Coluna do #PautaPolíticaPE


Com mais de 180 mil votos ao Governo do Estado, o Psol poderá disputar as prefeituras do Grande Recife em 2020 -  O Psol pretende lançar candidaturas feminina nas eleições municipais na Região Metropolitana do Recife. A advogada e professora Dani Portela, de 43 anos, foi aposta da sigla nas eleições 2018 e depois de conquistar 188.087 votos, ela concorreu ao cargo de governadora de Pernambuco, ficou em 3º lugar e também animada com a resposta das urnas. No Recife, a candidata do partido obteve mais de 76 mil votos (10,59%), seguido por Olinda com mais de 18 mil (11,03%), em Jaboatão dos Guararapes com mais de 16 mil votos (7,03%) e Paulista com mais de 11 mil (8,71%). Decorrente do bom desempenho do Psol nas eleições de 2018, alguns filiados da legenda pretendem apoiar o lançamento de uma candidatura feminina para prefeitura do Recife em 2020, inclusive tendo uma primeira pessoa trans ou LGBT+ na chapa majoritária. Nos bastidores, se comenta que o partido não descarta candidaturas em alguns municípios do Grande Recife.


Elas estiveram juntas nas eleições de 2018 - A candidatura das Juntas do Psol nas eleições 2018 foi uma das novidades do pleito. A 'Juntas', a primeira candidatura coletiva no Estado, formada pela a ambulante Jô Cavalcanti, a advogada trans Robeyoncé Lima, a professora Kátia Cunha,  a jornalista Carol Vergolino e a militante Joelma Carla. Elas conseguiram obter exceto nas urnas com mais de 39 mil votos, desbancando na votação alguns políticos antigos. A candidatura 'coletiva' do Psol teve mais votos do que o atual presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), do líder do governo Isaltino Nascimento (PSB), do ex-prefeito de Caruaru Zé Queiroz (PDT), do ex-prefeito do Recife João Paulo (PCdoB) e do deputado Romário Dias (PSD). Na capital pernambucana, a Juntas tiveram 20.672 votos.


Um ano sem aumento da tarifa de ônibus no Grande Recife - Faz um ano que a sociedade civil conseguiu barrar o aumento anual na Justiça. Uma liminar suspendeu qualquer aumento da passagem de ônibus na RMR pelo Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) até que fossem apresentados importantes documentos, após ação popular movida pela sociedade civil. Segundo entidades, o CSTM ainda não apresentou nenhum deses documentos. Desde então, cerca de R$109 milhões foram economizados pela população da Região Metropolitana do Recife.


Festa em comemoração de um ano sem aumento da passagem do busão - Para comemorar a conquista, o Centro Popular de Direitos Humanos, Bloco Eu Acho É CARO e Bigu Comunicativismo estão organizando um evento e até lançamento de campanha "A gente Pode Pagar Menos". As comemorações terá bolo gigante, panfletagem, apresentações artísticas e protesto, na próxima quinta-feira (10), a partir das 16h, na Praça do Diário, no Centro do Recife. Saiba mais no evento do Facebook - https://www.facebook.com/events/356287135150933/.


Compesa utiliza energia solar para operar sistema de dessalinização em Noronha - O Chafariz e Dessanilizador da Vila do Trinta, na Ilha de Fernando de Noronha, será a primeira unidade da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) que contará com sistema de geração de energia solar fotovoltaica. A partir da próxima semana, Compesa inicia o projeto-piloto que possibilitará utilizar energia renovável e sustentável (derivada do sol, na forma de radiação solar) para o funcionamento da unidade – a previsão é suprir cerca de 70% da energia consumida. O sistema já foi instalado pela Compesa e é composto por placas fotovoltaicas, inversor de frequência solar e seus acessórios.

Projeto piloto compensa 70% da energia consumida na unidade - Essa iniciativa demonstra a preocupação da Compesa em buscar soluções sustentáveis, principalmente, se for considerar que, hoje, a maior parte da energia gerada em Fernando de Noronha ainda provém dos combustíveis fósseis. O sistema solar instalado no Chafariz da Vila do Trinta vai utilizar o princípio de compensação de energia, conforme estabelece as resoluções da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O novo sistema solar estará ligado à rede elétrica da Celpe, e poderá exportar o excedente produzido ou consumir a energia gerada - contabilizado por meio de um medidor bidirecional. “Embora seja um ação realizada apenas nesta unidade, a Compesa irá contribuir um pouco para a conservação ambiental da Ilha de Fernando de Noronha ao reduzir a emissão de CO2”, explica o engenheiro eletricista Milton Tavares, que é o coordenador do projeto.

Ampliação do sistema de dessalinização através de energia solar - De acordo com Milton Tavares, a companhia já planejou ampliar essa ação para outras unidades operacionais no continente. A previsão é instalar outros dois sistemas solares fotovoltaicos com 75 e 230 kWp, respectivamente, no Reservatório de Perijucã, em Jardim Atlântico, Olinda, e na sede da empresa (Centro Administrativo Eduardo Campos), que fica no bairro de Santo Amaro, Recife. Os dois projetos já estão em processo de licitação. “Além disso, a Compesa também está estudando alternativas para desenvolver a geração de energia por meio da modalidade de performance com parceiros”, informa o engenheiro.

Postagens mais visitadas deste blog

Coluna do #PautaPolíticaPE

Paulo Câmara anuncia o segundo escalão do Governo de Pernambuco

Coluna do #BlogPautaPolítica

João Fernando Coutinho terá grupo político participando das eleições 2020 para prefeitura de Pesqueira

Grupo repudia tentativas de censura na Paixão de Cristo de Casa Amarela em Recife

Produção de petróleo e gás natural em 2018

2ª semana de janeiro tem superávit de US$ 1,766 bilhão na balança comercial brasileira

Silvio Costa Filho propõe criação de Frente Parlamentar em defesa do Pacto Federativo

Coluna do #PautaPolíticaPE

Paulo Câmara recebe senadores para debater projetos prioritários para Pernambuco