Coluna #PautaPolíticaPE desta quarta

Senador Humberto fala da preocupação sobre onda de violência na educação brasileira -  Em discurso no Senado Federal o senador Humberto Costa (PT-PE) falou que "Bolsonaro mantém cruzada medieval odiosa de incitar gravação de educadores para denunciá-los". Na rede social o senador pernambucano comentou: "Eu quero externar aqui a minha mais profunda preocupação e o meu veemente repúdio a essa onda de ódio e de violência crescente, em escolas e universidades de todo o país, fruto do medievalismo em que o Brasil parece estar ingressando", escreveu Humberto no twitter. "São repetidos casos de constrangimentos, de ameaças e de agressões ocorridos em ambientes de ensino, nos quais é absolutamente improvável que atos dessa natureza tão odiosa pudessem ocorrer", afirmou Costa no aplicativo. "É inconcebível que espaços dedicados à instrução,ao aprendizado, ao debate, à discussão de ideias, às artes, às ciências, à pesquisa, ao conhecimento possam ser transformados em locais onde fascistas se achem no direito de perseguir professores e alunos para discordar de suas ideias", tuitou o senador Humberto no seu perfil.

Extinção de delegacia de corrupção em Pernambuco - O senador Armando Monteiro (PTB-PE) estranha pressa do governo e defende permanência da delegada Patrícia Domingues à frente dos inquéritos "Eu considero algo muito estranho, que logo após as eleições, depois que algumas investigações e alguns inquéritos estão em curso e alcançaram figuras até ligadas a esse sistema dominante em Pernambuco, ao sistema de poder em Pernambuco", afirmou, em entrevista à uma emissora local de Caruaru. “Passa a eleição e imediatamente se apresenta uma proposta de reestruturação, sem discussão, atropelada, que até hoje não foi bem explicada à população. Ninguém consegue entender o porquê dessa pressa, por que, de repente, você teve que fazer uma reestruturação dessa. Eu considero no mínimo estranho que essa coisa tem sido feita dessa forma, no apagar das luzes do ano legislativo, sem uma discussão maior com alguns setores e sobretudo levando em conta que essa delegacia é uma delegacia que apura exatamente os crimes contra a gestão”, acrescenta Armando.