Túlio Gadêlha promete independência para exercer mandato de deputado federal


O deputado federal eleito Túlio Gadêlha (PDT) descartou participar de alguma gestão do governo estadual, municipal ou federal, depois de ter seu nome cogitado a ocupar um cargo no primeiro escalão. No entanto, o jovem pedetista utilizou as redes sociais para negar as especulações.

"Para evitar ruídos e especulações, adianto aqui que não tenho pretensão em ocupar cargo em nenhum destes governos que estão aí, seja no âmbito estadual ou municipal (federal nem se fala), nem busco esse tipo de espaço pra ninguém. Esse “toma lá da cá” não é, nem nunca será, uma prática do nosso mandato. Inclusive, vejo como uma tremenda deslealdade alguém que tenha se candidatado a um cargo eletivo, após conquistar o mandato que o povo lhe outorgou, aceitar convite para desempenhar outra função. Esse tipo de prática constrange eleitores e fere, na prática, a autonomia entre os poderes. Assumi um compromisso na campanha: ter independência para exercer o mandato legislativo e assim o farei. A gente tá chegando para questionar e mudar a lógica do sistema que está aí, e não para fazer parte dele", publicou Túlio Gadêlha. 

Ele é advogado, obteve 75.642 votos, ocupando a 19ª vaga da bancada de deputados federais por Pernambuco. Atualmente filiado ao PDT, partido em que acumulou algumas funções na JSPDT (Juventude Socialista do PDT) estadual e até secretário geral da sigla no estado.