Projeto de leitura do Recife vence 'Prêmio Professores do Brasil' na categoria Educação Infantil

O projeto “Vou contar uma história pra tu, tá”, desenvolvido pela professora Mirtes Ramos, na Creche Municipal João Eugênio, na Iputinga, foi o grande vencedor da 10ª Edição do Prêmio Professores do Brasil, região Nordeste na categoria Educação Infantil: Creche. O trabalho segue para a disputa nacional da categoria, cujo resultado será anunciado na primeira quinzena de dezembro. A premiação é instituída pelo Ministério da Educação.

Desenvolvido ao longo de 2016, o projeto de leitura teve como proposta estimular o gosto pela leitura das crianças, apresentando a elas os benefícios que as histórias proporcionam na sua vida, quer como leitoras, ouvintes ou contadoras, através de rodas de conversas, leituras, criação e contação de histórias. O nome do projeto, aliás, surgiu em um desses momentos de interação com o aluno chamado Carlos que chegou dizendo: Vou contar uma história pra tu, tá?”, batizando assim o projeto.

Mirtes conta que inicialmente o projeto foi desenvolvido na creche, depois fora dela, envolvendo pais, membros da família e até vizinhos e destaca que o celular e os empréstimos de livros foram recursos importantes nesse processo. “No início do ano letivo gosto de observar o comportamento de alunos e pais, para poder desenvolver a metodologia que vai ser o fio condutor do trabalho, quando reparei que os pais ficavam conectados no celular enquanto esperavam seus filhos e que, quando as crianças iam até eles para pedir que lessem livros, os pais não davam muito atenção e voltavam para seus celulares”, conta a professora.

Foi quando Mirtes chamou os responsáveis para ajudar na leitura com as crianças, mas também incluiu o processo de contação, pois não sabia se todos os pais sabiam ler e, assim, incluiu os adultos no processo. “Percebi que se conseguirmos incluir as famílias no processo o trabalho fica mais consistente e essas famílias podem ajudar a cultivar e espalhar essas sementes em outros espaços”, lembra. Estimulados a ler para os filhos, a professora criou grupo de whatsapp para que os pais pudessem compartilhar essas experiências, o que tornou o ‘vilão tecnológico’ em uma ferramenta transformadora.

Durante o processo, pais e alunos viraram protagonistas do projeto, passaram a ter mais interesse na leitura, compartilharam a experiência com familiares e vizinhos e, ao final do ano letivo, elaboraram um livro, que obteve apoio da Secretaria de Educação do Recife para cópias e encadernação.

A vitória de Mirtes garantiu uma premiação no valor de R$ 7.000,00 (sete mil Reais), viagem apoiada pela CAPES para participação em programa de capacitação na Irlanda e equipamentos de informática com conteúdo educativo para a escola. O Prêmio Professores do Brasil é uma iniciativa do Ministério da Educação juntamente com instituições parceiras que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

Fonte: Ascom/PCR