Festival de Cinema de Carpina é adiado para o primeiro semestre de 2018

A 1ª edição do Festival de Cinema de Carpina, que aconteceria nesta semana no município, foi adiada para o inicio de 2018. O motivo do adiamento foi divulgado pela organização nas redes sociais. "A decisão do adiamento foi justamente para preservar a qualidade do trabalho desenvolvido pela equipe do festival, que entendeu que, na ausência da parceria supracitada, seria impossível cumprir a honrosa missão de promover um evento à altura da cidade de Carpina, e dos realizadores de todos os estados brasileiros que confiaram em nosso festival, fazendo as inscrições de seus filmes." justificou Hugo Balão. Confira na íntegra a nota aqui no #BlogPautaPolítica.

Confira na íntegra a nota:



#NOTA: Caros pernambucanos, carpinenses e realizadores de todo Brasil, parceiros do 1°Festival de Cinema de Carpina.

Venho por essa nota comunicar que as atividades do 1°Festival de Cinema de Carpina, que estavam previstas para início em 06 de novembro, serão adiadas para o início de 2018, logo após a volta as aulas da rede pública municipal.

A Balão de Imagem, empresa proponente do evento, para efetuar o recebimento de um repasse de apoio, por parte de um dos patrocinadores teve que se adequar a uma exigência burocrática. Deste modo, neste momento, estamos trabalhando no sentido de, em tempo hábil, estarmos aptos a firmar a parceria.

A decisão do adiamento foi justamente para preservar a qualidade do trabalho desenvolvido pela equipe do festival, que entendeu que, na ausência da parceria supracitada, seria impossível cumprir a honrosa missão de promover um evento à altura da cidade de Carpina, e dos realizadores de todos os estados brasileiros que confiaram em nosso festival, fazendo as inscrições de seus filmes.

Afirmo que não haverá nenhum tipo de mudança em relação aos filmes selecionados para a competição, paralelas e mostra especial.

Desde de já agradeço a todos pela compreensão, e para aqueles que possivelmente não compreenderão, também os agradeço pela sinceridade.

Atenciosamente: Hugo Balão