Pesquisa aponta ex-presidente Lula e Jair Bolsonaro na disputa eleitoral

O ex-presidente Lula aparece na frente da disputa das eleições presidenciais de 2018, com 29,2% das intenções de voto, em uma pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas, a última realizada em 2017. Depois de Lula, estão os nomes de Jair Bolsonaro em segundo, com 21,1%; Marina Silva (Rede), com 8,6%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 7,9%, Joaquim Barbosa (6,8%), Ciro Gomes (PDT), com 5,2% e Alvaro Dias (Podemos), com 3,5%.

Os dados publicados pelo Instituto Paraná demonstram a liderança consolidada e em ascensão de Lula nas pesquisas realizadas ao longo deste ano, pelos mais diversos institutos do país. Em um cenário nacional de processos e julgamentos politizados com a intenção de impedir o ex-presidente de concorrer nas eleições, a resposta popular mostra amplo apoio a Lula.

O Instituto Paraná Pesquisas ainda perguntou aos eleitores qual seria o nome do candidato com mais chances de voto caso Lula não possa se candidatar. Neste caso, o nome da ex-presidenta Dilma Roussef aparece em primeiro lugar, sendo citada por 28,3% dos entrevistados.

A pesquisa foi realizada em 164 municípios brasileiros entre os dias 18 e 21 de dezembro, com participação de 2.020 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais. No site do instituto é possível conferir sua íntegra.

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência

Coluna do #BlogPautaPolítica

Em primeiro discurso na ALEPE, João Paulo Costa destaca prioridades do seu mandato

Coluna do #PautaPolíticaPE

"Vocês são considerados bandidos e assassinos", disse deputado ao presidente da Vale

Casal de bonecos, Zé Pereira e Vitalina, fazem tradicional viagem de barco pelo Velho Chico para anunciar o Carnaval

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos