Dois senadores são empossados nas vagas de eleitos a governos estaduais


Tomaram posse nesta quinta-feira (3) o senador Jean-Paul Prates (PT-RN), primeiro suplente de Fátima Bezerra (PT-RN), e a senadora Mailza Gomes (PP-AC), primeira suplente de Gladson Cameli (PP-AC). A cerimônia, na sala de audiências da Presidência do Senado, foi conduzida pelo senador Paulo Rocha (PT-PA), um dos integrantes da comissão temporária que representa o Congresso Nacional durante o recesso parlamentar, até o dia 1º de fevereiro. Os senadores empossados nesta quinta terão mandato até 2023.

Gladson Cameli e Fátima Bezerra deixaram o Senado porque foram eleitos governadores em seus estados. Gladson elegeu-se no primeiro turno das eleições com quase 224 mil votos, que representam 54% dos votos válidos no Acre. Já Fátima, que será a única governadora do país, obteve 748 mil votos — 46% dos votos válidos no Rio Grande do Norte.

Área social - Em sua trajetória política, Mailza Gomes ocupou as Secretarias de Articulação Institucional e de Assistência Social no município de Senador Guiomard (AC).

"Quero fazer um agradecimento ao povo do meu estado que confiou a mim essa oportunidade. Quero representá-los muito bem, defender o meu estado com muito orgulho, compromisso, lealdade e dedicação. Estou pronta para trabalhar naquilo que houver necessidade no estado, mas particularmente gosto muito da área social, de trabalhar pela justiça social em defesa do básico, que é educação, saúde, família, trabalho, enfim, a dignidade da pessoa", afirmou Mailza na cerimônia de posse.

Energia renovável - O advogado e economista Jean-Paul Prates tem formação e experiência profissional na área de energias renováveis. Ele disse que vai dar continuidade às ações, causas e bandeiras desenvolvidas por Fátima, como nas áreas de educação, serviços públicos essenciais, desenvolvimento rural e regional, defesa dos direitos humanos e desenvolvimento de melhores condições para mulheres e LGBTs:

"A partir desse patamar básico do mandato de Fátima, queremos avançar nas áreas que dizem respeito ao meu perfil profissional e pessoal, principalmente na área do desenvolvimento sustentável, no uso dos recursos naturais de forma responsável, nas visões de futuro da nossa sociedade em termos de conforto, das cidades, do interior. Falo de veículos elétricos, de novas formas de energia, da indústria 4.0, do consumo responsável, e não do consumismo desenfreado".