Morre a ex-primeira dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva

Em publicação no perfil do ex-presidente Lula no facebook confirma a morte da ex-primeira dama Marisa Letícia, conhecida por Dona Marisa. "A família Lula da Silva agradece todas as manifestações de carinho e solidariedade recebidas nesses últimos 10 dias pela recuperação da ex-primeira-dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva. A família autorizou os procedimentos preparativos para a doação dos órgãos.".

Confira outras notas publicadas por personalidades públicas nas redes sociais pelo falecimento de Dona Marisa.

"Hoje é um dia triste para todos nós, que conhecemos e admiramos Dona Marisa Letícia. Sabemos do amor e da força que sempre emprestou ao presidente Lula. Uma mulher de fibra, batalhadora, que conquistou espaço e teve importante papel político. Dona Marisa foi o esteio de sua família, a base para que Lula pudesse se dedicar de corpo e alma à luta pela construção de um outro Brasil, mais justo, mais solidário e menos desigual, desde as primeiras reuniões sindicais na Vila Euclides, passando pela fundação do PT e da CUT, até a chegada à Presidência da República. Nos últimos meses, ela e o presidente Lula foram vítimas de perseguições e experimentaram na pele grandes injustiças. Imagino que a dor de Lula agora é insuportável. Mas tenho certeza de que ele saberá superar este momento difícil, recebendo de todos nós, seus companheiros e admiradores, e do povo brasileiro, muitas preces e orações, repletas de carinho e solidariedade. Estamos juntos, presidente Lula, agora e sempre."

Dilma Rousseff - presidenta eleita do Brasil.

"Descanse em paz, D. Marisa. Toda a perseguição canalha desse tolo e fútil, parcial e fascista Moro, ao Lula e à sua família, resultou no esgotamento mental e consequente AVC que ontem, infelizmente, terminou por matar a esposa do ex-presidente Lula. Li já faz algum tempo que uma nação onde o mal predomina, entre as pessoas e nas instituições, está condenada a viver sempre um presente de horrores sociais, políticos e econômicos, e sequer projetar um futuro viável para os seus cidadãos. Todos os demônios do mal e do mau, todo o ódio de classe (amalgamado ao preconceito racial e ao machismo), todas as misérias da alma dos machos fascistas da Casa-Grande, tudo isso, com suas ideias fétidas e mortas, saiu às ruas do país e domina hoje a mídia (à frente essa infernal Rede Globo, porta-voz torpe da bandalheira golpista), as instituições (STF, OAB nacional, Senado e Câmara Federal), bem como órgãos e agentes públicos que agem arbitrariamente. Tudo o que é mentira está travestido em verdade. Tudo o que é traição à pátria está travestido em amor à pátria. Tudo o que é vício está travestido em virtude. Eis o país destroçado que o golpe nos legou. Estamos em fevereiro de 2017. A longa noite dos horrores desse inferno, iniciada pelo voto hipócrita e vil no impedimento, no fatídico março de 2016, está apenas em seu início. Bom dia, saúde e paz. Aquele abraço."

Roberto Numeriano - jornalista, professor e cientista político.