Lula manifesta "repulsa" sobre mensagens dos procuradores da Lava Jato

Lula afirmou, na tarde de hoje (27), que recebeu as mensagens com "extrema indignação" e "repulsa". Por meio de nota enviada ao UOL, o ex-presidente disse que os procuradores "referem-se de forma debochada e até desumana" às mortes de seus entes queridos. "Foi com extrema indignação, com repulsa mesmo, que tomei conhecimento dos diálogos em que procuradores da Lava Jato referem-se de forma debochada e até desumana às perdas de entes queridos que sofri nos anos recentes: minha esposa Marisa, meu irmão Vavá e meu netinho Arthur." 

O ex-presidente afirmou ainda que nesta terça foi "um dos momentos mais tristes" na prisão. Lula disse não imaginar até então que "o ódio que nutriam" contra ele "chegasse a esse ponto". "Mas não imaginava que o ódio que nutriam contra mim, contra o meu partido e meus companheiros, chegasse a esse ponto: tratar seres humanos com tanto desprezo, como se não tivessem direito, no mínimo, ao respeito na hora da morte. Será que eles se consideram tão superiores que podem se colocar acima da humanidade, como se colocam acima da lei?", afirmou.

Veja mais clique aqui.