Coluna #BlogPautaPolítica destaca "Rodada final das convenções partidárias"

Frente de Mulheres ao governo de Pernambuco - No sábado (4) ocorreu também a convenção do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), no Comitê Coletivo Casa Marielle, no Derby, em Recife. A coligação “A Esperança Vence o Medo” formalizou a candidatura de Dani Portela (PSOL) a governadora e Gerlane Simões (PCB) como candidata a vice-governadora, já ao Senado, a legenda terá as candidatas Eugênia Lima e Albanise Pires. Dani Portela é advogada e historiadora formada pela Unicap e tem mestrado em História pela UFPE. O partido oficializou também os 38 candidatos a deputado federal, destaque para o retorno do ex-deputado Paulo Rubem e 32 candidatos a deputado estadual, destaque para o deputado Edilson Silva,  que concorrerá a reeleição no pleito em outubro.

Convenção do Solidariedade é marcada por otimismo para o pleito 2018 - Políticos com mandatos correntes e pré-candidatos a deputados estaduais e federais pelo Solidariedade em Pernambuco se reuniram na manhã deste sábado (4) para realizar a sua convenção partidária frente as eleições 2018, em outubro deste ano. A solenidade foi presidida pelo líder da sigla, o deputado federal Augusto Coutinho, que falou sobre a expectativa para o novo pleito, encarando o desafio de ampliar a marca do partido, que hoje conta com dois deputados federais, um estadual, três prefeitos, cinco vice-prefeitos e 57 vereadores no estado. Este ano, a legenda lançou sete candidatos a deputados federais e 27 a deputados estaduais. 

Frente Popular com mais apoios - Na ocasião, o parlamentar reforçou a certeza de apoio à Frente Popular, que busca reeleger o governador Paulo Câmara e demonstrou otimismo quanto aos possíveis resultados. "Temos um projeto de um estado sempre melhor e mais desenvolvido, em nome da população que, todos os anos, vem sentindo os frutos de nosso trabalho, seja nos municípios, na unidade federativa ou em Brasília. É um prazer dividir essa caminhada com tanta gente competente que tem tudo para, mais uma vez, ajudar a escrever a história de Pernambuco", afirmou Coutinho. Participaram da convenção os também pré-candidatos Alberto Feitosa, Cláudia de Lupércio, Cadoca, Kaio Maniçoba e Tonnynho Gel, além de mandatários como o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, e o vereador do Recife, Rodrigo Coutinho.

Convenção da Frente Pernambuco vai Mudar oficializou a chapa de Armando Monteiro - A frente de oposição “Pernambuco Vai Mudar” realizou a convenção que sacramentou o nome do senador do PTB como candidato ao governo, de Fred Ferreira (PSC) a vice, e dos deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) como postulantes às duas vagas no Senado. A convenção aconteceu numa grande casa de shows, em Olinda. Aproximadamente 15 mil pessoas compareceram ao local, numa tradução espontânea da elevada taxa de rejeição ao governador Paulo Câmara. Ao todo, 13 partidos dão sustentação à frente: PTB, DEM, PSDB, PRB, Podemos, PSC, PPS, PSDC, PV, PSL, PHS e PRTB – os últimos quatro integram a chapa proporcional “Avança Pernambuco” e o Partido da Mulher Brasileira (PMB) aderiu ao bloco de partidos da oposição. Ao lado de Armando, apoios de peso. Além de Mendonça Filho, mais quatro ex-governadores de Pernambuco se juntaram para dar suporte à chapa majoritária que será oficializada neste sábado: Roberto Magalhães (DEM), Joaquim Francisco (PSDB), Gustavo Krause (DEM) e João Lyra (PSDB). Outro aliado que está com a frente de oposição desde o início do ajuntamento de forças é o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). 

Mais apoios para a Frente Pernambuco vai Mudar - Também reforçam o time de lideranças, como os deputados federais Fernando Bezerra Coelho Filho (DEM), Betinho Gomes (PSDB), Jorge Corte Real (PTB), Daniel Coelho (PPS), Ricardo Teobaldo (Podemos), Zeca Cavalcanti (PTB) e Marinaldo Rosendo (PP). Já na Assembleia Legislativa, o projeto de mudança conta com o apoio dos deputados estaduais Sílvio Costa Filho (PRB), Júlio Cavalcanti (PTB), Terezinha Nunes (PSDB), José Humberto Cavalcanti (PTB), André Ferreira (PSC), Álvaro Porto (PTB), Bispo Ossésio (PRB), Augusto César (PTB), Priscila Krause (DEM) e Socorro Pimentel (PTB). Armando também assegurou a companhia de prefeitos das mais importantes cidades de Pernambuco, como Anderson Ferreira (PR/Jaboatão dos Guararapes), Raquel Lyra (PSDB/Caruaru), Vavá Rufino (PTB/Moreno), Miguel Coelho (sem partido/Petrolina), Izaías Régis (PTB/Garanhuns), Bruno Pereira (PTB/São Lourenço da Mata), Clebel Cordeiro (MDB/Salgueiro), Mário Ricardo (PTB/Igarassu), Demóstenes Meira (PTB/Camaragibe), Erivaldo Oliveira (PSD/Serrita), Chaparral (PSD/Orobó), Célia Sales (PTB/Ipojuca), Marcelo Gouveia (PSD/Paudalho), entre outros.

Partido de Kassab segui com Paulo Câmara, do PSB, em Pernambuco - O Partido Social Democrático (PSD) oficializou que vai seguir ao lado do governador do estado, Paulo Câmara (PSB), que é pré-candidato a reeleição ao governo de Pernambuco. O anúncio foi feito durante a convenção do partido, realizada na sexta-feira (3), no Recife. Com informações do G1, a decisão de não ter candidato próprio ao governo estadual foi tomada internamente durante as negociações para a formação da aliança, que definiram o nome a ser apoiado. O presidente da legenda, André de Paula, justificou que o PSD é um antigo aliado e que permanece como integrante da Frente Popular, liderada pelo PSB. “Nós apoiamos o atual governo desde o início”, afirmou. Durante o evento, o PSD informou que a sigla terá quatro candidatos a deputado estadual e um a deputado federal. “Participaremos do chapão da Frente Popular para a disputa proporcional”, acrescentou. A chapa do PSB em Pernambuco só será definida na convenção marcada para domingo (5).