Português/Aeso conquista o octacampeonato brasileiro de handebol

Pernambuco foi soberano no Campeonato Brasileiro de Handebol adulto feminino, que terminou neste domingo, em Manaus, no Amazonas. Isso porque o Português/Aeso e o BPE/Santa Cruz passaram por todas as fases da competição e decidiram o título, neste domingo, com vitória das lusas, que chegaram ao octacampeonato nacional. Esta foi a primeira vez que o Santa Cruz ficou com a medalha de prata do Brasileiro. O troféu foi levantado pela goleira capitã Carla Sandra, após a vitória de 25x21 e uma verdadeira festa pernambucana em quadra.

O Português/Aeso, maior campeão brasileiro deste século, esteve à frente do placar durante todo o jogo, com direito a uma série de trocas durante a partida. As lusas fecharam o primeiro tempo por 15x08. No segundo, se manteve à frente até o final, com 25x21.

As lusas ainda contaram com três atletas na seleção do campeonato, sendo elas Ana Cecília (melhor ponta direita), Jessica Silvia (melhor lateral direita) e Talita Cibele (melhor central e artilheira). “Fizemos um Brasileiro impecável. Terminamos invictos, sem perder nenhum jogo em nenhuma das fases. Isso é resultado de muito trabalho. Treinamos todos os dias de tarde, suamos a camisa, nos dedicamos e agora fomos campeãs. É muito boa essa sensação de dever cumprido”, afirmou a lateral Jéssica Silva.

Quem conhece o handebol pernambucano sabe o quanto esta final é importante para o Português/Aeso. Não apenas pelo título, mas também pelo vice-campeonato do Santa Cruz, pois o time tricolor é formado por atletas lusas que terminam não participando do time principal. "Temos uma série de atletas e um número reduzido para o Brasileiro. Por isso, há alguns anos nos cedemos parte do nosso elenco para o Santa Cruz disputar competições locais e nacionais. Isso mostra que o Português tem o melhor e o segundo melhor time de handebol feminino do Brasil", afirmou o diretor de esportes luso, Felipe Rego Barros.

Na disputa do bronze, o P. Montes Claros (MG) levou a melhor contra o HCM/IFAM/B2/Braziloc (AM) por 31 a 26 (18 a 15 no primeiro tempo) e terminou com o terceiro lugar.
Já o Rio Negro (AM) bateu o PSC (PA) por 28 a 27 (12 a 10 no primeiro tempo) e acabou com a quinta colocação - o Adalberto Valle/Nassau/Sejel (AM), que não entrou em quadra no sábado, ficou com a sétima posição.

Tabela final
Terça-feira (5)
PSC (PA) 25 x 36 BPE/Santa Cruz (PE)
P. Montes Claros (MG) 41 x 19 Adalberto Valle/Nassau/Sejel (AM)
Português/Aeso (PE) 33 x 30 Rio Negro (AM)

Quarta-feira (6)
Português/Aeso (PE) 24 x 24 BPE/Santa Cruz (PE)
HCM/IFAM/B2/Braziloc (AM) 38 x 28 Adalberto Valle/Nassau/Sejel (AM)
Rio Negro (AM) 29 x 26 PSC (PA)

Quinta-feira (7)
Português/Aeso (PE) 41 x 21 PSC (PA)
P. Montes Claros (MG) 33 x 28 HCM/IFAM/B2/Braziloc (AM)
Rio Negro (AM) 31 x 32 BPE/Santa Cruz (PE)

Sexta-feira (8)
PSC (4º colocado chave A) 44 x 26 Adalberto Valle/Nassau/Sejel (3º colocado chave B)
P. Montes Claros (1º B) 16 x 31 BPE/Santa Cruz (2º A)
Português/Aeso (1º A) 38 x 22 HCM/IFAM/B2/Braziloc (2º B)

Sábado (9)
Disputa do 5º lugar - PSC (PA) 27 x 28 Rio Negro (AM)
Disputa do bronze - P. Montes Claros (MG) 31 x 26 HCM/IFAM/B2/Braziloc (AM)
Disputa do ouro - BPE/Santa Cruz (PE) 21 x 25 Português/Aeso (PE)

Fonte: Assessoria de Imprensa

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência

Coluna do #BlogPautaPolítica

Em primeiro discurso na ALEPE, João Paulo Costa destaca prioridades do seu mandato

Coluna do #PautaPolíticaPE

"Vocês são considerados bandidos e assassinos", disse deputado ao presidente da Vale

Casal de bonecos, Zé Pereira e Vitalina, fazem tradicional viagem de barco pelo Velho Chico para anunciar o Carnaval

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos