Vereador do PSOL convoca militantes "descontente" com aliança entre PT e PSB

O vereador Ivan Moraes tem utilizado bastante sua conta no twitter para comentar atual conjuntura na reta final das convenções partidárias. "Tenho visto muitas pessoas, no seu direito, questionando decisões de partidos nesse período pre-eleitoral. Mas essas decisões poderiam ser outras se a gente participasse de verdade. Só 10% das pessoas aptas a votar estão filiadas. Nas urnas, o voto é de segunda mão. Na política, não dá pra ficar só "na torcida". Democracia que não dá trabalho não é democracia. Nossa representação política será tão boa quanto for a disposição das pessoas para construi-la de baixo pra cima. Não tem mistério, mas tem que ter disposição", comentou o parlamentar.

Ivan Moraes será candidato a deputado federal nas eleições de outubro. "O partido montou grandes chapas pelo Brasil e espera, além de superar essa cláusula, dobrar a bancada em Brasília. Em PE, temos cerca de 30 candidaturas a federal e esperamos fazer juntes ao menos 150 mil votos para disputar ao menos uma vaga. O quociente deve ser perto de 180 mil. Dito isso, foi massa a Convenção do PSOL - PE ontem [04/08]. Apresentamos mais de 60 candidaturas definidas a partir de 2 mil pessoas que participaram do congresso em 2017. Bom estar num partido que respeita a decisão de sua base. Vai ter chapa feminista ao governo de Pernambuco, sim!", publicou Ivan.

O vereador psolista convoca militantes descontente. "Quem prega a União das esquerdas e está insatisfeita com a coligação PSB/PT em Pernambuco tá convidado a construir junto as campanhas do Psol. A unidade tem que haver sobre os projetos que existem. 2018 é o ano de aplicar uma boa lição em quem pensa que o povo é bobo", declarou Moraes.

Nas eleições de 2016, o jornalista Ivan Moraes foi eleito a vereador com mais de 5 mil votos. Nesse período vem fazendo um mandato coletivo sempre integrado aos movimentos populares e as questões sociais.