Coluna #BlogPautaPolítica: Conselho Nacional de Educação, BNCC do Ensino Médio e Escola sem Partido


Conselho Nacional de Educação aprova a BNCC do Ensino Médio - A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE divulgou uma nota pública preocupada com a aprovação da BNCC do Ensino Médio, aprovada "às escondidas" na ultima terça-feira (04), pelo Conselho Nacional de Educação – CNE. A entidade representativa dos profissionais da educação básica do setor público condenou a estratégia antidemocrática de não publicizar previamente a pauta da reunião do Pleno do CNE que terminou por aprovar o referido documento. 

Moção de repúdio da CNTE - De acordo com a entidade: "É de fato surpreendente o grau de surrealismo a qual está submetido o nosso país nos tempos que se passam: um conselho público, com atribuições de normatizar a política nacional de educação e com o compromisso de fomentar e propor o diálogo com os sistemas de ensino de todo o país, lança mão de estratégias ardilosas para fazer aprovar um documento que conta com expressiva oposição social, de todos os segmentos da comunidade educacional, acadêmicas e sindicais. A falta de publicidade na divulgação da pauta de reunião do Conselho Pleno do CNE/MEC, com a pré-disposição escamoteada de aprovar um documento que trará repercussão geral para todo o país, só pode nos causar estarrecimento e repúdio veemente.".


BNCC gera polêmica novamente - Segundo a CNTE: "Essa BNCC já causou enormes discussões em todo o país em decorrência de seu conteúdo mercantil que tem como objetivo tão-somente fomentar a privatização dessa etapa de nossa educação básica. As audiências públicas não lograram êxito sequer de acontecer em São Paulo e Belém, o que não motivou nenhuma ação do CNE em remarcar tais agendas nessas cidades. A impressão que dá é que eles não querem debate e são avessos às discussões. A impressão que fica é que o CNE, hoje, se presta somente a cumprir ordens.".

Escola privada coloca o dobro de alunos no ensino superior em relação à rede pública - O Jornal Brasil Atual conversou com Daniel Cara, coordenador geral da articulação ‘Campanha Nacional pelo Direito à Educação’, sobre a comissão da Escola sem Partido que fez 11ª reunião sem votação do parecer, também comentou sobre a pesquisa IBGE lançada ontem (5) sobre a diminuição de crianças que frequentam as escolas. Saiba mais - www.campanha.org.br.