Coluna #BlogPautaPolítica: Mais de 150 entidades de 87 países são contra o projeto Escola Sem Partido


Entidades estrangeiras se unem contra o Escola Sem Partido - Mais de 150 entidades de 87 países adotam uma moção de emergência contra o projeto Escola Sem Partido. O documento foi aprovado por unanimidade durante a 6ª Assembleia Mundial da Campanha Global pela Educação que aconteceu nesta semana, no Nepal. O educador Daniel Cara, coordenador geral e a jornalista Andressa Pellanda, coordenadora de políticas educacionais, ambos da rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, estiveram presentes no evento. A Campanha Brasileira representa a Campanha Global pela Educação no Brasil.


Deputado Pimenta denuncia complô judicial para matar Lula - O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), denunciou hoje (27) a existência de um complô envolvendo setores do Ministério Público e do Judiciário para matar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cela solitária da Polícia Federal em Curitiba onde se encontra detido como prisioneiro político há mais de sete meses. “Não bastam a condenação arbitrária, a prisão solitária e a destruição de seu legado, querem é a morte de Lula, querem ver Lula morto em Curitiba”, afirmou Pimenta. Segundo ele, procuradores e juízes da chamada Operação Lava Jato e de outros setores do Judiciário e do Ministério Público foram capturados por um projeto de poder que ajudou na eleição do ultradireitista Jair Bolsonaro (PSL) e, assim, querem “destruir a capacidade física e psicológica do ex-presidente, o maior líder popular da história brasileira. “Lula tem 73 anos, já passou por um câncer e é vítima de uma perseguição implacável dia a pós dia, para destruí-lo”, denunciou o líder do PT. “Ele é vítima de uma perseguição perversa, odiosa e criminosa”. Com informações do PT na Câmara.


Carroceiros serão proibidos de transitar nas ruas da capital pernambucana - Os condutores de veículos de tração animal realizaram protesto nesta terça-feira (27) no Recife, decorrente da determinação do Tribunal de Justiça de Pernambuco em um acórdão que obriga a Prefeitura da Cidade a regulamentar a Lei nº 17.918/2013, que proíbe a circulação dos veículos de tração animal no município.


Armando acusa Câmara de “inação” por perda do acervo de Abelardo da Hora - O senador Armando Monteiro (PTB-PE) acusou hoje (terça, 27) o governador Paulo Câmara de “inação” e “insensibilidade” pela transferência do acervo do artista pernambucano Abelardo da Hora ao governo da Paraíba. Em rápido pronunciamento no plenário, disse ser lamentável “a falta de iniciativa” do governo em abrigar o acervo. “O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, foi muito mais atento e proativo ao oferecer em João Pessoa um memorial para receber as obras de um artista tão completo como foi Abelardo da Hora, escultor, pintor e ceramista de vasto talento. A família de Abelardo tentou inutilmente doar o acervo ao governo de Pernambuco. Faltou sensibilidade ao governo, especialmente num momento em que se registra o aniversário de quatro anos da morte do artista”, declarou Armando. Em carta divulgada na imprensa, a família de Abelardo da Hora afirma que tentou desde 2014 doar o acervo ao governo de Pernambuco, por falta de condições financeiras para mantê-lo em boas condições num casarão da família na Rua do Sossego, no Recife. Alegam os herdeiros do escultor que o governo pernambucano não conseguiu oferecer as mesmas condições do memorial construído pelo governo paraibano para abrigar, manter, preservar e divulgar as mais de 300 obras do acervo de Abelardo da Hora.