Naná Vasconcelos é imortalizado em estátua no Marco Zero

Um dia pra marcar a cultura do Recife cercado de muita emoção. Foi assim a noite desta quarta-feira (22), quando o músico Naná Vasconcelos, considerado um dos melhores percussionistas do mundo, foi homenageado pela Prefeitura do Recife, a dois dias da abertura do Carnaval do Recife 2017. O prefeito Geraldo Julio esteve presente na cerimônia, acompanhado da primeira- dama, Cristina Mello, onde foi inaugurada uma estátua de concreto do mestre percussionista no Marco Zero da cidade, no Bairro do Recife.

"Naná levou o nome do Recife, a nossa cultura e a da nossa gente para o mundo através da música. Agora ele está imortalizado nessa estátua tão linda, em cima das alfaias, com seu berimbau, e vai continuar regendo os Carnavais do Recife como ele sempre fez. Estou muito feliz, é uma homenagem mais do que justa", afirmou o prefeito Geraldo Julio.

A estátua está localizada em pleno Marco Zero, local e palco que consagrou Naná Vasconcelos como o grande mestre de cerimônias da maior festa popular da cidade, no comando de centenas de batuqueiros durante a abertura oficial do Carnaval do Recife. Erguida sob um totem de alfaias, voltada para a cidade, a peça tem 4,50 metros de altura e será iluminada por um refletor direcionado em LED de 200 watts, que foi instalado para o monumento. A escultura custou R$ 35 mil e foi produzida pelo escultor Demétrio Albuquerque.

Patrícia Vasconcelos, viúva do mestre percussionista, falou da emoção em ver a imagem do marido ser imortalizada em um local que tanto representa a sua trajetória na música. "Aqui ele reunia nações diversas e fazia com que uma multidão ecoasse um único som. Era lindo. Fica aqui o que ele plantou: unir todos em comunidade e transformar e unir através da música", disse.

A estátua em homenagem a Naná Vasconcelos conta também com uma placa informativa, com um QR Code que fornecerá informações sobre a vida e obra do artista. A obra compõe o Circuito da Poesia com mais 17 homenageados. São eles: Manoel Bandeira (Rua da Aurora); João Cabral de Melo Neto (Rua da Aurora); Capiba (Rua do Sol); Carlos Pena Filho (Praça do Diário); Clarice Lispector (Praça Maciel Pinheiro); Antônio Maria (Rua do Bom Jesus); Ascenso Ferreira (Cais da Alfândega); Chico Science (Rua da Moeda); Solano Trindade (Pátio de São Pedro); Luiz Gonzaga (Praça Mauá); Mário Mota (Pátio do Sebo), Joaquim Cardozo (Ponte Maurício de Nassau), Ariano Suassusa (Rua da Aurora); Alberto da Cunha Melo (Parque 13 de Maio), Celina de Holanda (Avenida Beira Rio) e Liêdo Maranhão (Praça Dom Vital).

Fonte: Assessoria de Comunicação

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência

Coluna do #BlogPautaPolítica

Em primeiro discurso na ALEPE, João Paulo Costa destaca prioridades do seu mandato

Coluna do #PautaPolíticaPE

"Vocês são considerados bandidos e assassinos", disse deputado ao presidente da Vale

Casal de bonecos, Zé Pereira e Vitalina, fazem tradicional viagem de barco pelo Velho Chico para anunciar o Carnaval

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos