Vereadora Marília Arraes é cotada para disputar o governo de Pernambuco pelo PT

Foto: Eliana Viana
Petistas defendem candidatura própria ao governo de Pernambuco em posse das novas direções Estadual e Municipal

Em solenidade prestigiada pelos principais nomes que fazem a legenda no Estado de Pernambuco, o Partido dos Trabalhadores empossou, na noite desta quarta-feira (28) os novos integrantes de seus Diretórios Estadual e Municipal do Recife. O advogado Bruno Ribeiro foi reconduzido à Presidência do Diretório Estadual, ao passo que o ex-vereador Osmar Ricardo assumiu a Presidência do Diretório Municipal do Recife, sucedendo seu irmão, Oscar Barreto.

A unidade em torno da candidatura de Lula à presidência, bem como a defesa de candidatura própria ao governo de Pernambuco, em 2018, deram o tom dos discursos tanto de Bruno Ribeiro quanto de Osmar Ricardo que não pouparam críticas ao governo Paulo Câmara e ao PSB, que foi chamado pelo novo presidente do PT Recife de "Partido que se diz Socialista Brasileiro". Já Bruno Ribeiro reservou suas críticas mais contundentes ao governo Temer e àqueles que ocupam cargos em seu governo de incessantes ataques aos direitos trabalhistas e previdenciários.

Os discursos dos dirigentes petistas em defesa de candidatura própria ao governo de Pernambuco e que foram bastante aplaudidos pelos presentes, destoam das notas que têm saído em alguns blogs e colunas locais e devem ter decepcionado o deputado Humberto Cavalcanti, do PTB, que esteve presente ao evento, partido que, apesar de compor a base de apoio de Michel Temer e de votar sistematicamente contra os trabalhadores, aprovando todos os projetos enviados por Temer ao Congresso, ainda nutre esperanças de que o PT deixe de lançar candidatura própria para apoiar o senador Armando Monteiro ao governo de Pernambuco.

A defesa da candidatura própria petista tem ganhado ainda mais força com o crescimento da aceitação do nome da vereadora Marília Arraes como possível pré-candidata da legenda para o governo de Pernambuco em 2018, já que a rejeição aos nomes de Paulo Câmara e de Armando Monteiro por suas proximidades com o governo Temer, dentre outros complicadores, acentuam-se a cada dia.

Fonte: Noelia Brito

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência

Coluna do #BlogPautaPolítica

Em primeiro discurso na ALEPE, João Paulo Costa destaca prioridades do seu mandato

Coluna do #PautaPolíticaPE

"Vocês são considerados bandidos e assassinos", disse deputado ao presidente da Vale

Casal de bonecos, Zé Pereira e Vitalina, fazem tradicional viagem de barco pelo Velho Chico para anunciar o Carnaval

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos