Vários ritmos e muita animação na oitava noite do São João de Arcoverde

Paulinho Leite fez o povo arrastar o pé na oitava noite, dia 25 de junho, do São João de Arcoverde. Mesmo após um dia de muitas programações juninas pela cidade como Caminhada do Forró e os polos Bodega Da Poesia e Raízes do Coco, o público não se cansou e marcou presença no Palco Multicultural.

"Tenho 50 anos de carreira. Se eu morresse hoje, morreria feliz", disse o mestre Cícero Gomes do Samba de Coco Trupé de Arcoverde, ao receber placa de homenagem a comemorações dos 100 anos de surgimento do Samba de Coco das mãos de Paulinho Leite. “Em nome da prefeitura, queremos agradecer pela sua contribuição à arte, à cultura e à história de Arcoverde e do Estado, falou Leite.

A segunda atração a se apresentar foi cantor e compositor Geraldinho Lins. O serra talhadense, já morou em Caruaru, onde conheceu o Trio Nordestino e pegou gosto pelo ritmo, selando uma paixão que está distribuída em mais de 200 canções de sua autoria. No show, o xote, o baião e o forró dominaram o espetáculo e a platéia mesmo de baixo de chuva não arredou o pé.

O swing de Harry Estigado fechou a noite. Como já era de se esperar a juventude compareceu e cantou com a banda, que é arcoverdense e vem fazendo o maior sucesso pelo nordeste inteiro. A apresentação exibiu uma grande estrutura técnica de aparelhagem e luz!

No domingo (26), no pólos diurnos o clima junino ficou por conta de Luiz Henrique e Forró do Brogodó, na Bogeda e Coco Raízes de Arcoverde. No palco Multicultural, a festa começou mais cedo, com Carlos & Fábio; Wagner Carvalho e Coco das Irmãs Lopes e Magníficos.