mansi classificou o projeto como uma afronta aos movimentos sociais. “Entendemos que a regulamentação irá limitar direitos, por exemplo, ao estipular um prazo que não está previsto na Constituição”, afirmou.

Representando o Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop), Edna Jatobá chamou a atenção para a violência policial enfrentada pelos manifestantes. Já Paulo Monteiro, coordenador da Câmara de Dirigentes Logistas do Recife (CDL-Recife) alertou para os prejuízos que o comércio tem sofrido com o número de protestos.

Presidente da Comissão, Raquel Lyra (PSB) ressaltou que “a proposta será discutida de forma a alcançar um equilíbrio entre o direito de manifestação e o direito de ir e vir”.

Com informações da Ascom / Dep. Antonio Moraes

Ministro Mangabeira Unger garante apoio ao movimento União pelo Nordeste

Especialista e defensor de uma política nacional focada no desenvolvimento da região nordestina, o ministro de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, garantiu apoio ao movimento União pelo Nordeste. O ministro recebeu em Brasília, nesta terça-feira (09), os deputados estaduais Miguel Coelho (PSB), Rodrigo Novaes (PSD), Claudiano Filho (PSDB) e o paraibano Bruno Cunha Lima (PSDB), que lideram a iniciativa.

O encontro teve por objetivo inicial apresentar os principais eixos do movimento, que pretende unir as lideranças políticas e diversos segmentos da região para estabelecer um plano permanente para o desenvolvimento do semiárido. Na oportunidade, o ministro ainda aceitou o convite para abrir o fórum União pelo Nordeste, que será realizado, no Recife, em agosto, e definirá um documento para ser defendido junto aos governadores e à presidente da República.

Mangabeira Unger elogiou a linha de atuação e o modelo proposto pelo movimento. “É importante que essa iniciativa venha do Nordeste e não basta somente pressionar por mais recursos do Governo Federal. O caminho correto é este proposto pelo movimento com um planejamento estratégico e um projeto de Estado para alavancar o desenvolvimento do Nordeste”, disse o ministro durante o encontro com os parlamentares.

Para o deputado Miguel Coelho, o engajamento de Mangabeira pode garantir mais credibilidade ao movimento e ser um fator extra de sensibilização no Governo Federal. “É um apoio importante porque se trata de uma pessoa que conhece a realidade da região e os instrumentos do Governo Federal para impulsionar o Nordeste. Queremos propor um plano de trabalho que seja elaborado por todos e de fato reconheça o potencial nordestino”, destacou o socialista pernambucano.

Os deputados ainda ficarão em Brasília para uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi. “Nessa reunião o objetivo verificar os entraves e sensibilizar o Governo a priorizar as obras mais estratégicas que já estão em andamento no Nordeste”, adiantou Rodrigo Novaes.

Com informações de Morgana Barros

Clássico da Chlorophylla fragrância Georgia ganha nova versão e embalagem sofisticada

Um clássico nunca deixa de fazer sucesso. Um exemplo disso é a deocolônia Georgia, lançada nos anos 90 e que até hoje é um dos produtos mais vendidos da Chlorophylla, tornando-se um clássico da marca. Para comemorar essa história de sucesso, o Georgia Clássico e o Georgia Fashion ganharam novas e elegantes embalagens. Também está sendo lançada uma nova versão do perfume: o Georgia Elegance. As novidades da Chlorophylla começaram ser comercializadas nesta segunda-feira, dia primeiro de junho.

Renovada, a embalagem do Georgia Clássico ganhou uma estrutura mais densa, que proporciona imponência e sofisticação ao produto. O padrão de flores no verso foi inspirado nas características florais de sua essência, assim como o formato e as tampas. Já a cor dourada da embalagem transmite charme, confiança e poder. A fragrância do Georgia Clássico, que abre com notas frutais levemente verdes, em delicadas combinações da natureza, atrai principalmente um publico feminino entre 40 e 60 anos.

Já o Georgia Fashion tem o rosa predominante na nova embalagem, o que transmite a alegria e vivacidade que a fragrância passa, além de fazer referência à feminilidade dos seus acordes florais. Um sutil toque de amarelo aparece na caixa, reforçando sua característica vibrante. O Georgia Fashion traz a leveza e o brilho da juventude, que em sua essência, valoriza o novo, a vida e a emoção de novas descobertas.

Com o mesmo vidro do Georgia Clássico, o Georgia Fashion é a "irmã mais nova" da família. Visualmente, parece muito com o Georgia, mas tem detalhes bem próprios, traduzindo a identidade jovem e vibrante da fragrância. O perfume tem uma fragrância com notas de mandarina e lichia, deixando uma sensação de frescor. Notas de fundo amadeiradas, como âmbar e musk, são responsáveis por transmitir uma marca imponente a quem usa. Pode ser usado em qualquer tipo de ocasião, principalmente durante o dia, sempre associado a saídas vibrantes e positivas; por isso, atrai, em geral, o público jovem de 18 a 24 anos.

Neste relançamento da marca, as mulheres contam com uma nova versão do Georgia: o Georgia Elegance, uma releitura do perfume, com um toque de acordes mais jovens, sem deixar o perfil clássico de lado. O novo Georgia Elegance também traz o mesmo formato dos outros dois Georgias, conferindo uma unidade na linha. A tampa cromada imprime o toque moderno que a fragrância transmite. Na embalagem, o detalhe branco, bem sutil, vai sumindo aos poucos, reforçando a sensação de leveza da fragrância. A cor do líquido, azul claro, confere a sensação de frescor que o perfume possui.

A fragrância abre com notas frutais, com apelo gourmet de maçã, pêssego e abacaxi. A característica vibrante na essência é garantida pela combinação de bergamota, mandarina e outras essências, dando uma sensação de frescor e sensualidade. É um perfume para todas as horas, que atrai, em geral, mulheres modernas que tem entre 25 a 40 anos.

De acordo com o diretora da Chlorophylla, Chayza Dantas essa inovações refletem o novo conceito da Chlorophylla, cheio de atitude e personalidade. "Premiamos nossas consumidoras do Georgia com o repack de duas fragrâncias já conhecidas e um lançamento. A modernidade que trazemos nas embalagens é apenas o início de muitas novidades que guardamos para os nossos consumidores", destaca.

Confira os preços do Georgia:
Georgia: R$ 94,70
Georgia Fashion: R$ 89,90
Georgia Elegance: R$ 89,90

Com informações da AblogPE

Plano de Educação promete ser foco de outra batalha entre Governo de Pernambuco e movimentos sociais

O Plano Estadual de Educação (PEE) chegará à Assembleia Legislativa de Pernambuco já anunciando uma nova batalha entre as entidades educacionais e o governo do Estado. Isso porque, a Secretaria de Educação de Pernambuco não esperou o Fórum Estadual de Educação analisar o projeto final, antes de encaminhar para o Conselho Estadual de Educação.

As organizações que compõem o Fórum enviaram diversas contribuições, colhidas a partir de várias atividades e discussões com a sociedade desde o início do ano, mais no documento do governo não consta as propostas dos movimentos sociais. O Plano Estadual de Educação deve ser votado até 24 de junho.

Uma das maiores críticas ao projeto é a falta de diagnostico da Educação no Estado, as escolas de ensino médio em tempo integral, a valorização e remuneração dos profissionais de educação, além das questões de financiamento público para escola pública e programas realizados pelo setor privado na Rede Estadual de Ensino.

O Plano Nacional de Educação, criado pela Lei 13.005/2014, estabelece que os estados e os municípios elaborem seus correspondentes planos de educação, ou adequem os planos já aprovados em lei, em consonância com as diretrizes, metas e estratégias previstas no PNE, e com uma discussão coletiva e participativa com todos os segmentos envolvidos na educação.

Segundo a nota pública do Comitê Pernambucano da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, não é isso o que está acontecendo em Pernambuco. “Em decorrência dessa morosidade, a tramitação do Plano Estadual de Educação de Pernambuco está atrasada, dificultando assim uma construção coletiva e participativa de todas as organizações interessadas que fazem parte do Fórum Estadual de Educação, que não teve o tempo mínimo necessário (pelo menos uma semana) para apreciar a versão do Plano que foi protocolado no Conselho Estadual de Educação, no dia 01 de junho de 2015”.

Outra crítica foi à forma de condução realizada por parte da Secretaria de Educação. “Esse procedimento praticamente rompe acordos e compromissos estabelecidos entre o Governo Estadual e o Fórum Estadual de Educação, podendo comprometer o resultado de todo esse esforço coletivo que vem sendo realizado pelas organizações da sociedade civil para a construção de um Plano Estadual que atenda às necessidades de promoção de uma Educação pública de qualidade para todas/os cidadãs/os pernambucanas/as”.

Saiba mais sobre a questão: Morosidade na tramitação do Plano Estadual de Educação por parte do Governo de Pernambuco.

Com informações coletadas pelo radialista e blogueiro Betinho José

Secretário deixa perguntas sobre situação fiscal do Estado sem respostas

A Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa (Alepe) vê com extrema preocupação a falta de uma agenda por parte do Governo do Estado para a superação do atual quadro de dificuldades econômicas de Pernambuco, que ficou evidenciado no balanço do primeiro quadrimestre fiscal de 2015.

A conclusão a que se pode chegar após a participação do secretário da Fazenda Marcio Stefanni na Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação da Assembleia, é de que o Governo Paulo Câmara não apresenta alternativas para sair, por exemplo, do limite prudencial de gastos com a folha de pagamento, acenando inclusive para os servidores públicos do Estado que até agora estão sem perspectiva de reajuste salarial em 2015.

Os deputados da bancada oposicionista também lamentam que alguns questionamentos feitos pelos parlamentares não tenham sido respondidos de forma objetiva pelo Secretário Marcio Stefanni.

Ele não explicou, por exemplo, as razões do crescimento de 30% da dívida fiscal líquida de Pernambuco no primeiro quadrimestre de 2015 em relação ao mesmo período de 2014 (a dívida saltou de 7,49 bilhões para R$ 9,77). Outro dado preocupante é o incrível aumento na Dívida Líquida Previdenciária do Estado, que passou de R$ 42,2 bilhões em abril de 2014 para R$ 185,4 bilhões em 2015.

Estas dívidas têm severa repercussão nos gastos correntes do Estado, seja com juros e amortizações, seja com o pagamento de pensões para os servidores e em nenhum desses casos é possível utilizar recursos de outras fontes, além do caixa do Estado. Os deputados estaduais saíram da audiência sem saber quais são as medidas de curto, médio e longo prazos que estão sendo tomadas para reverter esta situação.

Por fim, a Bancada de Oposição lamenta que o secretário não tenha dado os devidos esclarecimentos em relação à queda dos investimentos nos municípios por meio do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal).

Em 2015, foram anunciados recursos da ordem de R$ 260 milhões para a execução do programa. Até agora, nenhum centavo desse montante foi recebido pelos municípios. A situação é bem diferente do que ocorreu em 2013, com repasses de R$ 142 milhões, e em 2014 – ano eleitoral -, que teve como previsão inicial o repasse de R$ 45,6 milhões, ampliada ao longo do ano para R$ 127,8 milhões.

O conjunto da sociedade de Pernambuco espera que o Estado dê respostas firmes e efetivas ao atual quadro desfavorável de nossa economia. Cabe ao Governo do Estado apresentar não apenas o diagnóstico, mas demonstrar claramente o que está sendo feito pela administração estadual para que o Estado volte a ter capacidade de investir no seu crescimento e na qualidade dos serviços oferecidos à população.

Por Silvio Costa Filho - Bancada de Oposição de Pernambuco

Comissão de Cultura aprova inclusão do Barão de Mauá no rol de heróis da pátria

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou uma homenagem a Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá, que poderá ser inscrito no Livro dos Heróis da Pátria. Para o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE), membro do colegiado e relator do projeto, a trajetória de Mauá em prol do desenvolvimento brasileiro justifica a sua inclusão no livro. “Pela relevância no cenário brasileiro, pela excepcional dedicação ao País e à disseminação da cultura, somos a favor”, disse.

A distinção a Mauá está prevista no Projeto de Lei 405/15, do deputado Carlos Bezerra (PMDB/MT), que tramita em caráter conclusivo na Câmara, mas ainda precisa ser analisado pela comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Mauá investiu na industrialização do Brasil durante o Império, com a construção de estaleiros e o estabelecimento de uma indústria naval no País. Ele também contribuiu com outros setores de infraestrutura do Brasil, como a construção da Estrada de Ferro Mauá e a fundação da Companhia de Iluminação a Gás do Rio de Janeiro.

Nascido em Arroio Grande, Rio Grande do Sul, em 1831, Mauá foi deputado federal, político, diplomata e empresário. Morreu em 1889, quando já ostentava o título de Visconde de Mauá.O Livro dos Heróis da Pátria também é conhecido como “Livro de Aço” – uma referência ao material em que é confeccionado – está exposto no Panteão da Pátria, em Brasília, e homenageia brasileiros que tenham oferecido a vida ao País. Entre os nomes já inscritos no livro estão o de Tiradentes, Zumbi dos Palmares e Santos Dumont.

Com informações da Agência Câmara

Segunda parte do documentário Senhores da Fome, neste domingo no Conexão Repórter

No programa Conexão Repórter deste domingo, dia 7, o jornalista e apresentador Roberto Cabrini traz novas revelações sobre a máfia da merenda escolar, na segunda parte do documentário "Senhores da Fome". O programa vai mostrar os direitos negados durante gerações para a população de um dos 10 Estados mais pobres do país começam agora a ser reconhecidos. Cabrini traz uma bomba. A quadrilha denunciada é acusada de pagar campanhas eleitorais de políticos que aceitassem participar do esquema.

A investigação do "Conexão Repórter" revelou em detalhes como uma quadrilha de empresários conectados a autoridades manipulam a licitação de merenda escolar, superfaturando os preços e depois roubando na hora de distribuição dos produtos a crianças que não têm o comer e que dependem do alimento servido nas escolas para sobreviver. Uma organização criminosa que distribui a merenda escolar em todo o Estado, com tentaculos poderosos em vários setores. Agora, uma revolução está em curso. A população percebeu que pode fazer a diferença. Em forma de conscientização e sede por justiça.

Constatamos que as consequências foram imediatas: as licitações de São Cristovão e Socorro foram suspensas no dia seguinte à exibição de nossa reportagem. De acordo com informações captadas durante gravações das reuniões secretas, a prefeita de São Cristovão, Rivanda Batalha receberia propina para coloborar com o cartel,como muitos chamam os senhores da fome. Menos de 24 horas depois de nosso programa, a prefeita reunciou ao cargo e como num passe de magica, essa semana, a merenda escolar de cidades de todo o estado virou o que sempre deveria ter sido, uma refeição digna do preço cobrado e que o povo pelo menos por enquanto está sendo reconhecido. O programa vai ao ar, neste domingo, logo após o "Programa Silvio Santos", no SBT.

Com informações complementares da Ascom / SBT

Vitarella entra no segmento de torradas

A Vitarella amplia mais uma vez seu portfólio, lançando uma nova categoria de produto: torradas. A novidade conta com o mais alto padrão de qualidade, oferecendo às famílias uma nova opção da marca. Leves e gostosas, as torradas estão disponíveis em embalagens de 16, 160 e 320 gramas e têm apenas 34 calorias por fatia. A entrada da Vitarella na categoria de torradas faz parte do processo de ampliação do portfólio da marca, que o ano passado também entrou na categoria de margarina, com o lançamento da Margarina Vitarella Namesa.

Crocantes e sequinhas, as torradas Vitarella vão bem no café da manhã, no lanche, no jantar, com requeijão, com geleia, com a Margarina Vitarella Namesa, de todo jeito, inclusive puras. O novo produto chega nas versões tradicional, multigrãos, integral e light. As integrais são fontes de fibras e têm baixo teor de gorduras totais. Já a versão light, tem 25% menos de gorduras totais e 25% menos sódio que o sabor tradicional.

O mercado de torradas industrializadas tem crescido em todo o Brasil, em especial no Nordeste, que ainda é pouco explorado e possui um enorme potencial. Nessa região, somente 36,8% das torradas comercializadas são industrializadas. Em outros estados, esse número chega a 89%. Os investimentos do grupo M. Dias Branco, proprietário da Vitarella, na linha de torradas chegam a R$ 100 milhões, incluindo a construção de uma moderna fábrica instalada na mesma área da Fábrica Fortaleza, no Ceará, onde as torradas serão produzidas.

A campanha de divulgação, criada pela agência Ampla, aposta na leveza do produto, com o slogan: “Chegaram as torradas Vitarella. A vida pode ser mais leve”. Entre as peças de divulgação estão material de ponto de venda - como cartaz, woobler, móbile e rack expositor - vinheta para a TV, jingle, mídia exterior e anúncios de jornais e revistas.

A Vitarella, empresa líder no Nordeste, foi fundada em 1993, em Jaboatão dos Guararapes. Inicialmente focada na produção de massas alimentícias, expandiu seu portfólio e hoje possui mais de 115 produtos cadastrados - atuando também no segmento de biscoitos, como crackers, rosquinhas, recheados, wafers, amanteigados, entre outros – e marcas como Treloso, Chocoresco e Saltvip. Conheça mais no site: www.vitarella.com.br.


Com informações da AblogPE

Morosidade na tramitação do Plano Estadual de Educação por parte do Governo de Pernambuco

O Comitê Pernambucano da Campanha Nacional pelo Direito à Educação divulgou nota pública sobre "morosidade" e "atraso" na tramitação do Plano Estadual de Educação de Pernambuco por parte do Governo Estadual. 

Confira na íntegra a nota pública:

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO 2015/2024

O PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO - PNE 2014/2024 foi sancionado, sem vetos, pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, no dia 25 de junho de 2014, através da Lei N 13.005 de 25/06/2014 e após um longo processo de tramitação dessa matéria no Conselho Nacional de Educação, Câmara dos Deputados e Senado Federal.

As metas e estratégias estabelecidas no PNE foram resultantes de um esforço coletivo que envolveu, além dos Poderes Executivo e Legislativo Federal, todos os principais segmentos educacionais da sociedade brasileira, que lutam e reivindicam melhorias na educação brasileira, incluindo a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, através do Movimento PNE pra Valer!

No seu Art. 8º, a Lei N 13.005 estabelece que os estados, o Distrito Federal e os municípios deverão elaborar seus correspondentes planos de educação, ou adequar os planos já aprovados em lei, em consonância com as diretrizes, metas e estratégias previstas no PNE, no prazo de um ano contado da publicação desta lei, ou seja, até 25 de junho de 2015.

O segundo parágrafo desse mesmo artigo determina que os processos de elaboração e adequação dos planos de educação dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, deverão ser realizados com ampla participação de representantes da comunidade educacional e da sociedade civil.

Diante do previsto em Lei, o Comitê Pernambuco da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que também integra o Fórum Estadual de Educação vem alertando, através das instancias de participação, audiências públicas e notas para a imprensa, sobre a morosidade do Governo Estadual de Pernambuco, especialmente da Secretaria Estadual de Educação, na condução do trâmite do novo Plano Estadual de Educação de forma a atender as prerrogativas estabelecidas no PNE, especialmente no que diz respeito a garantir um amplo processo de consulta e participação da sociedade civil e da comunidade organizacional.

Em decorrência dessa morosidade, a tramitação do Plano Estadual de Educação de Pernambuco está atrasada, dificultando assim uma construção coletiva e participativa de todas as organizações interessadas que fazem parte do Fórum Estadual de Educação, que não teve o tempo mínimo necessário (pelo menos uma semana) para apreciar a versão do Plano que foi protocolado no Conselho Estadual de Educação, no dia 01 de junho de 2015.

Esse procedimento praticamente rompe acordos e compromissos estabelecidos entre o Governo Estadual e o Fórum Estadual de Educação, podendo comprometer o resultado de todo esse esforço coletivo que vem sendo realizado pelas organizações da sociedade civil para a construção de um Plano Estadual que atenda às necessidades de promoção de uma Educação pública de qualidade para todas/os cidadãs/os pernambucanas/as.

Diante do exposto, o Comitê Pernambuco da Campanha pelo Direito à Educação vem a público:

  • Reivindicar que o Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Educação, garanta a participação do Fórum Estadual de Educação na tramitação final do Plano Estadual de Educação, inclusive no que diz a respeito a garantir tempo hábil para uma análise do texto do plano proposto no sentido de identificar se o mesmo contempla as proposições debatidas e apresentadas a partir das atividades realizadas pelo Fórum Estadual de Educação;
  • Propor que o Conselho Estadual de Educação contemple as contribuições do Fórum Estadual de Educação no seu processo de análise do documento do Plano protocolado pelo Governo do Estado.
  • Reivindicar que o Poder Legislativo Estadual, através da Assembleia Legislativa de Pernambuco, no processo de tramitação da Lei que vai aprovar o novo Plano Estadual de Educação, estabeleça canais de consulta e participação no sentido de suprir as lacunas identificadas na proposta apresentada pelo Governo Estadual.
  • Cobrar do Governo Estadual, melhores condições para o funcionamento do Fórum Estadual de Educação, considerando que o mesmo deve ser contemplado, no Plano Estadual de Educação, como uma das principais instancias para o monitoramento das metas e estratégias estabelecidas para o desenvolvimento e efetivação do Direito à Educação Pública no Estado de Pernambuco.

Recife (PE), 03 de junho de 2015.
Comitê Pernambucano da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Políticos marcaram presença na abertura do São João de Caruaru

Diversos políticos prestigiaram, no sábado (30), a abertura do São João de Caruaru, no Agreste, em especial o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e sua comitiva de secretários. Considerada uma das expressões mais fortes da cultura popular do Estado, a festa atrai turistas de todo o País e até de fora do Brasil. A expectativa da organização do evento é que o município receba mais de 1,5 milhão de pessoas no período entre 30 de maio e 29 de junho. Em 2015, os homenageados são o ex-governador Eduardo Campos, o ceramista Manuel Eudócio e o músico Heleno dos Oito Baixos.

Após participar do tradicional corte da fita ao lado do prefeito José Queiroz, ato que marcou o início dos festejos juninos na cidade, o governador visitou a Vila do Forró, local onde acompanhou as apresentações das principais manifestações populares da região.

O governador Paulo falou dos homenageados, afirmando que cada um tem o seu papel de destaque na cultura pernambucana e brasileira. “O ex-governador Eduardo Campos foi um grande defensor das manifestações artísticas de Pernambuco e tenho certeza que suas ações no campo da cultura vão deixar marcas permanentes. Também é muito justa a homenagem a Manuel Eudócio e Heleno dos Oito Baixos, que tanto contribuíram para o segmento em nosso Estado", pontuou o chefe do Executivo estadual.

Paulo ainda enalteceu a festa, popular em todo o Estado, e enfatizou a sua importância para Pernambuco. “Eu acredito que o São João reflete tudo o que há de bom na nossa cultura. Dele fazem parte a música, as expressões artísticas e a gastronomia. O São João é uma festa completa e queremos dar essa alegria ao povo de Pernambuco, acima de tudo, com muita paz e tranquilidade", destacou Câmara.

Com informações complementares da Ascom / ImprensaPE

Sertão do Araripe inicia agenda dos encontros regionais dos blogueiros de PE

A cidade de Ouricuri, no Sertão do Araripe, distante da capital 623 km, foi anfitriã durante o Sábado (23) do 1º Encontro Regional dos Blogueiros filiados a Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco – ABLOGPE, que contou com a presença do Presidente da entidade - Lissandro Nascimento (Vitória de Santo Antão) e do Diretor Executivo - Wagner Wilker (Bonito). O encontro se deu no auditório do Sindicato dos Servidores Públicos – SINDSEP, no Centro da Cidade, com o intuito de fortalecer o intercâmbio entre os produtores de conteúdo das mídias digitais do Araripe. O evento faz parte da agenda da entidade que continua a promover, nas próximas semanas, os seus encontros regionais.

O Secretário Municipal de Educação Franklin Aquino participou da abertura representando o Prefeito Cesar de Preto (PMDB), acompanhado de Gennerson Rodrigues da Coordenadoria de Comunicação; também presente o diretor do Sindsep, Dhone Monteiro.

Os “Desafios que se colocam para o avanço dos produtores de conteúdo das mídias digitais em Pernambuco“, foram refletidos neste encontro pelo presidente da Associação. Um almoço foi oferecido no restaurante Chico Guilherme para os participantes. Já à tarde, foi a vez da palestra “Blogando e faturando” apresentada por Hermes Alves, de Araripina. Nas conclusões dos trabalhos, foram escolhidos entre os Blogueiros presentes dois coordenadores para assumir o Núcleo do Sertão do Araripe da ABLOGPE, que tem como objetivo assegurar maior integração dos associados junto à vida da entidade. Foram eleitos por consenso Elismar Rodrigues - do Blog Ouricuri em Foco e Paulo Gonçalves Arraes - do Blog do Paulo (Araripina).

Com a atividade no Araripe foi iniciado o processo de recadastramento dos associados, bem como discutido alguns pontos do Projeto de Lei nº 2164 que tramita na Alepe pela valorização das mídias alternativas.

Com informações da Ascom / AblogPE

“Enterraram a reforma política” disse Daniel Coelho

O deputado federal Daniel Coelho (PSDB-PE) criticou, nesta quarta-feira, a condução dos próprios parlamentares no que se refere à votação da reforma política. Na sua opinião, faltou aos deputados mais diálogo para que acordos fossem feitos e a reforma pudesse de fato ocorrer. “Meu sentimento é de que ontem esse plenário fez o velório de uma reforma política tão aguardada pela sociedade brasileira. E a continuação desse velório vai ser o enterro dessa reforma”, afirmou, demonstrando frustração com o andamento dos trabalhos.

Segundo Daniel, a falta de uma predisposição ao entendimento por parte de deputados e partidos terminou matando a reforma política. “Uma reforma que buscava aperfeiçoar o nosso sistema eleitoral, que busca aperfeiçoar o sistema de financiamento de campanha, que busca aproximar o eleitor de seu representante terminou sendo perdida. Não há possibilidade, com uma regra que nos obriga a ter 308 votos, três quintos dos deputados, de cada um fazer a sua reforma, com as suas ideias, sem a predisposição ao diálogo, da conversa, do entendimento, da busca pelo consenso”, destacou.

Daniel lembrou o temor que ele já havia demonstrado anteriormente, de que fosse feita “não a reforma política, mas a reforma dos políticos” e teme que nada mude. “No fim das contas, o que a gente está vendo é que nada vai acontecer. Se não houver a compreensão por parte dos deputados, dos partidos, das lideranças de que nós precisamos buscar consenso. O atual sistema é perverso, o atual sistema é que fez a pulverização com mais de 30 partidos no país, que criou essa coisa do toma lá dá cá. Nós precisamos ter coragem até para abrir mão de alguns pontos para poder avançar. O que o Brasil não aguenta mais é a manutenção desse sistema que aí está”, finalizou.

Com informações de Ascom / Dep. Daniel Coelho

Festival Conexão PE leva a musicalidade pernambucana para a América Latina

Depois de rodar o Brasil promovendo conexões musicais entre os artistas pernambucanos e de outros estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, o Festival Conexão PE, em sua 8ª edição, leva na próxima semana a música de Pernambuco para o exterior, fazendo intercâmbios culturais durante shows em Buenos Aires, na Argentina, nos dias 5 e 6 de junho, e em Montevidéu, no Uruguai, no dia 7. Apostando na qualidade e diversidade dos estilos musicais, a produtora Mônica Cosas escolheu a dedo os representantes pernambucanos: Naná Vasconcelos, Siba e Jam da Silva, músicos que prometem causar a melhor das impressões nas terras dos hermanos e de Mujica.

Segundo Mônica Cosas, que também é a idealizadora do festival, o principal objetivo do evento é reforçar a cena musical pernambucana e as conexões culturais com outros estados e países, criando um público mais aberto às misturas nascidas desse tipo de intercâmbio. “Queremos aumentar a circulação dos artistas brasileiros no cenário latino-americano e trazer mais músicos de fora para o Brasil. Esses encontros mostram como nossa cultura musical é forte e como pode ser conectada com a cultura de outros países”, diz ela, que ainda destaca que o festival, além de divulgar a cultura e a música brasileira, ainda fomenta diretamente o turismo em Pernambuco e indiretamente em todo o país.

A internacionalização do festival, que conta com patrocínio da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) e da Ibermúsica, começou ainda em 2013, quando o Conexão aportou no Recife para mais uma edição e trouxe a banda argentina La Yegros para os palcos pernambucanos. A experiência deu tão certo que iniciou o namoro com os países vizinhos.

Nesta edição, para representar Pernambuco, os músicos convidados carregam consigo características muito especiais. Naná Vasconcelos, por exemplo, é reconhecido como um dos grandes nomes da percussão mundial e tem na bagagem décadas de experiência. Na Argentina e Uruguai ele pretende apresentar no palco o resultado das suas influências artísticas, que vão desde o maracatu, a música erudita do brasileiro Villa-Lobos ao som do roqueiro Jimi Hendrix. Entre seus álbuns estão títulos como “Saudades”, “Bush Dance” e “Rain Dance”.

Siba, outro dos músicos que formam o time pernambucano, cresceu entre a capital pernambucana e o interior, construindo sua identidade musical com elementos desses dois mundos. Assim, desenvolveu um estilo musical inovador e bastante singular, fazendo de sua marca nos palcos o diálogo entre o tradicional e o contemporâneo, entre o passado e o presente, entre a rua e a arte. Experiente na técnica da poesia ritmada, o pernambucano leva para o festival todo o encanto do maracatu de baque solto e da ciranda.

O baterista, compositor e percussionista Jam da Silva também pretende levar para a América Latina toda a experiência que adquiriu ao longo de sua vida artística, iniciada aos 11 anos. O músico, que já colaborou com artistas internacionais e brasileiros, como Elba Ramalho e Marisa Monte, leva ao festival Conexão PE as composições do seu mais novo álbum, Nord, que traz influências do Nordeste e dos lugares por onde ele passou durante o período de criação do disco, como, por exemplo, a Islândia.

Para fortalecer ainda mais a troca cultural entre o Brasil e a América Latina, logo após o evento, nos dias 20 e 21 de junho, Mônica Cosas traz ao Recife o músico colombiano Antônio Arnedo, que combina jazz, música clássica e ritmos folclóricos colombianos em seus espetáculos. No primeiro dia (20), ele faz show no Santander Cultural, e no dia seguinte (21) se apresenta no Paço do Frevo.

Criado em 2007, pelos palcos do Conexão PE já passaram atrações como Nação Zumbi (em show exclusivo de 10 anos do CD “Da Lama ao Caos), Mombojó, Mundo Livre S/A, Otto, B. Negão, Do Amor, Renegado, Luís Malta, Chico César e, também, Lirinha e Júnior Barreto lançando os cds “Lira” e “Setembro”, respectivamente. “Diversos outros grandes artistas fizeram parte desse projeto e com um único objetivo: firmar um público fiel e aberto à música e à cultura brasileira, levando isso para diversos polos musicais, aqui ou em outro país”, afirma Mônica Cosas.

Serviço - Conexão PE 2015:

Argentina
Sexta-feira, 5 de junho, às 15h00 - Workshop com Naná Vasconcelos no Centro Cultural Kirchner (Bouchard 350, 1106, Buenos Aires, Argentina)

Sábado, 6 de junho, às 16h - Conexão Pernambuco no Ciclo Diálogos com participação de Los Tomba, Jam da Silva, Sexteto Irreal, Siba e Naná Vasconcelos, no Centro Cultural Kirchner (Bouchard 350, 1106, Buenos Aires, Argentina)

Uruguai
Domingo, 7 de junho, às 21h00 – Conexão Pernambuco com Naná Vasconcelos, na Sala Zitarrosa (18 de Julio, Julio Herrera y Obes, 1012, Montevidéu). Preço UY$ 500

Segunda-feira, 8 de junho, às 20h30 - Conexão Pernambuco com Jam da Silva, na Sala Verdi (Soriano, 914, Montevidéu). Preço UY$ 250.

Com informações da Ascom / VERBO

Secretaria das Cidades investirá R$ 400 mil na requalificação do terminal rodoviário de Arcoverde

Governador Paulo Câmara e secretário das Cidades, André de Paula, assinaram ordem de serviço durante inauguração de praça construída com recursos do FEM.

Além de Serra Talhada, cuja ordem de serviço foi assinada na última sexta-feira, 29, o Projeto de Requalificação de Terminais Rodoviários também contemplará o município de Arcoverde – porta de entrada do Sertão pernambucano. A ordem de serviço foi assinada no sábado, 30, pelo governador Paulo Câmara e pelo secretário das Cidades, André de Paula, durante inauguração da praça José Rabelo de Vasconcelos, construída no bairro São Cristóvão com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

“O Governo do Estado, por meio da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), iniciou este projeto em 2012, na gestão do ex-governador Eduardo Campos, com o objetivo de melhorar todos os terminais rodoviários de Pernambuco. Essa ação de grande importância, uma vez que eleva a qualidade do transporte coletivo intermunicipal de passageiros, está sendo desenvolvida em etapas. Foram investidos mais de R$ 7 milhões, com recursos do tesouro estadual, na reforma de 18 terminais”, explica André de Paula.

Luciana Nóbrega, presidente da EPTI, também participou evento e ressaltou que a Secretaria das Cidades já estabeleceu um cronograma, junto com a Socicam (empresa responsável pela execução das obras), para que outros municípios sejam contemplados. “Na reforma do terminal de Arcoverde, que deve ser concluída em seis meses, o Estado investirá R$ 400 mil. Cerca de 7 mil usuários que se utilizam dos serviços por mês serão beneficiados com acessibilidade, pintura do terminal, reforma dos sanitários, revisão de toda estrutura elétrica e hidráulica, entre outras ações”, informa.

Com informações de Alessandra Cavalcanti - Ascom / Secid

“Governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife estão sem rumo e a oposição cobra resultados” diz PTB

Com o mote “governo está sem rumo e oposição cobra resultados”, o PTB de Pernambuco leva ao ar na noite desta segunda-feira (1º) as novas inserções de TV e rádio do partido. 

São cinco filmes de 30 segundos que estão sendo veiculados em horário nobre, entre 19h30 e 22h. Eles começaram a ser exibidos na sexta-feira (29).

As inserções, protagonizadas por uma apresentadora e ilustradas com manchetes de jornais, mostram o agravamento de problemas nas áreas de segurança pública, como o aumento da violência, de saúde, educação e mobilidade urbana. 

Neste último caso, os filmes e spots de rádios apontam o abandono de obras importantes no Recife e no interior.

Veja os filmes clicando nos links aqui ao lado: Saúde / Segurança / Educação / Mobilidade (2) e Mobilidade (1).

Com informações da Ascom / PTB Pernambuco