Registro oficial de candidaturas à presidência começa dia 10 de junho

O prazo para registro oficial de candidaturas para a eleição de outubro no Tribunal Superior Eleitoral começa em 10 de junho. A partir desta data os partidos têm permissão para realizar as convenções e anunciar o nome de seus concorrentes.

Até lá, segue a fase de pré-candidaturas, quando os políticos afirmam sua intenção de disputar um cargo, mas ainda precisam da confirmação do partido e do TSE. Até o momento, onze nomes já se colocaram como pré-candidatos para a Presidência da República, sendo duas mulheres.

Marina Silva, ambientalista e ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula, confirmou em dezembro que deve disputar a vaga pela terceira vez pela Rede. A ex-deputada federal e atualmente deputada estadual no Rio de Grande do Sul, Manuela 'Ávila, do PCdoB, fez o lançamento de sua pré-candidatura em novembro.

A pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo PT, é a que tem mais repercussão. Isso por que ele corre o risco de ficar fora da disputa já que em janeiro foi condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Lula ainda tem direito a um último recurso na corte, se a decisão for mantida, ele pode ser preso e considerado impedido pela Lei da Ficha Limpa. Além de Lula e Manuela Dávila, entre os nomes que se apresentam como candidatos de partidos da esquerda estão Guilherme Boulos, filósofo e líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, que anunciou sua pré-candidatura pelo Psol no início de março; e Ciro Gomes, ex-governador do Ceará e ex-ministro da Fazenda do governo Itamar Franco, lançado como pré-candidato também em março pelo PDT.

Pelo menos dois nomes aparecem como possíveis candidatos do governo Temer. Rodrigo Maia, do Democratas, atual presidente da Câmara, é um deles, apesar de se colocar como independente. O outro é o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciado como pré-candidato pelo seu partido, o PSD, ainda em setembro de 2017.

Ainda na base aliada do governo, estão os pré-candidatos pelo PSDB, Geraldo Alckmin, atual governador de São Paulo e que já disputou à presidência uma vez, e Jair Bolsonaro, que se filiou ao PSL e confirmou no início de março sua intenção de se candidatar. Outros dois nomes com as pré-candidaturas anunciadas são o senador Álvaro Dias, do Podemos, e o empresário João Amoêdo, que deve concorrer pelo Partido Novo.

As eleições presidenciais ocorrem em todo o país em outubro, sendo o primeiro turno no dia sete e, caso ocorra, o segundo turno no dia 28. Outras informações sobre o pleito no site tse.jus.br.

Fonte: Rádioagência Nacional

LBV participa de Páscoa Solidária promovida pelo Grupo Pão de Açúcar

Neste sábado, dia 24 de março, a Legião da Boa Vontade reunirá mais de 800 voluntários em mais uma ação de solidariedade, promovida pelo Grupo Pão de Açúcar (GPA) em todo o Brasil. A LBV participará da campanha Páscoa Solidária, que tem como objetivo sensibilizar os clientes e colaboradores do GPA a doarem ovos de páscoa e chocolates para presentear crianças e famílias atendidas pela Instituição.

A iniciativa ocorrerá das 8h às 20 horas. Nesta data, as lojas do Pão de Açúcar (Piedade e Rosa e Silva), Extra Hipermercados (Benfica e Boa Viagem) e Extra Supermercados (Boa Vista, Espinheiro e Olinda) receberão os voluntários da LBV. Em todo o país, a ação solidária está distribuída em centenas de lojas do GPA para arrecadação de ovos de páscoa e chocolates.

Participe e doe - Colabore com a Páscoa Solidária e ajude a fazer milhares de crianças e famílias mais felizes. Para outras informações sobre o trabalho da LBV, acesse www.lbv.org ou ligue 0800 055 50 99. Curta e compartilhe as ações da Legião da Boa Vontade nas redes sociais: Facebook (LBVBrasil), YouTube (LBVBrasil) Twitter (@LBVBrasil) e Instagram (@LBVBrasil).

Fonte: Assessoria

Armando Monteiro preserva política da Sudene ao derrubar projeto em Comissão do Senado

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) liderou a derrubada na quarta-feira (21), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de projeto de lei relatado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) que distorcia a política de incentivos fiscais da Sudene. O projeto incluía, na sua área de atuação, 84 novos municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo, abrindo precedente para inserir na abrangência da autarquia municípios de regiões mais desenvolvidas do que o Nordeste. Foi vetado por 11 votos a 9.

“Se aprovássemos este projeto, o que dizer de outras 13 proposições que tramitam no Congresso Nacional pretendendo incluir muito mais municípios? Se essa moda pega, vamos criar uma situação em que os incentivos da Sudene, que já são limitados, se estenderiam às regiões mais desenvolvidas do País. Isso é um paradoxo", declarou Armando.

O senador pernambucano acompanhou diretamente o projeto, oriundo da Câmara dos Deputados, por três sessões consecutivas da CCJ. Na primeira, em 21 de fevereiro, pediu vistas, adiando a votação para a semana seguinte, quando, diante do risco de derrota, Aécio Neves solicitou sua retirada de pauta. O projeto foi colocado novamente em votação ontem e Armando liderou o movimento contrário à sua aprovação.

DESFIGURAR - Armando usou dois argumentos principais. Alegou, em primeiro lugar, que o PIB per capita dos 84 municípios propostos é 19% superior ao dos municípios mineiros que já integram a área da Sudene. Declarou que a listagem incluía municípios como Governador Valadares e, no Espírito Santo, Aracruz, que têm melhor infraestrutura e capital humano e são próximos dos mercados consumidores.

“Onde o empresário que quer incentivos da Sudene e empréstimo do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, o FNE, iria colocar seu projeto? Em Governador Valadares ou Aracruz, naturalmente, em vez de municípios de Pernambuco, Paraíba ou Rio Grande do Norte”, salientou.

Informou, em seguida, que os 13 projetos de lei em tramitação no Senado e na Câmara dos Deputados propondo a inclusão de uma profusão de municípios na área da Sudene abarcam desde municípios do Rio de Janeiro e do Espírito Santo inteiro até todos aqueles com menos de 10 mil habitantes fora das áreas da Sudene e da Sudam.

“A política de incentivos fiscais da autarquia, que prioriza o Nordeste, seria gravemente desfigurada”, acrescentou Armando. Enfatizou que sua posição contrária à iniciativa “não é egoísta e muito menos tem viés regionalista estreito”, mas visa sobretudo preservar o papel da Sudene de atenuar os desequilíbrios regionais.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Inscrições para o Programa de Trainee Supply 2018 na Cervejaria Ambev

A Cervejaria Ambev acaba de abrir o seu programa de Trainee Supply de 2018. A companhia procura jovens profissionais dinâmicos, autênticos e com paixão por aprender e explorar o universo de suas cervejas em busca de inovações. As vagas dão a oportunidade aos aprovados de se aprofundarem nas etapas de produção da bebida, além de outras áreas das cervejarias. O programa, que tem como objetivo formar os futuros líderes cervejeiros da companhia, consiste em um amplo treinamento com duração de 10 meses pelas diferentes áreas que compõem o processo produtivo da cerveja, incluindo corporativo e vendas. As posições têm um salário inicial de R$6.100,00 e as inscrições podem ser feitas pelo site https://www.ambev.com.br/carreiras/trabalhe-conosco/trainee-industrial/.

A empresa procura candidatos apaixonados pelo mundo da cerveja e que se identifiquem com a cultura de empreendedorismo e inovação, além de possuírem grandes sonhos. Para se inscrever no programa, é necessário ter formação acadêmica concluída entre julho de 2016 e julho de 2018, inglês fluente e interesse em morar em qualquer estado. O Programa é aberto a todas as áreas de formação, mas possui foco em jovens profissionais dos cursos de engenharia, química, farmácia, agronomia, biologia, ciências da alimentação, biotecnologia e cursos correlatos.

No período de treinamento, os jovens transitam por diferentes áreas com o objetivo de aprender sobre as fases de produção da cerveja e o que as torna essenciais nesse processo. Executivos de cada setor compartilham seus conhecimentos e experiências cervejeiras com os candidatos selecionados. “O Programa de Trainee Supply é a principal porta de entrada para os futuros líderes das nossas cervejarias. Nele, os participantes realizam uma imersão no universo cervejeiro da Ambev, onde poderão identificar com qual das etapas possuem maior afinidade para então focar a sua atuação no futuro. Com isso, o programa é capaz de formar profissionais envolvidos e comprometidos com a produção das nossas cervejas”, comenta Fabíola Higashi Overrath, diretora de desenvolvimento de gente da Cervejaria Ambev.

As etapas do processo de seleção são realizadas entre os meses de março e julho e incluem testes online de inglês, perfil e raciocínio lógico, seguidos pela apresentação de uma análise de case, também online. A seguir, começam então as etapas presenciais, com entrevistas feitas em todo o País. Quando aprovados, os candidatos passam pela realização de um painel de negócios, para o qual precisam desenvolver um case em equipe. Finalmente, as últimas entrevistas acontecem com os vice-presidentes e o presidente da Cervejaria Ambev. No encerramento do processo, em agosto, os selecionados para o Programa de Trainee Supply serão admitidos como funcionários.

Sobre a Ambev - Unir as pessoas por um mundo melhor. Esse é o sonho da Ambev, empresa brasileira, com sede em São Paulo, e presente em 18 países. No Brasil, mais de 32 mil pessoas dividem a mesma paixão por produzir cerveja e trabalham juntas para garantir momentos de celebração e diversão.

A Ambev é uma cervejaria inovadora, que busca sempre novos sabores e formas de surpreender seus consumidores. Além das melhores cervejas, o portfólio conta ainda com refrigerantes, chás, isotônicos, energéticos e sucos, de marcas como Antarctica, Brahma, Skol, Budweiser, Wäls, Colorado, Guaraná Antarctica e Do Bem, e com a AMA, a primeira água mineral da Ambev, que destina 100% de seu lucro para projetos que levam água às famílias da região do semiárido brasileiro.

Só em 2016, a cervejaria investiu cerca de R$ 2 bilhões no país. Mas também quer deixar um legado além dos investimentos. Para isso, conta com uma ampla plataforma de sustentabilidade. Esse compromisso inclui metas claras, divulgadas publicamente, e se traduz em quatro pilares: consumo inteligente, água, resíduo zero e desenvolvimento. Esse trabalho é feito com uma rede de parceiros, pois a Ambev acredita que a construção de um mundo melhor se torna mais rica quando feita em conjunto.

Fonte: LK Comunicação

Movimento de jovens lança oficialmente o 'Acredito' em Caruaru


No próximo sábado (24/03) o movimento Acredito será lançado em Caruaru, município do Agreste pernambucano. O encontro acontecerá na Câmara Municipal de Caruaru, a partir das 13h, com a presença do co-fundador do Acredito Nacional, o professor Felipe Oriá. Além da apresentação do movimento terá o debate "Periferia, mobilidade e transporte público".

A roda de diálogo será conduzida pelo líder comunitário e historiador, John Silva, o economista e co-fundador do Livres Caruaru, Pedro Holanda, e o músico e vereador petista, Daniel Finizola. Em  2018, o movimento deve investir em candidaturas jovens que nunca tiveram mandato e desejam concorrer ao Legislativo no cargo de deputado federal ou estadual. O Acredito é como uma ala ativista, mais progressista, técnica e universitária. 

Fórum Social Mundial 2018 reunirá mais de 60 mil pessoas em Salvador

A 13ª edição do Fórum Social Mundial (FSM 2018) será realizada entre os dias 13 e 17 de março, em Salvador, na Bahia. Com a maior parte das atividades concentradas no Campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), o evento conta ainda com atividades em territórios temáticos como o Parque do Abaeté, em Itapuã, e o Parque São Bartolomeu, no Subúrbio Ferroviário da cidade.

O FSM 2018 será o espaço de diálogo e convergência de cerca de 60 mil pessoas, de 120 países, que estarão na cidade com o objetivo de debater e definir novas alternativas e estratégias de enfrentamento ao neoliberalismo, aos golpes antidemocráticos e genocidas que diversos países estão enfrentando nos últimos anos. Com o lema “Resistir é criar. Resistir é transformar!”, o Fórum visa promover a transformação do ser humano em busca de “Um outro mundo possível”.

Com mais de 1500 coletivos, organizações e entidades cadastrados, e cerca de 1300 atividades autogestionadas inscritas, o FSM 2018, terá representantes de entidades de países como Canadá, Marrocos, Finlândia, França, Alemanha, Tunísia, Guiné, Senegal, além de países Panamazônicos e representações nacionais.

Já confirmaram presença no evento o ex-presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva; a presidente da Fundação Franz Fanon, Mireille Fanon Mendes France; a Yalorixá Makota Valdina; o sociólogo Emir Sader; a presidente da Federação Democrática Internacional de Mulheres (FDIM), Lorena Peña; o ex-presidente paraguaio, Fernando Lugo; a militante indígena e pré-candidata a presidência, Sônia Guajajara; Boaventura de Sousa Santos, cientista político; o filósofo do Congo, Godefroid Ka Mana Kangudie; Francine Mestrum, da Justiça Global Social.

Participarão também de atividades no FSM, Abdellah Saaf , ex-ministro da Educação Nacional de Marrocos; Kamal lahbib, defensor dos direitos humanos de Marrocos, ex-preso político; Eda Duzgun, liderança das mulheres curdas; Sara Soujar, do Movimento de Combate ao racismo e xenofobia do Norte de Marrocos, da organização Gadem; Mamadou Sarr, militante da Mauritânia para defesa dos Negros; Jamal Juma, ativista palestino da campanha BDS de boicote à Israel; Mattews Ban, liderança sulafricano do movimento de trabalhadores rurais; Gustave Massaih, membro fundador do movimento de Maio 68, na França; Abdellah Saaf, ex-ministro da educação nacional de Marrocos.

Ana Cañas, Ilê Aiyê, Tulipa Ruiz, Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), Margareth Menezes, Filarmônica Minerva Cachoeirana, Lazzo Matumbi, além do rapper Flávio Renegado, e das artistas baianas, Clécia Queiroz, Banda Didá, Juliana Ribeiro, Marcia Short, entre outras performances artísticas farão parte das apresentações culturais durante o fórum.

Fonte: Ascom/FSM

Coluna #PautaPolíticaPE deste sábado

Em São Paulo, Lula recebe Marília Arraes a candidata do PT ao Governo de Pernambuco - A vereadora do Recife Marília Arraes participou, nesta sexta (9), de encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo. Marília estava acompanhada da deputada estadual e pré-candidata a reeleição, Teresa Leitão, e o presidente da CUT e pré-candidato a deputado federal, Carlos Veras, que debateram sobre o momento político nacional e sobre os rumos do novo projeto que o partido está pretendendo construir em Pernambuco. Ainda na reunião estiverem presentes dirigentes do PT de Pernambuco e a presidenta nacional do partido Gleisi Hoffmann. Neste sábado (10), a neta de Miguel Arraes, está em visita e participa de atos de apoio a sua candidatura ao Governo do Estado, no município de Garanhuns.

Beto Accioly garante atendimento preferencial a pessoas com deficiência em PE - Já está em vigor a Lei nº 16.314/2018, que assegura atendimento preferencial às pessoas com deficiência para agendamentos de exames e consultas nos serviços de saúde pública e privada do Estado de Pernambuco. O texto também determina que “nos casos em que haja necessidade de atendimento clínico em mais de uma especialidade existente no local, o agendamento será feito preferencialmente no mesmo dia e turno de atendimento”. De acordo com dados preliminares do Censo de 2010 (IBGE), cerca de 2,4 milhões de pernambucanos viviam com pelo menos uma das deficiências investigadas, atingindo 27,58% da população total. Para o deputado estadual Beto Accioly, autor da lei, o objetivo da matéria é garantir melhores condições de acesso aos serviços de saúde a essa importante parcela da população. “Apresentamos o projeto de lei ainda no final de 2015, por entender que as pessoas com deficiência recorrem aos serviços de saúde com maior frequência. As dificuldades se acentuam quando estas deficiências se conjugam com outras patologias, por ter o paciente que ser submetido a vários especialistas. Com a lei em vigor colocamos fim as longas filas de espera”, comemora o parlamentar. O não cumprimento aos dispositivos nesta Lei pelas instituições públicas e privadas ensejará a responsabilização administrativa dos seus dirigentes na conformidade da legislação aplicável. “Impedir ou dificultar o ingresso da pessoa com deficiência em planos privados de saúde pode acarretar em pena de 2 a 5 anos de detenção, além de multa. A mesma punição se aplica a quem recusar assistência médico-hospitalar ou outros direitos a alguém, em razão de sua deficiência”, alerta Beto Accioly.

Campanha de Stella Artois durante a noite do Oscar arrecada equivalente a 1.635 anos de água potável

A Stella Artois e a TNT arrecadaram equivalente a 1.635 anos de água potável para a campanha #1Cálice5anos durante a noite do Oscar® que aconteceu no último domingo. Esse valor foi referente ao total de 327 vezes que a palavra “água” foi mencionada, tanto na premiação, quanto na transmissão de segunda tela pelos influenciadores convidados Hugo Gloss, Bruno Back e Rolandinho do Canal Pipocando, e Luisa Clasen, a Lully.

Cada vez que a palavra “água” foi dita, uma família ao redor do mundo que necessita de água limpa, recebeu cinco anos de água potável. Um dos motivos do sucesso da ação foi o grande vencedor da noite ter sido o filme “A Forma Da Água”, que ao total ganhou quatro estatuetas, incluindo Melhor Diretor e Melhor Filme, mostrando a assertividade da estratégia.

A campanha é uma parceria entre a Stella Artois e a Water.org, organização cofundada por Matt Damon e Gary White, para mudar o cenário de falta de água potável, iniciada durante o SuperBowl, no início de fevereiro, e que contará ainda com a veiculação de uma campanha estrelada pelo ator e ações de OOH, offline e digital previstas para acontecerem durante o 8º Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília e culminando no Dia Mundial da Água, dia 22 de março.

Os cálices podem ser comprados no site da cerveja ou nas maiores redes de supermercado pelo valor de R$ 29,00. São três cálices especialmente criados por ilustradoras das Filipinas, México e Índia.

Acesse www.stellaartois.com.br/1calice5anos

Sobre Stella Artois - Stella Artois acumula tradição há mais de 600 anos, sendo que os primeiros relatos relacionados à história da Stella Artois datam de 1366, na cidade de Leuven, na Bélgica. Em 1926, a Cervejaria Artois decidiu desenvolver uma cerveja especial para celebrar o período natalino. Quando o produto ficou pronto, surpreendeu por sua extrema claridade e por este motivo foi chamada de Stella ("estrela" em latim). É a primeira cerveja belga do mundo e está presente em mais de 80 países.

Sobre o Water.org - Há mais de 25 anos, a Water.org atua no desenvolvimento e soluções para a crise global da água. Fundada por Gary White e Matt Damon, a Water.org é pioneira em iniciativas voltadas para garantir que todas as pessoas tenham acesso à água potável e saneamento - dando esperança às mulheres, à saúde das crianças e às comunidades. Water.org transformou positivamente a vida de cerca de cinco milhões de pessoas em todo o mundo, garantindo uma vida melhor para as gerações futuras. Saiba mais em water.org; Www.watereuity.org; Facebook.com/water.

Fonte: LK Comunicação

Fórum de mulheres define políticas para advogadas de Pernambuco

Na foto: Bruno Baptista, presidente da CAAPE, e a presidente
da Comissão da Mulher da OAB-PE, Ana Luiza Mousinho
No dia 8 de Março, CAAPE lança Fórum Nós, Mulheres para ampliar participação das profissionais na condução da instituição.

Um espaço permanente de definição de políticas de assistência específicas para as advogadas de Pernambuco. Esta é a finalidade do Fórum Nós, Mulheres CAAPE/OAB, lançado nesta quinta-feira (08), pela Caixa de Assistência dos Advogados e Advogadas de Pernambuco (CAAPE), em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, em parceria com a Comissão da Mulher Advogada da OAB (CMA).

O colegiado é composto exclusivamente por mulheres representantes da advocacia pernambucana, dentre elas conselheiras (federal e estaduais), presidentes e diretoras de Subseccionais da OAB, diretoras da CAAPE e integrantes da CMA.

“Este é mais um espaço de empoderamento das advogadas de Pernambuco, que já contam com uma série de benefícios, mas ainda não tinham este fórum para a formulação de políticas específicas de assistência. É a contribuição da CAAPE à agenda de lutas que as mulheres lembram na data de hoje”, explica o presidente da CAAPE, Bruno Baptista.

A Presidente da Comissão da Mulher da OAB-PE, Ana Luiza Mousinho, diz que a luta pela igualdade de gênero estará sempre na pauta das mulheres advogadas de Pernambuco. “Com o apoio da CAAPE, vamos continuar a defender os direitos da mulher e trabalhar para que espaços como o Fórum Nós, Mulheres CAAPE seja instrumento de conquistas para as advogadas pernambucanas”, comemora.

Para celebrar a criação do fórum, a CAAPE disponibilizou durante todo o dia serviços gratuitos para as advogadas, com estrutura montada no Ponto CAAPE do Fórum Trabalhista e nos Juizados Especiais da Imbiribeira, além do Fórum do Recife. Consultoria em beleza e estética; esmaltação; orientação nutricional; colocação de salteiras; remoção de tártaro e aplicação na estrutura da Ortoclin; esclarecimentos sobre planos de saúde e previdência privada; venda de ingressos com preços promocionais para acesso ao cinema e ao teatro foram alguns dos serviços oferecidos. A iniciativa também contou com a degustação de cremes especiais de café da marca Caramello e distribuição de brindes da CAAPE.

Credito da foto: Sol Pulquério/Divulgação / Fonte: Ascom

Coluna #PautaPolíticaPE desta quinta-feira

O PSDB anda pegando fogo internamente - Não é de agora, mais um grupo ligado ao senador Tasso Jereissati continuam desejando ajustar a situação interna do partido. A equipe de figurões tucanos estão querendo levar a sério a ideia de promover uma limpeza interna profunda, preparando o PSDB para o desafio eleitoral de 2018 e 2020. Atualmente, o partido tem grande expressão no Congresso e demais casas legislativas pelo Brasil a fora. Parece que o senador Aécio Neves está em "stand-by", já o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a cada dia vem tentando fortalecer sua candidatura para a Presidência da República mais uma vez. 

PSDB em Pernambuco -  O ex-ministro do governo Temer, deputado federal Bruno Araújo, almeja ser o candidato ao Senado pela chapa do petebista Armando Monteiro (PTB), porém, Bruno terá uma briga interna para enfrentar com a família Gomes que defende candidatura própria do partido ao Governo do Estado.

Conexão Pernambuco debate sobre Panorama Geral da Aviação - O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, juntamente com a Prefeitura do Recife, promove o evento “Conexão Pernambuco – Um Panorama Geral da Aviação”. Um workshop com representantes do setor aéreo que irão discutir os rumos da aviação brasileira. A ação acontece na próxima sexta-feira (9), às 15h, no Terraço da Praça de Alimentação do Aeroporto Internacional do Recife.

Candidatura própria do PT em Pernambuco tem lado feminista e renovador - Em recente passagem por alguns municípios pernambucanos, a vereadora do Recife Marília Arraes, sempre acompanhada pela deputada estadual Teresa Leitão, tem mostrado um cenário diferenciado nas eleições 2018. A mulherada petista e admiradoras da vereadora Marília, neta do ex-governador Miguel Arraes, também tem acompanhado as visitas das parlamentares que defendem firme e forte a candidatura própria e feminista do partido para o Governo de Pernambuco. Segundo petistas, o nome de Marília é "bem-quisto" por uma ala do partido que deseja um novo tempo para a legenda depois do golpe contra a presidenta Dilma e as atuais acusações contra o ex-presidente Lula. 

Armando defende maior participação da mulher na política brasileira

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) criticou, nesta quarta-feira (7), a pouca participação das mulheres na política brasileira. Em discurso no plenário do Senado sobre o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quinta-feira (8), o petebista citou estudo recente que coloca o Brasil na 115ª posição, num ranking de 138 países, em participação feminina na política.

Apesar de reconhecer a evolução da presença feminina no Congresso Nacional, Armando enfatizou que o espaço delas na política está longe do ideal. “A posição brasileira na pesquisa nos dá a dimensão de como é crítica a situação ainda nos dias atuais”, pontuou o senador, lembrando que a representação das mulheres na Câmara dos Deputados e no Senado é de 10% dos assentos. “Há, evidentemente, uma grande desproporcionalidade, pois 10% está muito longe de representar o contingente das mulheres na população brasileira, de 52%”, destacou.

Para o senador pernambucano, a participação feminina na política merece ser debatida e ampliada. “Os símbolos da causa feminina têm um papel de transformação da sociedade”, sublinhou.

HOMENAGENS - Armando Monteiro fez questão, no discurso, de homenagear as mulheres pernambucanas, “verdadeiras heroínas, que marcaram a História pela sua luta política, bravura e determinação”.

Mencionou a ex-deputada Cristina Tavares, que exerceu três mandatos na Câmara Federal, proferiu 334 discursos e foi autora de 139 projetos de lei; as mulheres de Tejucupapo, que venceram uma batalha contra os invasores holandeses; Bárbara de Alencar, atuante na Revolução de 1817; Maria Curupaiti, que combateu na Guerra do Paraguai; Maria Amélia de Queirós, abolicionista incansável; Adalgisa Rodrigues Cavalcanti, primeira deputada estadual de Pernambuco, em 1945.

O senador petebista encerrou o pronunciamento homenageando também as mulheres que, enfatizou, “ engrandecem” sua vida pessoal – a mãe, Maria do Carmo, a esposa, Mônica, e as filhas, Maria Cecília e Maria Sofia.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Chuvas melhoram níveis de barragens no Agreste e Sertão pernambucano

As chuvas espalhadas pelo Sertão e algumas áreas do Agreste estão colaborando para a melhoria dos níveis de barragens nessas regiões, inclusive, recuperando mananciais que estavam secos há anos. É o caso das Barragens Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe, e Sítio Luiza, em Jataúba, que estavam em colapso total há cinco e sete anos respectivamente. Poço Fundo registra 19,81% da sua capacidade de armazenamento, que é de 27,6 milhões de metros cúbicos de água, e Sítio Luiza está vertendo. Agora a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está realizando os ajustes operacionais para reativar os sistemas e voltar a abastecer pela rede de distribuição o distrito de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe, e Jataúba.

Para o diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo, essa quantidade de chuvas dos últimos dias, mesmo de forma irregular, aponta para a ocorrência de um bom inverno neste ano, principalmente para a região Agreste, cuja quadra chuvosa está prevista entre os meses de abril a julho. Em Pesqueira, a chuva melhorou o nível da Barragem de Santana, responsável pelo atendimento de 70% da população da cidade. Santana tem capacidade para acumular 1,2 milhão de metros cúbicos e atingiu 15% do seu nível, volume suficiente para abastecer Pesqueira, no sistema de rodízio, pelos próximos quatro meses.

Duas barragens localizadas no município de Pedra, no Agreste, também acumularam água. A Barragem de Riacho do Pau (16,8 milhões de metros cúbicos), que atende a cidade de Arcoverde e estava com 37% da sua capacidade no mês de fevereiro, alcançou 49,85% do seu nível de armazenamento. Já a Barragem de Mororó, que abastece a cidade de Pedra, está agora com 63,81% de sua capacidade total (2,9 milhões de metros cúbicos). Essas melhorias no entanto, ainda não são suficientes para alterar o calendário de abastecimento de Arcoverde e, no caso de Pedra, que já conta com fornecimento de água diário para 80% da cidade, a Compesa está realizando obras para levar água para o restante da população.

Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, que estava sendo atendida somente pela Adutora do Pajeú, graças às chuvas, voltará a ser abastecida pela Barragem Cachoeira II, que está registrando 28% do seu nível, volume suficiente para reativar o sistema local. A expectativa é anunciar um novo calendário de abastecimento para Serra Talhada na segunda quinzena de março. A Barragem de Brotas, que atende as cidades de Afogados da Ingazeira e Tabira por meio de um sistema integrado, aumentou o seu nível de reservação de 21,81% para 42,6%, nas últimas três semanas. Em função da alta turbidez da água, a Compesa ainda precisa aguardar cerca de 20 dias para aumentar a produção do sistema. O maior manancial para abastecimento humano de Pernambuco, a Barragem de Jucazinho, em Surubim, permanece seca.

Fonte: Ascom

Coluna #PautaPolíticaPE desta terça-feira

Paulo defende políticas preventivas para superar a violência e a criminalidade - O governador Paulo Câmara defendeu hoje (06/03), durante o Fórum de Governadores do Nordeste, as políticas sociais preventivas como forma de vencer o problema da violência e da criminalidade, no médio e no longo prazos. “Não podemos aceitar o desmonte do nosso sistema de assistência social, pois são as políticas de prevenção que vão assegurar os resultados no enfrentamento da violência e da criminalidade”, disse Paulo, que, juntamente com os demais governadores nordestinos, subscreveu a “Carta de Teresina”, com sugestões a serem encaminhadas ao Governo Federal. A “Carta de Teresina”, entre outras propostas, sugere a criação do Fundo Nacional de Segurança Pública, com recursos oriundos das loterias da Caixa Econômica Federal; integração do Sistema de Comunicação das Polícias e dos Estados; implementação de operação de enfrentamento do crime nas áreas de divisas e fronteiras dos Estados do Nordeste e mutirão para julgamento de presos provisórios.

BC e SPC-Brasil assinam Acordo de Cooperação sobre cidadania financeira - O Banco Central e o SPC-Brasil assinaram Acordo de Cooperação com objetivo de promover ações coordenadas, palestras e cursos nas áreas de cidadania financeira, de proteção aos usuários de produtos e serviços financeiros e de inclusão. Pelo acordo, o BC irá disponibilizar seus conteúdos de educação financeira por meio do acesso à plataforma digital cidadaniafinanceira.bcb.gov.br, realizar ações de capacitação e treinamento e analisar a criação de produtos pelo SPB-Brasil a partir do programa de Cidadania Financeira do Banco Central do Brasil. O SPB-Brasil também irá disponibilizar conteúdos sobre educação financeira, irá fornecer relatórios sobre o acesso aos conteúdos criados a partir do programa de Cidadania Financeira do Banco Central do Brasil e disponibilizar ao Banco Central acesso a estudos sobre as principais dúvida apresentadas por seu público-alvo referentes à estrutura, à organização e ao funcionamento do Sistema Financeiro Nacional.

Parceria entre Prefeitura de Ipojuca e Movimento Brasil Competitivo - Aconteceu nesta segunda-feira (5), solenidade em que firmou a parceria entre a Prefeitura de Ipojuca, na Região Metropolitana, e o Movimento Brasil Competitivo (MBC). A cerimônia, comandada pela prefeita Célia Sales (PTB), culminou com a adesão ao Programa Modernizando a Gestão Pública. Estiveram presentes o senador Armando Monteiro (PTB), a vice-prefeita, Patrícia de Leno, o superintendente do MBC, Romeu Luiz Neto, a especialista em Gestão Pública do MBC, Adriane Brito, o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos), além de secretários municipais. O programa tem o objetivo de aperfeiçoar a gestão por meio de técnicas de governança corporativa. O programa Modernizando a Gestão Pública tem o intuito de levar a experiência em gestão do setor privado para a esfera pública. Em Ipojuca, o projeto terá a finalidade de prestar serviço de assessoramento especializado e desenvolvendo modelagens de Governança e Gestão. O Movimento Brasil Competitivo é uma iniciativa criada em 2001 por um dos maiores empresários do Brasil, Jorge Gerdau Johannpeter. Sua missão é implantar programas e projetos para o desenvolvimento socioeconômico nacional.

STF recebe denúncia contra parlamentares do PP envolvidos em esquema de corrupçāo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu em parte, nesta terça-feira (6), a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra políticos do Partido Progressista (PP) envolvidos em esquema de corrupção na Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato. Eles sāo acusados de receber vantagem indevida da cobrança de percentuais sobre os valores dos contratos firmados pela Diretoria de Abastecimento da Petrobras, entre os anos de 2006 e 2014. A decisāo foi na conclusão do julgamento, iniciado em 29 de agosto do ano passado, do Inquérito 3980 (apensados os inquéritos 3992, 3999 e 4000).

Por unanimidade, os ministros receberam a denúncia por corrupçāo passiva contra os deputados federais João Alberto Pizzolatti Júnior e Mário Negromonte. Os parlamentares ainda vão responder por lavagem de dinheiro, acusaçāo recebida pela maioria dos ministros.

Já os deputados estaduais Luiz Fernando Ramos Faria e José Otávio Germano também responderāo por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia contra eles foi recebida pela maioria dos ministros.

Prevaleceu o voto do relator, ministro Edson Fachin, que destacou os elementos probatórios da peça de acusaçāo. Segundo ele, as provas apresentadas sāo suficientes nessa fase de recebimento de denúncia com a descrição da autuaçāo dos acusados. Em seu voto, Fachin excluiu a causa de aumento prevista no parágrafo 2º do artigo 327 do Código Penal, o que foi seguido pelos demais integrantes da Segunda Turma.

Com relação à denúncia contra os deputados estaduais Mário Silvio Mendes Negromonte Júnior, Roberto Pereira de Britto e Arthur César Pereira de Lira por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, os ministros rejeitaram, por unanimidade.

Entenda o caso - Na acusação apresentada em março de 2016, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou os deputados federais João Alberto Pizzolatti Júnior e Mário Silvio Mendes Negromonte, além dos deputados estaduais Mário Silvio Mendes Negromonte Júnior, Luiz Fernando Ramos Faria, José Otávio Germano, Roberto Pereira de Britto e Arthur César Pereira de Lira por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em sustentação oral no início do julgamento, na sessão de 29 de agosto do ano passado, a subprocuradora-geral da República Claudia Sampaio destacou que a denúncia traz uma descrição minuciosa de todo o esquema de corrupção que se implantou na Petrobras a cargo do PP. Segundo ela, o esquema representou desvio “da assombrosa quantia superior a 350 milhões de reais”.

A representante do MPF explicou que havia na Petrobras um esquema ilícito de pagamento de propina e representava a contraprestação que os parlamentares obtinham pelo apoio político que davam ao governo na sua base de sustentação no Congresso Nacional. Para que aquele partido continuasse na base de apoio, era exigido que se mantivesse esse esquema de politização da Petrobras e de desvio de recursos, que permitiu ao partido fazer indicação política das diversas diretorias que ocupavam, obrigando esses agentes a destinar percentual do valor dos contratos para pagamento aos partidos políticos.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Paulo Câmara recebe embaixadores para discutir parcerias com o Sudeste Asiático

O governador Paulo Câmara recebeu, nesta segunda-feira(05.03), uma missão com 12 representantes e embaixadores de seis países do Sudeste Asiático - Vietnã, Indonésia, Myanmar, Tailândia, Cingapura e Filipinas. Durante o encontro, realizado no Palácio do Campo das Princesas, foram discutidas as potencialidades econômicas e sociais do Estado, tais quais Ciência, Tecnologia e Inovação, Educação e Turismo. A iniciativa foi organizada pela Associação das Nações do Sudeste da Ásia (ASEAN) e pelo Comitê da Instituição em Brasília (ACB- ASEAN Commitee in Brasilia).

"Pernambuco vem demonstrando, já há algum tempo, que está no radar de países estrangeiros, devido à sua relevância no Nordeste e no País. Essa missão é mais uma oportunidade de reafirmar nossos potenciais e estabelecer novas oportunidades de negócios. Estamos sempre abertos para receber representantes de países e de regiões de todo o mundo", destacou Paulo Câmara.

Chefe da missão, o embaixador do Vietnã e atual Presidente do ACB, Do Ba Khoa, explicou que o objetivo da missão é conhecer melhor a realidade e as oportunidades que Pernambuco tem a oferecer. “Vamos tentar discutir e encontrar maneiras a fim de melhorar a nossa cooperação no âmbito econômico e, sobretudo, comercial. Pernambuco e os estados da ASEAN têm objetivos comuns, que é promover a cooperação pelo interesse dos povos”, afirmou.

Entre os setores que mais chamaram a atenção dos embaixadores estão a economia criativa e o turismo. “O setor tecnológico é bastante desenvolvido em Pernambuco, e nós podemos trocar experiências e aprender uns com os outros. O setor de Turismo também tem muito potencial. Devemos estabelecer uma parceria bilateral entre nossos operadores de turismo a fim de levar mais asiáticos da nossa região a visitar o Brasil em geral e conhecer Pernambuco e levar mais brasileiros para nossa região”, concluiu.

Além da reunião com o governador Paulo Câmara, a comitiva terá compromissos, no próximo dia 7, com empresários e representantes de entidades locais, como o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), Ricardo Essinger, e com o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya. No mesmo dia, os embaixadores asiáticos farão uma visita ao Porto de Suape, um dos maiores projetos de desenvolvimento da economia do País.

A ASEAN é uma organização regional de Estados do Sudeste Asiático, que engloba 12 nações e dez países e visa acelerar o crescimento econômico junto aos parceiros. Nesse sentido, o Brasil tem desempenhado um papel importante, com o comprometimento em fortalecer relações entre o Mercosul e a ASEAN.

Também participaram da reunião o secretário-chefe da Assessoria Especial, Antonio Figueira; e a secretária-executiva de Relações Internacionais, Rachel Pontes.

Fonte: Ascom

Coluna #PautaPolíticaPE desta segunda-feira

Deputado Silvio e Áureo Cysneiros denunciam sucateamento e falta de efetivo que atinge 85% das delegacias - O sucateamento afeta a grande maioria das delegacias da Polícia Civil em Pernambuco. Atualmente, 85% das unidades do Estado não funcionam após as 18 horas, nos fins de semana e feriados, obrigando a população a realizar uma verdadeira peregrinação caso precisem de atendimento ou prestar um boletim de ocorrência nesses períodos. Segundo dados do Conselho Nacional do Ministério Público, constante no estudo “O Ministério Público e o Controle Externo da Atividade Policial”, apenas 11 das 275 delegacias pernambucanas (4% do total) possuem efetivo policial suficiente para a realização plena das suas atividades. A situação fica abaixo da média do Nordeste (8,4%), sendo a segunda pior da região, e da média nacional (12,9%). A crise na segurança pública de Pernambuco foi tema de encontro entre o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), com o presidente do Sindicato dos Policiais Civil de Pernambuco (Sinpol-PE), Áureo Cysneiros, na última quinta-feira (1º).

Lei garante o Dia Municipal do Desportista no Recife - O vereador Gilberto Alves, ao longo de sua trajetória no Poder Legislativo Municipal sempre concentrou esforços em projetos e ações que incentivem iniciativas populares. Um exemplo é a Lei 17.650/10, de sua autoria e sancionada, que institui o Dia Municipal do Desportista, celebrado no dia 16 de junho de cada ano. A data visa dar apoio às questões relacionadas à Política Municipal de Esportes, estreitar o relacionamento entre a administração pública e a sociedade, além de proporcionar uma melhor qualidade de vida aos recifenses. Agora, o Poder Executiva precisa garantir efetivamente uma política integrada que resgate, valorize e cultive os desportistas, especialmente das comunidade do Recife.

Deputado Tony Gel destaca provável regularização do abastecimento em Caruaru - Testes realizados, no final de fevereiro, pela Compesa, a fim de restabelecer o abastecimento de água no 2º Distrito de Caruaru, no Agreste, motivaram pronunciamento do deputado estadual Tony Gel (MDB). Na última quinta-feira (1º), o parlamentar comemorou a medida, que, segundo estimou, deve possibilitar o retorno da água às torneiras dos moradores de povoados rurais da região em até 15 dias. O emedebista disse que a ação da Compesa vai garantir o fornecimento de água às vilas pelo menos duas vezes por mês, o que deve ser suficiente para encher as cisternas das casas.

Guilherme Boulos anuncia pré-candidatura pelo PSOL em chapa que terá como vice a líder indígena Sonia Guajajara


Com elogios de Lula, Boulos confirma pré-candidatura à presidência. A chapa terá como vice a líder indígena Sonia Guajajara. A filiação do candidato ao PSOL é esperada para o dia 10 de março.

O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, confirmou pré-candidatura à presidência nas eleições 2018 pelo PSOL. O candidato terá como vice em sua chapa a líder indígena e coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Sonia Guajajara. A filiação oficial de Boulos ao partido é esperada para esta semana.

O anúncio foi feito no sábado 3 durante a Conferência Cidadã, em São Paulo, evento dedicado à apresentação da proposta do candidato que reuniu diversas lideranças sociais e simpatizantes à pré-candidatura. De mãos dadas com Sonia, Boulos afirmou “topar o desafio de se candidatar à Presidência”.

“Esse encontro é um retrato do que queremos, dar voz a indígenas, negros e negras, aos sem teto, artistas, mulheres, à comunidade LGBT, a toda essa gente que resiste e me inspira”, declarou. Ao falar em ousadia e coragem para tirar o País da crise e apresentar um projeto novo, o líder dos sem teto criticou duramente o governo de Michel Temer (PMDB).

“Hoje, o governo entrega e negocia nossos direitos no balcão falido do presidencialismo de coalizão. Nosso estado é voltado para o um por cento dos que detém a riqueza, é sequestrado pelas corporações. É urgente a necessidade de enfrentarmos os privilégios que fazem do Brasil um dos países mais desiguais do mundo, de resgatar a democracia com participação efetiva das pessoas”, declarou, reconhecendo que sua proposta terá como base a participação social e o diálogo com os movimentos sociais.

O pré-candidato assumiu diferenças políticas com o ex-presidente Lula, mas validou seu direito à disputa eleitoral. “As diferenças políticas não podem significar conivência com injustiça. O judiciário retirou no tapetão o candidato mais popular. Não podemos naturalizar uma condenação imposta injustamente quando os reais ladrões estão no Congresso”, condenou.

Boulos considerou grave o cenário de avanço das pautas conservadoras no País. “É grave ver ‘Bolsonaros’ sendo aclamados por defenderem pautas de tortura e extermínio, bem como o aumento da intolerância e o militarismo colocado em prática”, disse mencionando a intervenção federal proposta pelo governo Temer no Rio de Janeiro. “Ordem e paz se dá com garantia de direitos e combate às desigualdades”, defendeu.

Sonia Guajajara falou em “momento histórico” e defendeu o projeto encabeçado por ela e Boulos como uma possibilidade de reconstrução do País. “Vamos a partir da maioria, que somos nós, lutar contra as políticas de exclusão e extermínio, contra o modelo econômico depredador que temos em prática”. A pré-candidata à vice-presidência reafirmou o compromisso do projeto em dialogar com as comunidades indígenas e tradicionais, bem como com a população negra, moradores dos centros e periferias, mulheres, crianças e juventude e a comunidade LGBT.

A pré-candidatura de Boulos e Guajajara contou com o aval do ex-presidente Lula, que enviou um vídeo para a conferência. “Você sabe o quanto eu te respeito, o quanto gosto de você pessoalmente e quanto acho você uma pessoa de muito futuro na política. Jamais vou pedir para não ser candidato”, afirmou o petista na gravação.

Caetano Veloso marcou presença na apresentação da proposta - A noite da apresentação da proposta de governo contou com a participação de Caetano Veloso e Maria Gadu. O cantor, que não fez nenhuma referência política em sua apresentação, já tinha declarado seu apoio ao pré-candidato Ciro Gomes (PDT). Ao tocar a música “Um Índio”, Caetano recebeu um cocar de Guajajara e, em outro momento, a bandeira do MTST de Boulos.

Também presente entre os encorajadores da pré-candidatura, o deputado estadual do Rio de Janeiro, Marcelo Freixo, falou sobre o “nascimento de uma nova esquerda”. “Não vamos fazer aliança para ter mais tempo de TV, vamos trazer para dentro da política quem estava fora”, colocou. Freixo também comentou sobre o possível cenário de disputa entre Boulos e Lula. “Quero o Lula candidato. Nós não temos o direito de brigar dentro da esquerda. Precisamos fazer o debate olho no olho e apresentar as contradições, até porque sabemos bem quem precisamos derrotar nesse momento”, declarou.

O escritor Frei Betto citou a importância de apoiar um novo projeto para o país, mais do que propriamente uma candidatura. “Não precisamos mais de projetos de poder. A esquerda fala ao povo, pelo povo e não com o povo. O direito do povo acaba quando se escolhe os representantes, já que não interferimos na política, que se dá descolada de sua base”, refletiu.

Ao lado da ativista Leandrinha Du Art, o deputado federal Jean Wyllys falou sobre a necessidade de resgatar “a pouca democracia que nos resta” e sobre as reparações históricas que o País tem que enfrentar, “como a herança da escravidão e a promoção do respeito e igualdade às mulheres e comunidade LGBT”.

Os arquitetos e urbanistas Raquel Rolnik e Nabil Bonduki abordaram os desafios dos pré-candidatos a partir de reflexões sobre o direito à cidade. Para Rolnik, é preciso superar a lógica das cidades como negócio, que atende a interesses de incorporadoras e empreiteiras, e reverter também a lógica da política, hoje a favor dessa dinâmica. “É preciso começar a pensar a política a partir de cada comunidade, bairro, território e favela”, declarou a especialista. Bonduki reforçou a prioridade de agendas como moradia, transporte e saneamento básico para que se efetive o real direito às cidades.

Com um diagnóstico sobre a educação, o coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, elencou os desafios que recaem sobre os presidenciáveis. Cara falou sobre o descumprimento do Plano Nacional de Educação (PNE) e de alguns desafios brasileiros, como o de criar 7 milhões de matrículas nas universidades e lidar com 14 milhões de adultos analfabetos. Para o especialista, o Brasil não avançou na qualidade da educação. “E isso passa por inverter a lógica que temos, é preciso colocar a economia a serviço dos direitos sociais e não o contrário”.

O especialista dividiu a fala com a estudante Ana Júlia Ribeiro, que participou do movimento de ocupações das escolas pelo País. A jovem cobrou uma educação popular, emancipatória e que valorize os estudantes.

Também prestou apoio ao momento de pré-candidatura o escritor, rapper e poeta Ferréz que falou sobre a representatividade do encontro: "quando algum jornalista perguntar cadê a periferia, pode dizer que a porra da periferia está aqui", declarou. A cartunista Laerte, a vereadora de Belo Horizonte, Áurea Carolina, a militante Jupiara Castro, os professores da USP Laura Carvalho e Denis de Oliveira e as atrizes Maria Casadevall e Monica Iozzi também marcaram apoio no evento.

Fonte e fotos: Carta Capital

Diabetes impulsiona pronunciamento do deputado Zé Maurício na Alepe

Autor da Lei Nº 15.765/2016, que fixa Dia Estadual de Conscientização Sobre o Diabetes como sendo 14 de novembro em Pernambuco, o deputado Zé Maurício defendeu na Plenária da terça (27/02) na Alepe a necessidade de uma política específica de prevenção e controle do diabetes no Estado, visto que a doença atinge cerca de 15 milhões de brasileiros e avança de forma epidêmica no país.

O parlamentar informou que apresentou requerimento para a realização de Audiência Pública – que deverá contar com a presença de entidades como o Instituto Brasileiro de Diabetes (IBRADI) – na Comissão de Saúde da Casa Joaquim Nabuco, para discutir a assunto. Segundo ele, a reunião poderá contribuir para protocolos e diretrizes, de modo a uniformizar os procedimentos e melhorar o controle da doença no sistema de saúde pernambucano, também por meio de ações educativas.

“O paciente, com bom controle glicêmico, diminui a sobrecarga dos hospitais públicos e implica menores custos para o Estado, assim como de menos deficientes físicos e doenças cardiovasculares, e de mais qualidade de vida”, pontuou.

Dentre outros pontos, o deputado salientou também a sua Indicação n.º 7931/2017, dirigida ao Governador Paulo Câmara e ao Secretário de Saúde de PE, José Iran Costa Júnior; para viabilizar a elaboração de Projeto de Lei que estabeleça uma Política Estadual específica para o diabetes.

Fonte: Assessoria

Coluna #PautaPolíticaPE edição especial de domingo

Daniel Cara se filia ao PSOL - O cientista político se filiou ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).  Daniel é referência e tem uma longa trajetória na luta em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade. Em 2015 recebeu o prêmio Darcy Ribeiro e desde 2006 coordena a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Cara é um grande crítico do absurdo projeto Escola Sem Partido e da reforma do Ensino Médio. Em ato na sede do PSOL, em São Paulo, no dia 23/02 que contou com a participação de dirigentes da legenda, como o presidente do diretório estadual, Joselício Júnior (Juninho) e a presidente do diretório municipal, Michele Vieira; da a pré candidata ao Governo de São Paulo, Lisete Arelaro; da deputada federal Luiza Erundina; do vereador Toninho Vespoli e da vereadora Sâmia Bomfim. Uma boa aposta do partido na concretização da renovação política e de bons quadros, e também de um novo parlamento brasileiro que poderá surgir depois das eleições 2018.

Três cidades pernambucanas terão mais dinheiro para gastar com festas  - O Ministério do Turismo atualizou a categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro. Esse instrumento é importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo e balizar políticas públicas, além de orientar o repasse de verbas federais. De acordo com a nova categorização, três cidades do Sertão de Pernambuco registraram crescimento pelo setor - Araripina, Itacuruba e Triunfo -, seja por terem aumentado o número de empregos por meio do turismo, ampliado os estabelecimentos formais de hospedagem ou o fluxo de visitantes domésticos e internacionais. Com a nova categorização, as cidades de Araripina e Triunfo, agora na categoria ‘C’, passam a poder contar com até R$ 400 mil por ano do governo federal para a realização de festejos. Já Itacuruba, classificada como ‘D’, tem direito a um limite de R$ 150 mil.

Chapa da Oposição será unificada e sem nome certo para a majoritária - A frente das Oposições de Pernambuco, em ato do movimento “Pernambuco Quer Mudar” que reuniu mais de 5 mil pessoas em Caruaru, no sábado (3), anunciou que lançará candidatura única ao governo de Pernambuco nas eleições 2018. O nome só será conhecido em abril. Nos bastidores, alguns correligionários já apostam e comentam que a possível chapa seja formada pelos nomes: candidato a governador, o senador Armando Monteiro (PTB) e a vice, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB). Para as duas vagas ao Senado dizem que estão no pário os nomes do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), do ministro e deputado federal licenciado, Mendonça Filho (DEM) ou do deputado federal, Ricardo Teobaldo (Podemos). Por fim, ficaria na chapa para concorrer ao cargo de deputado, o ministro e deputado federal licenciado, Fernando Filho (Sem Partido), o deputado estadual Silvio Costa Filho (PRB), o presidente estadual do PV, Carlos Augusto Costa, e os ex-governadores João Lyra Neto e o Joaquim Francisco, ambos do PSDB.

Frente das Oposições confirma candidatura única ao governo de Pernambuco


No Agreste, "PE Quer Mudar" confirma candidatura única e arrasta 5 mil pessoas - No que foi considerado o maior dos eventos da frente das Oposições do estado, o movimento “Pernambuco Quer Mudar” anunciou, em Caruaru, neste sábado (3), que o grupo lançará candidatura única ao governo de Pernambuco nesta eleição. O nome será conhecido em abril. Antes, no dia 7, o conjunto terá novo encontro: no município de Ipojuca, na Região Metropolitana. Na Capital do Agreste, mais de 5 mil pessoas se reuniram no Arena Caruaru, numa demonstração de força política e compromisso em oferecer aos pernambucanos um novo projeto para fazer o estado voltar a crescer. A frente juntou 70 prefeitos, ex-prefeitos, vices, deputados estaduais e federais, além de vereadores, trabalhadores e representantes de setores da sociedade.

Anfitriã do evento, a prefeita Raquel Lyra (PSDB) destacou que o atual governo do estado não representa o povo de Caruaru e está numa luta insana em manter o poder pelo poder. “Decidi fazer política porque sei que é através dela que podemos transformar a vida das pessoas, mas não posso fazer isso sozinha. Hoje, não temos ajuda do governo do Estado. Ele está escolhendo quem pagar ou, simplesmente, não está pagando ninguém. A verdade a gente não sabe e a gente precisa de transparência. Essa união é uma saudação ao nosso futuro. Esse é o momento de esquecer cores partidárias e nos apoiar para Pernambuco melhorar”, afirmou.

Para o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, o atual governo não conseguiu manter unido o que levou anos para o ex-governador Eduardo Campos juntar com as mãos. "Hoje nós da oposição temos duas certezas: estaremos juntos nas eleições e vamos vencer a disputa", disse. O ex-governador Joaquim Francisco (PSDB) destacou que “mudar” não é apenas um verbo, mas uma proposta de mudança que gera esperança. “Esperança que o povo acredita de marchar num novo rumo para que efetivamente as mudanças ocorram. Por isso digo, esse palanque veio para ficar. Porque tem gente séria, competente e que sabe trabalhar", disse.

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) comparou a situação de Pernambuco com a da Bahia e Ceará e cravou que, nos últimos três meses, Pernambuco está engolindo poeira dos estados vizinhos, em se tratando da segurança e do desemprego. “O Brasil está voltando a crescer e precisamos escolher quem vai liderar Pernambuco. Eu aprendi que é nas dificuldades que conhecemos uma liderança. Este governador que está aí não demonstrou nenhuma qualidade para merecer novamente os votos dos homens e das mulheres de Pernambuco. Decidimos que iremos continuar juntos, unidos, para fazer a maior frente política de oposição da história de nosso estado. Nosso povo já fez a opção pela mudança".

“Esse é um projeto coletivo. Aqui estamos para compartilhar as mudanças. O ato do Recife foi um aviso. Em Petrolina, o Sertão se encontrou. Hoje, em Caruaru, temos esse grande ato e em Ipojuca será ainda maior. É nesse caminho, o da mudança, que vamos seguir. Pernambuco precisa de um líder que devolva aos pernambucanos e pernambucanas o trabalho e a esperança”, bradou o deputado federal Bruno Araújo. Ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM) cravou que o estado está desgovernado e sem liderança. “Ao mesmo tempo não tem liderança política para aglutinar as forças principais do Pernambuco de um lado e de outra parte as políticas públicas como saúde, educação, infraestrutura não chegam para atender o povo pernambucano. Falta saúde, falta segurança pública e o estado tem cada vez mais sua infraestrutura física, como estradas, deteriorada”, ressaltou.

 O senador Armando Monteiro (PTB) destacou que o grupo das oposições é um conjunto que tem história, experiência, juventude, decência e espírito público e vai, a partir de abril, iniciar o trabalho para apresentar uma nova agenda a Pernambuco. “Vamos ouvir a população e recolher contribuições para construir um novo projeto para o Estado. Aquele que merecer a escolha vai a escolha vai, em qualquer hipótese, ter que ter entusiasmo. Sou fiador desse compromisso que hoje se afirma em Pernambuco”, garantiu.

Último a discursar, o ex-governador João Lyra Neto (PSDB) acusou que o que a atual gestão diz na publicidade não condiz com a realidade do povo. “É por isso que esse movimento cresce mais a cada dia que passa, porque o povo quer uma nova realidade para o nosso estado. O crescimento político dessa união terá resultado daqui a alguns meses, quando será eleito o próximo governador de Pernambuco. A decisão desse conjunto é que não há projetos pessoais dessas lideranças. Daqui, sairá apenas um candidato a governador”, concluiu.

Fonte: Ascom

Moradores criam abaixo assinado para pedir mais ônibus em Dois Irmãos e Sítio dos Pintos

Os moradores dos bairros Sítio dos Pintos, Dois Irmãos e arredores, em Recife, fizeram um abaixo assinado online para pedir, imediatamente, o aumento no número de ônibus das linhas 524, 522, 527, 930 e 532, que passam pelos bairros. O documento será encaminhado ao diretor-presidente do Grande Recife Consórcio de Transporte, Ruy Rocha, o secretário das Cidades, Francisco Papaléo e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

O documento, de autoria da Frente de Luta em Defesa de Sítio dos Pintos e Grupo Compasp, pede o aumento na quantidade de ônibus nas seguintes linhas: 524 (Sítio dos Pintos/Dois Irmãos), 522 (Dois Irmãos/Rui Barbosa), 532 (Casa Amarela/Cruz Cabugá), 527 (Sítio dos Pintos – IMIP/Joana Bezerra) e 930 (Rio Doce/Dois Irmãos) nos horários da manhã, tarde e noite, ou seja, entre as 6h/8h – 11h/13h – 17h/19h – 21h/23h, a fim de resolver os problemas que a falta de ônibus vem ocasionando.

Atrasos, faltas, pessoas perdendo trabalhos, médicos, aulas, provas, e etc. Sem falar que ir logo de manhã para a escola, emprego, faculdade, empresa, entre outros, e depois de um longo dia de estudo, trabalho, exames, ter que entrar em um ônibus lotado, em que as pessoas se “espremem” para que caibam todos. Somos obrigados a se submeter às verdadeiras torturas diárias dentro dos ônibus, causadas pela sua falta e a devida melhoria nos quadros de horários e aumento da frota de veículos das linhas de ônibus.

O abaixo assinado pode ser acessado através do site - https://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/39973.

Coluna #PautaPolíticaPE desta sexta-feira

Paulo Câmara terá chapa majoritária fechada com PP, PT e MDB - Correligionários próximos de Paulo Câmara compartilharam a informação que a chapa para a disputa pela reeleição do governador socialista já está quase fechada. A composição é um misturada, nem muito estranha e tal pouco novidade, pois se deve confirmar na vice, o nome do deputado estadual Pastor Cleiton Collins (PP), ligado ao grupo do deputado federal Eduardo da Fonte, e assim substituirá o atual vice-governador Raul Henry (MDB) que também poderá perder de vez a direção da legenda no estado. Para os cargos de senador, os nomes são: João Paulo (PT), ex-prefeito do Recife e ex-deputado federal, e Jarbas Vasconcelos, deputado federal e ex-governador de Pernambuco.

PCdoB, PSD e PR fora da chapa majoritária de Paulo Câmara - Nesta lista da majoritária do governador Paulo Câmara está faltando alguns nomes, por exemplo, o deputado federal e presidente estadual do PSD, André de Paula, a presidenta nacional do PCdoB e deputada federal, Luciana Santos, e do deputado federal licenciado e presidente do PR, Sebastião Oliveira, ambos estão aguardando "as ordens" ou "as portas se fecharem" para decidirem que caminho vão seguir.

Projeto relatado por Armando ampliando o microcrédito vai à sanção presidencial - O plenário do Senado aprovou parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei de conversão que, entre outros benefícios aos micro empreendedores, aumenta para R$ 200 mil anuais o limite da renda bruta para se ter acesso ao microcrédito. Antes, só podia obter microcrédito quem tinha receita apenas até R$ 120 mil por ano. Já votado na Câmara dos Deputados, a matéria na qual foi convertida a Medida Provisória 802 vai agora à sanção presidencial. O projeto de lei moderniza o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), criado há 12 anos. Em outra alteração importante, autoriza o uso no microcrédito dos recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), Norte (FNO) e Centro-Oeste (FCO). Permite, também, orientação pela internet – e não apenas presencial – ao tomador do microcrédito, reduzindo os custos deste tipo de financiamento. Segundo Armando Monteiro, o projeto fortalece o PNMPO, estimulando o empreendedorismo popular, a geração de renda da parcela mais vulnerável da população e tornando possível a saída de programas sociais como o Bolsa Família. “Mais do que um mero mecanismo de crédito, o PNMPO é um instrumento fundamental de combate à pobreza”, assinalou o senador pernambucano.