Defesa do ex-presidente Lula entra com um pedido na Justiça para que o petista possa comparecer ao velório do neto

Foto: Reprodução/Internet

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pede à Justiça Federal em Curitiba para deixar a prisão e comparecer ao velório do neto, Arthur Lula da Silva, de 7 anos. A criança morreu hoje, vítima de meningite meningocócica, em Santo André, na Grande São Paulo. Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo. 

Com informações da Rádio BandNews FM.