Governo Federal anuncia investimentos para BR-232, Arco Metropolitano e novos terminais do Porto de Suape em Pernambuco

O governador Paulo Câmara destacou a inclusão de Pernambuco no Plano de Investimento em Logística (PIL), com a concessão da duplicação da BR-232 até Cruzeiro do Nordeste, a construção do Arco Metropolitano e de cinco novos terminais no Porto de Suape: 1 de contêineres, 1 de grãos, 1 de veículos e 2 de granéis sólidos. “São investimentos de mais de R$ 6 bilhões. Vamos ter a oportunidade de, com esses investimentos, de gerar renda, de gerar emprego, de desenvolver a economia e de destravar alguns gargalos”.

De acordo com o governador, o “pacote”representa um conjunto de ações em favor do desenvolvimento do Estado. “Em favor de um Pernambuco que não está apenas pensando nos próximos anos, mas, sim, pensando nas próximas décadas. É fundamental esse tipo de investimento”. Paulo disse que Pernambuco será o Estado do Nordeste com o maior volume de recursos no “pacote”, com R$ 6,5 bilhões, contra R$ 5,9 bilhões da Bahia e R$ 1,8 bilhão do Ceará.

Paulo Câmara afirmou que o Governo de Pernambuco tinha a clareza da necessidade do Arco Metropolitano. “Isso já tinha sido colocado à presidente da República desde 2012, pelo então governador Eduardo Campos. Vínhamos trabalhando também para a recuperação da Br-232 e vendo meios de duplicá-la até Arcoverde e isso vai ser possível agora com esse processo de concessões.

O governador também lembrou que tinha apresentado ao Governo Federal a necessidade de fazer a concessão de novos terminais do Porto de Suape. “Vai ser importante, pois vai dar condições ainda maiores de o Porto de Suape movimentar mais cargas e, com isso, gerar mais emprego, mais renda e desenvolver nossa economia”.

Paulo Câmara destacou que Pernambuco está num momento importante de crescimento, expandindo seu Produto Interno Bruto (PIB) dois pontos acima dos números nacionais. “As concessões, diante do cenário econômico e financeiro do País, são fundamentais para destravar o investimento para que o Brasil volte a crescer”.

Sobre a BR-232, o governador pernambucano disse que este foi um compromisso seu, na campanha eleitoral, de duplicar a estrada até Arcoverde. “Sabíamos da viabilidade de fazer isso. Já temos um projeto bem encaminhado e vamos ajudar o Governo Federal a fazer essa concessão. Ela é fundamental par o desenvolvimento econômico do nosso Estado. Recuperar a BR-232 até Caruaru e duplicar até Cruzeiro do Nordeste. Vai possibilitar o desenvolvimento das cidades da região, como Belo Jardim, Pesqueira e a própria Arcoverde”.

AEROPORTO DOS GUARARAPES - O governador Paulo Câmara recebeu a informação do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, de que o Aeroporto dos Guararapes fará parte da próxima etapa do Plano de Investimento em Logística, em 2016. “Tenho conversado muito com o ministro da Aviação Civil (Eliseu Padilha), com o ministro da Casa Civil (Aloísio Mercadante) e com o ministro do Planejamento sobre o aeroporto. Pernambuco tem o melhor aeroporto do País em termos de satisfação de quem usa. É um aeroporto que precisa de poucos investimentos. Então ele vai ficar, segundo me foi relatado pelo ministro Nelson Barbosa, para a rodada de concessões de 2016”.

Segundo Paulo, os aeroportos de Salvador e Fortaleza, incluídos nessa rodada, são aeroportos que, ao contrário do Recife, precisam de investimentos maiores, que estão atrasados e deveriam ter sido feitos no período anterior à Copa do Mundo de 2014. “Enquanto isso, vamos continuar trabalhando junto à Infraero, junto aos ministérios para a gente ver formar de ampliação do nosso aeroporto”.

O governador Paulo Câmara comentou a reunião que vai promover nesta quinta-feira (11.06), no Palácio do Campo das Princesas, para convocar as lideranças de Pernambuco a ajudar na disputa pelo hub, novo centro de vôos internacionais e nacionais que o Grupo Latam (formado pela brasileira TAM e a chilena LAN) pretende implantar no Brasil em 2016. Recife disputa o empreendimento com Fortaleza (CE) e Natal (RN).

“A gente está conversando com a sociedade civil, com todas as lideranças políticas. Vamos conversar com os Estados vizinhos e, com isso, fazer uma grande campanha, um grande movimento em favor de Pernambuco. Nosso aeroporto é o que tem as melhores condições de receber esse investimento da TAM, importante para o desenvolvimento do nosso Estado.”

Com informações da Ascom / ImprensaPE