Exoneração de Túlio Gadêlha ganha repercussão nacional

O Diário Oficial do Estado da última sexta-feira (19) oficializou a exoneração do atual diretor presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (ITERPE), Túlio Gadêlha, filiado ao PDT. Segundo informações de bastidores, o jovem pedetista recebeu um telefonema informando a sua saída do comando do órgão ligado a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco.

Tudo começou em fofoquinhas de grupo de whatsapp. Dizem que foi a pedido de um grupinho de deputados ligados ao ninho socialista, por causa dos holofotes para Túlio por está namorando a jornalista Fátima Bernardes. Porém, quem deu a resposta publicamente não foi Gadêlha e sim a apresentadora global em sua rede social, ela publicou uma foto ao lado do namorado com a legenda: "O ano tá só começando. Vamos em frente".

Túlio foi exonerado, menos de dois meses após a assumir o cargo, com isso, só veio a fortalecer o rapaz que vai curtir as férias antecipada ao lado da sua namorada no litoral nordestino. Já para os governistas e aliados restará observar a repercussão nacional da exoneração de Gadêlha que não foi motivada nem por falta de conhecimentos, de capacidade, de habilidade, nem por afastamento e tão pouco por ausência, mas sim por questões politicas e muito trabalho.