Transformaram o INEP em agência de intermediação e aplicação de provas?

O professor da UFABC, Salomão Ximenes, publicou em sua rede social um importante comentário que vale a pena ser questionado sobre 'a possível' utilização do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para outros fins. 

"O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) gastou, em 2017, R$ 2,87 milhões de reais em Estudos e Pesquisas Educacionais, o equivalente a 0,21% de seu orçamento. Em Exames e Avaliações da Educação Básica foram gastos R$ 1,03 BILHÃO, quase 3/4 do orçamento! Quando falamos que transformaram o INEP, uma instituição pública essencial para o desenvolvimento da educação brasileira, em agência de intermediação e aplicação de provas, esse é o ponto." escreveu Salomão.

"De um lado, encontraremos o mercado da avaliação educacional, de outro, os mercadores de ilusão e os vendedores de bala de prata com seus sistemas de gestão e de ensino produzidos sob medida para entregar o ganho na avaliação. Por vezes, quem produz a prova vende a fórmula de treinamento para resolvê-las. Como pano de fundo, o fanatismo das avaliações externas padronizadas como eixo da política educacional e a fé de que seus resultados são expressão rigorosa da qualidade do ensino. Para não falar no uso vulgar dos resultados pela mídia e no verdadeiro parque de diversões que são os ensaios de correlações econométricas, em geral amadoras quando não ideologicamente orientadas." destacou Ximenes.



Salomão Ximenes é professor Adjunto do Bacharelado em Políticas Públicas da Universidade Federal do ABC (UFABC), atualmente exercendo a função de coordenador do curso, doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo – USP (2014), com graduação em Direito (2001) e mestrado em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2006).

De acordo com informações do Portal do INEP, "o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC)". Atualmente, "sua missão é subsidiar a formulação de políticas educacionais dos diferentes níveis de governo com intuito de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país".

Postagens mais visitadas deste blog

Coluna do #BlogPautaPolítica

Inscrições abertas para estágio de nível médio no MPPE

João Fernando Coutinho terá grupo político participando das eleições 2020 para prefeitura de Pesqueira

Paulo Câmara anuncia o segundo escalão do Governo de Pernambuco

Coluna do #PautaPolíticaPE

2ª semana de janeiro tem superávit de US$ 1,766 bilhão na balança comercial brasileira

Coluna do #BlogPautaPolítica

Produção de petróleo e gás natural em 2018

Silvio Costa Filho propõe criação de Frente Parlamentar em defesa do Pacto Federativo

Grupo repudia tentativas de censura na Paixão de Cristo de Casa Amarela em Recife