LBV apresentará boas práticas em evento na ONU sobre Educação para a Cidadania Global

A Legião da Boa Vontade (LBV) participa juntamente com autoridades de todos os países e outros atores sociais interessados na implementação da Agenda 2030 na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York, da 55ª sessão da Comissão da ONU para o Desenvolvimento Social, até o dia 10 de fevereiro.

A organização brasileira, com status consultivo geral no Conselho Econômico e Social da ONU, foi convidada a apresentar nesta segunda-feira (6/2), a partir das 14 horas (horário de Brasília), suas práticas socioeducacionais aplicadas com sucesso há 67 anos, a respeito do tema “Educação com Espiritualidade Ecumênica” como estratégia na erradicação da pobreza para alcançar o desenvolvimento sustentável. A exposição fará parte do painel temático sobre “Cidadania Global para o Desenvolvimento”, com foco no impacto das novas tecnologias na educação.

“Esperamos fazer um trabalho colaborativo, incluindo todas as importantes informações que a Legião da Boa Vontade do Brasil nos trará sobre o que está acontecendo na América do Sul e trabalhar em conjunto com a Unesco para elaborar algumas ideias sobre o uso da tecnologia em muitas áreas diferentes na erradicação da pobreza mundial”, relatou a dra. Carol Kennedy, representante do Manhattan Multicultural Counseling e membro do comitê na ONU sobre Educação, Aprendizagem e Alfabetização.

O debate torna-se essencial pois, apesar dos esforços e resultados alcançados na América Latina, ainda há áreas que merecem atenção em quase todos os países, como repensar e modernizar a educação para satisfazer as necessidades de um mundo que está em constante evolução tecnológica.

LBV na ONU - A Legião da Boa Vontade é uma organização da sociedade civil com status consultivo geral no Conselho Econômico e Social (Ecosoc) das Nações Unidas, desde 1999, e associada ao Departamento de Informação Pública (DPI) da ONU, desde 1994. Essa condição permite à LBV participar e contribuir na discussão dos temas do Ecosoc em Nova York (EUA), em Genebra (Suíça) e em Viena (Áustria). Desse modo, a Instituição tem fraternalmente apresentado recomendações quanto à implementação de políticas públicas e ações humanitárias internacionais.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência

Coluna do #BlogPautaPolítica

Em primeiro discurso na ALEPE, João Paulo Costa destaca prioridades do seu mandato

Coluna do #PautaPolíticaPE

"Vocês são considerados bandidos e assassinos", disse deputado ao presidente da Vale

Casal de bonecos, Zé Pereira e Vitalina, fazem tradicional viagem de barco pelo Velho Chico para anunciar o Carnaval

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos