Coluna #PautaPolíticaPE desta quarta

Silvio: aumento da alíquota do ICMS do álcool em Pernambuco prejudica a população - A ação do governador Paulo Câmara, de aumentar em 2% a alíquota do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e prestação de Serviços (ICMS) do álcool, confirma o que a Bancada de Oposição da Assembleia Legislativa vem mostrando ao longo dos últimos três anos. Apesar de prometer implantar o décimo terceiro do Bolsa Família e reduzir o ICMS do diesel, o governador tem escondido a realidade dos fatos. Para a bancada oposicionista, o funcionamento de programa sociais não pode depender do aumento da carga tributária para população e para o setor produtivo, que gera emprego e renda no Estado. O líder da Oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PRB), garante que é favorável a projetos que beneficiem o povo pernambucano, a exemplo do décimo terceiro do Bolsa Família - proposta também apresentada pela Oposição durante o processo eleitoral. “Não podemos aceitar que o Governo do Estado, para implantar o programa, penalize a população e o setor produtivo com o aumento de impostos. Entendo, que ao invés disso, deveria reduzir o número de cargos comissionados, de secretarias e o tamanho da máquina, além de outros gastos”, denuncia o parlamentar. Além do aumento da alíquota do álcool, o projeto prevê ainda o recolhimento adicional de produtos como motos acima de 250 cilindradas, jóias, bijuterias, refrigerantes, automóveis que custam mais de R$50 mil, além de água mineral em embalagem não retornável. “Defendo que a população pague menos impostos. Todo projeto que reduza, nós vamos votar favorável, só não vamos aceitar uma medida que traga prejuízos ao setor produtivo e ao povo de Pernambuco. Por isso, queremos fazer um debate com o governo do Estado sobre o tema. Além de prejudicar a população, o aumento de 2% reduz a competitividade, e vai na contramão dos procedimentos fiscais que incentivam biocombustíveis limpos, hoje utilizados nas matrizes energéticas", garante. Além de fazer um pedido de informação, cobrando explicações sobre o projeto, a exemplo do impacto financeiro e como ele vai aumentar a arrecadação do Estado, Silvio vai solicitar a presença do secretário da Fazenda de Pernambuco na Comissão de Finanças, para prestar esclarecimentos sobre o aumento.

Pernambuco terá nova ligação com o Sudeste em 2019 - A partir de fevereiro de 2019, Pernambuco contará com uma nova frequência em sua malha aérea nacional. A conexão será com a cidade de Vitória, no Espírito Santo. Com isso, Pernambuco passará a ter ligação com todos os estado da região Sudeste do país. O voo Recife-Vitória começa a ser operado no dia 4 de fevereiro, pela Azul. Com saídas diárias, o novo trecho tem duração média de três horas de voo. As operações serão realizadas a bordo dos jatos Embraer da Azul, com 118 assentos. “Comemoramos mais uma conexão nacional para Pernambuco. Em 2017, o Recife recebeu 10 mil visitantes do Espírito Santo. Essa ligação com a região Sudeste incrementará o número de turistas e, consequentemente, a economia do Estado. Com a nova conexão, Pernambuco passará a contar com 30 voos nacionais”, comenta a secretária executiva do Prodetur, Manuela Marinho.