Com laudos técnicos, Comissão busca causas de incêndios em ônibus da RMR

A Comissão criada para apurar as causas dos recentes incêndios em ônibus da Região Metropolitana teve sua primeira reunião na tarde desta quinta-feira (19), na sede do Grande Recife. Participaram do encontro representantes do Consórcio, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, da Secretaria de Defesa Social e do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM).

Na reunião, foi discutida a necessidade de mais dados técnicos que possam amparar os próximos passos da Comissão. Para tanto, o colegiado deverá solicitar às empresas que tiveram seus ônibus danificados pelos incêndios os laudos periciais produzidos após os eventos. Com estas e outras informações que estão sendo apuradas, o grupo deve buscar, num prazo de até 120 dias, os motivos que geraram os incêndios nos veículos.

Festival Cultural da Juventude vai até domingo (22) em Pedra no Agreste de Pernambuco

Iniciou nesta quinta-feira, 19, a terceira edição do Festival Cultural da Juventude, promovido pela Prefeitura da cidade da Pedra, no Agreste Meridional. A programação conta com espetáculos cênicos, gincana e cortejos culturais, feira de artesanato, apresentações musicais e a realização do 3º concurso de queijo artesanal.

A programação começa às 13h com a realização da 3ª Gincana Cultural da Rede Municipal de ensino da cidade; às 18h começam as apresentações no Palco Teatro do Sesc com nomes como Dama do Rei , Samba de Coco Raízes, junto com Cavalhada do Tamboril e o Sertão Maracatu, de Arcoverde, o grupo de Hip Hop Stone Crew e a Capoeira, ambos da Pedra.

Na sexta-feira, dia 20 de setembro acontece a abertura do Palco Multicultural com o cantor Geraldinho Lins e a Banda O Disco.

Confira a Programação Completa do Festival:

Programação do Palco Teatro Sesc

Quinta (19/09)
18h – Cavalhada (Música – Arcoverde)
19h – Stone Crew - Hip Hop (Dança – Pedra)
19h30 – Capoeira (Dança – Pedra)
20h – Sertão Maracatu (Música – Arcoverde)
21h – Dama do Rei (Música – Caruaru)
22h – Samba de Côco Raízes (Música – Arcoverde)

Sexta (20/09)
18h – O Peru do Cão Coxo (Teatro – Limoeiro)
19h – Bacamarteiros da Barriguda (Bacamartes – Pedra)
19h30 – Jetuns e Jetuins de Mandaru (Grupo de Pífano – Pesqueira)
20h – Samba de Côco Toype Ororubá (Música – Pesqueira)
21h – Giovana Freitas (Música – Pedra)

Sábado (21/09)
16h – Escola Pernambucana de Circo (Circo – Recife)
19h – Quadrilha Junina Arrastapé (Dança – Sanharó)
20h – Siriri (Dança – Pedra)
20h30 – George Silva e os Pariceiros (Música – Arcoverde)

Domingo (22/09)
17h – Espavento (Teatro – Arcoverde)
18h – Cabeça de Alho (Música – Arcoverde)

Palco Multicultural

Sexta (20/09)
22 – Banda O Disco
0h – Geraldinho Lins

Sábado
22 – Raphael Moura
0h – Jorge de Altinho

Com informações de Amannda Oliveira

Fórum Municipal Popular de Educação do Recife realiza seminário de avaliação do PME


O Fórum Municipal Popular de Educação do Recife, em parceria com as diversas entidades e movimentos sociais, realiza a segunda edição do Seminário de Avaliação do PME do Recife. O encontro tem como objetivos avaliar e apresentar propostas para revisão do Plano Municipal de Educação da capital pernambucana. O encontro acontece nos dias 20 e 21 de setembro e conta com a participação de representantes da sociedade civil, servidores e professores municipais, além de especialistas da área.

Na próxima sexta-feira, 20, pela manhã, terá uma palestra com a presença do professor da UFPE e ex-deputado federal, Paulo Rubem Santiago, representante da CNTE, Heleno Araújo, e professora Carmem Dolores. Já no turno da tarde, os grupos de debate por eixos e no sábado, 21, pela manhã, haverá a plenária geral. O resultado da avaliação do plano será sistematizado e apresentado para o colegiado do FMPER que deverá deliberar sobre o assunto durante o pleno do órgão. O resultado final depois será compartilhado.

Fórum Municipal Popular de Educação do Recife (FMPER) - É um coletivo de ação política, independente do Governo Municipal, composto por representantes dos trabalhadores da Educação pública e privada e da sociedade civil, com o objetivo de acompanhar, monitorar e fiscalizar as Políticas Públicas Educacionais do Recife, bem como promover debates, estudos e apresentar proposições para melhoria da qualidade da Educação Básica.

Serviço:

Dias 20 e 21 de setembro
UNICAP
Rua do Príncipe, na Boa Vista - Recife

Projeto Cidadania com Vez e Voz chega às cidades de Camocim de São Félix, Brejo da Madre de Deus e Nazaré da Mata

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) realiza nesta quinta-feira (19), das 9h às 13h, em Camocim de São Félix, no Agreste, o projeto Cidadania com vez e voz. Capitaneada pelo Centro Operacional de Apoio às Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania (Caop Cidadania), a ação tem como objetivo reunir os diversos segmentos sociais para que sejam captadas demandas e necessidades cuja solução possa ser alcançada por meio do MPPE. Nos dias 23 e 26 de setembro, a iniciativa estará nos municípios de Brejo da Madre de Deus e Nazaré da Mata. Nos três locais, o evento terá tradução simultânea em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Segundo a promotora de Justiça e coordenadora do Caop Cidadania, Dalva Cabral, a ação é dedicada à toda a população, principalmente representantes da sociedade civil como os líderes comunitários, conselheiros tutelares, professores e demais interessados. “A ideia do projeto é realizar uma mobilização social para que seja possível identificar e eleger problemas locais ou setoriais que precisam ser solucionados”, destacou a promotora Dalva.

A programação inicia com a palestra Cidadania com vez e voz; na sequência, são recolhidas em urna própria as denúncias e demandas, para que seja possível criar um diagnóstico dos principais problemas e anseios da população. Sempre que necessário, as informações, denúncias ou irregularidades (discriminação, ausência de acessibilidade, abandono de pessoas ou animais, por exemplo) também são encaminhadas para as autoridades competentes.

Em outubro, será a vez dos municípios de Itaquitinga e Ferreiros receberem o projeto, nos dias 1º e 3 de outubro, respectivamente.

Serviço:

Cidadania com vez e voz - Camocim de São Félix
Onde: Auditório da Câmara Municipal, na Av. Mário Jordão, s/nº, Centro, Camocim de São Félix-PE
Quando: 19 de setembro de 2019, das 9h às 13h
Informações: (81) 3182-7411

Cidadania com vez e voz - Brejo da Madre de Deus
Onde: Praça Vereador Abel de Freitas, s/n, Centro, Brejo da Madre de Deus-PE
Quando: 23 de setembro de 2019, das 9h às 13h
Informações: (81) 3182-7411

Cidadania com vez e voz - Nazaré da Mata
Onde: Auditório da Sede das Promotorias de Justiça de Nazaré da Mata, na Travessa Pedro Diogo de Melo, 75, Centro, Nazaré da Mata-PE (por trás do Fórum).
Quando: 26 de setembro de 2019, das 9h às 13h
Informações: (81) 3182-7411

Shopping do Cabo sedia evento gastronômico


O Shopping Costa Dourada será sede, pelo segundo ano consecutivo, da Feira de Gastronomia do Instituto Federal de Pernambuco. A sexta edição do evento será realizada de 01 a 03 de outubro na praça de eventos do centro de compras. A feira terá como tema ‘Comfort Food: Receitas e Memórias’ e contará com a presença de renomados Chefs de Pernambuco.

A essência do Comfort Food está na simplicidade dos pratos. Como o tradicional arroz e feijão, uma macarronada, uma torta ou um bolo. Durante as oficinas ministradas no evento, os participantes vão aprender com os chefes de cozinha sobre o preparo deste tipo de comida, que desperta conforto e bem-estar ao ser consumida.

Os workshops serão ministrados pelo chef especialista em comida regional, residente do restaurante Reteteu, Thiago Chagas; a chef Jace Sousa, do restaurante Mingus; o chef referência em cozinha pernambucana, Rivaldo França; o chef Claudemir Barros, especialista em cozinha francesa; o especialista em confeitaria regional, chef Heleno Júnior e a chef proprietária do restaurante Porto Mix, Lúcia Soares.

Para participar das oficinas é necessário realizar a inscrição através do site do evento (https://www.even3.com.br/feiradegastronomiaifpe/) e validar a inscrição doando 1kg de alimento não perecível.

Além das oficinas, mini degustações e apresentações de preparações temáticas feitas pelos alunos do curso técnico do IFPE Campus Cabo de Santo Agostinho acontecerão todos os dias. Durante a feira também acontecerá concursos gastronômicos. Já é possível realizar a inscrição para participar do I Concurso de Fotografia Gastronômica, III Concurso de Drinks e V Concurso de Sobremesas.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

· dia 01:

14:00 - Abertura do evento;
15:00 - Aula show com o Chef Thiago das Chagas;
16:30 - III Concurso de Drinks;
17:00 - Mostra de Cozinha das Américas e Cozinha Pernambucana;
18:30 - Aula show com o Chef Rivandro França;

· dia 02:

15:00 - Aula show com o Chef Claudemir Barros;
16:30 - I Concurso de Fotografia Gastronômica;
17:00 - Mostra de Cozinha Européia e Cozinha Brasileira;
18:30 - Aula show com a Chef Jace Souza;

· dia 03:

15:00 - Aula show com o Chef Lúcia Soares;
16:30 - V Concurso de Sobremesa;
17:00 - Mostra de Cozinha Asiática e de Panificação e Confeitaria;
18:30 - Aula show com o Chef Heleno Júnior.

Moradores fazem mutirão de limpeza em área de descarte irregular de lixo e entulhos no Sítio dos Pintos


Moradores do bairro de Sítio dos Pintos, na zona norte do Recife, realizam uma campanha de conscientização entre os vizinhos para evitar o acúmulo de lixo e entulhos em antigo campinho da localidade. O grupo de moradores já fez um mutirão para limpar o espaço na Rua Parque Santa Maria, que era espaço utilizado para a prática desportiva. A proposta é revitalizar o local: a comunidade vai criar um espaço verde com jardim para ocupar o local onde o lixo e entulho era acumulado. Os moradores da comunidade também estão plantando mudas, reorganizando o espaço para dar um toque de alegria e lazer.



A iniciativa surgiu depois que vizinhos da localidade se incomodaram com o volume de sujeira que ficava acumulada no local que servia de lazer para os jovens. Para solucionar o problema, os moradores organizaram mutirões para limpar a área durante os finais de semana. Agora, eles compartilham as ações nas redes sociais para conscientizar a população com informações e orientações em relação ao descarte correto de entulho e lixo.

Debate sobre comunicação e democracia na UFPE


Entre os dias 1 e 3 de outubro, o auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFPE receberá o seminário "Que País é esse – Comunicação e Política em uma Democracia em Crise". Na conferência de abertura do evento, a discussão "#VazaJato: as encruzilhadas da mídia, da política e da justiça" contará com a presença do diretor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori. Confira a programação completa [http://bit.ly/2kR8r5h]. O seminário é uma realização dos programas de pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) e de Sociologia (PPGS) da UFPE, do Programa Fora da Curva e da Marco Zero Conteúdo.

Governo reúne setor produtivo para diálogo sobre mulheres e mercado de trabalho

Encontro com federações e Sistema S inaugura fóruns de diálogo do Pernambuco Por Elas. A iniciativa é coordenada por Luciana Santos, que estará à frente do governo do Estado, em razão de viagem do governador Paulo Câmara.

Na próxima segunda-feira (9), a partir das 14h, a governadora em exercício Luciana Santos coordena reunião com representantes do setor produtivo do Estado, no Palácio do Campo das Princesas. Na pauta, uma discussão sobre emprego, renda e autonomia para as mulheres. O encontro – realizado em parceria com a Secretaria da Mulher – inaugura os Fóruns de Diálogo do Pernambuco por Elas, uma iniciativa que visa reunir informações, propostas e esforços pela inserção justa e cidadã das mulheres no mundo do trabalho.

Luciana assumirá o cargo interinamente, em razão de viagem do governador Paulo Câmara. Foram convidados para o fórum representantes de entidades como Fecomércio, Sesc, Senac, Fiepe, Sesi, Senai, IEL, Faepe, Femicro e Sebrae. Do governo, participarão os secretários da Mulher, Silvia Cordeiro; de Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes; de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo; de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto; e de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach; além do presidente da ADDiper, Roberto Abreu e Lima.

O Pernambuco por Elas reúne as ações do Grupo de Trabalho sobre Mulheres e o Mercado de Trabalho em Pernambuco, instituído pelo decreto Nº47.386, de 30 de abril de 2019. O objetivo é fortalecer, direcionar e ampliar as políticas públicas de trabalho e renda para mulheres, que serão avaliadas e vão contribuir para a construção do Pacto pelo Emprego, com o fortalecimento feminino no setor produtivo.

A iniciativa pretende envolver todas as esferas do governo e da sociedade em um grande esforço por maior equidade no mundo do trabalho. Os próximos fóruns envolverão representantes de entidades de trabalhadores; das cadeias de Tecnologia, Cultura, Turismo, Saúde, Infraestrutura, Logística e Conhecimento.

O diálogo com a sociedade se dará também por meio digital. A categoria “Mulher, trabalho e renda”, dentro do portal www.participa.pe.gov.br, reúne propostas da população sobre o tema. Qualquer um pode contribuir. Será lançada ainda uma página específica do Pernambuco Por Elas, também aberta ao debate.

Mais de 40% dos lares brasileiros são chefiados por mulheres. Mais de 80% das crianças brasileiras até quatro anos têm mulheres como primeiro responsável. A taxa de desocupação das mulheres no país, contudo, é 36,9% maior que a dos homens. Elas ganham salários menores e ocupam menos cargos de chefia, embora estudem mais.

O governo de Pernambuco quer ajudar a mudar esse quadro. “Acreditamos que a autonomia econômica pode transformar a vida das mulheres, porque ela contribui diretamente para o empoderamento feminino e o combate à violência de gênero e ao machismo. Quando uma mulher está bem colocada no mercado de trabalho, isso tem impacto direto na qualidade de vida das famílias e também na economia do país”, defende Luciana Santos, que coordena o grupo de trabalho.

De acordo com relatório 2017 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil pode expandir sua economia em até R$ 382 bilhões até 2025, se aumentar a inserção das mulheres no mercado de trabalho em 25%.

Serviço

Fórum de diálogo Pernambuco por Elas – Autonomia, Trabalho e Renda, com setor produtivo
Segunda, 09/09/2019
Horário: 14h
Local: Sala das Bandeiras, Palácio do Campo das Princesas

Paulo Câmara viaja para Singapura e Luciana Santos assume o governo


Governador participa, entre os dias 10 e 14, de seminário promovido pela Fundação Lemann no país asiático

O governador Paulo Câmara transmitiu o cargo para a vice-governadora Luciana Santos neste sábado (07/09), quando viaja a Singapura, na Ásia, para participar, durante os próximos dez dias, de um evento internacional a convite da Fundação Lemann. O seminário Gestão Pública, Educação e Gestão de Pessoas de Singapura será realizado entre os dias 10 e 14 de setembro naquele País.

Paulo Câmara integrará um grupo de governadores brasileiros que buscam a implementação de políticas públicas que contribuam para um Brasil mais desenvolvido. O grupo conta, também, com representantes do Governo Federal e da Sociedade Civil nesse segmento.

Singapura é considerada referência internacional quando o assunto é gestão pública, sempre com um olhar voltado para a promoção de entregas aos cidadãos, com foco no desempenho e desenvolvimento de lideranças e servidores. O objetivo dessa imersão é aprender com as experiências da cidade-estado e discutir os avanços no Brasil, além de proporcionar um espaço de aprendizado, troca de experiências e pluralidade de visões.

Deputado Tadeu Alencar participa de debate sobre os atuais desafios da democracia no Brasil

Líder do PSB na Câmara, o deputado Tadeu Alencar (PE) participou, na tarde desta quarta-feira (4), do debate sobre os “Desafiosda democracia no Brasil: inovação, participação e representação num mundo hiperconectado”. Promovido pela Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS) em parceria com o Estadão, o encontro contou ainda com a presença do cientista político Fernando Guarnieri, do gerente de políticas públicas do Twitter no Brasil, Fernando Gallo, e da diretora-executiva da RAPS, Mônica Sodré. Na ocasião, ficou clara a premente necessidade de mudanças no sistema político brasileiro e na forma como ele se conecta com a sociedade.

Para Tadeu, é preciso que haja realinhamento dos partidos políticos com a população, que reiteradamente demonstra sua descrença com a política brasileira e seus representantes. “Temos um sistema político marcado por grande distância entre representantes e representados, e a junção de fatores como a falta de ética de alguns políticos, de efetividade dos governos e o atual sistema de financiamento fez com que muitos vejam a política com maus olhos.“

Outro ponto bastante abordado pelo parlamentar diz respeito às mudanças no modelo de financiamento eleitoral, de maneira a diminuir, cada vez mais, a influência do poder econômico nas decisões políticas. “O financiamento privado permitiu uma adulteração do processo eleitoral brasileiro. E esse sistema de financiamento é determinante, mas acredito que não conseguimos traduzir para a sociedade o quanto ele influencia diretamente na política”, destacou.

Apesar de admitir que a inclusão digital ainda não alcança a todos, especialmente os mais pobres, Tadeu acredita que a tecnologia promoveu a aproximação do eleitorado com quem os representa. Mas, segundo ele, ainda é preciso aumentar os mecanismos de participação popular, fundamentais para a democracia.

Dois lados – A atual polarização da política também foi amplamente discutida no debate. Fernando Guarnieri explicou que algumas linhas da Ciência Política chegam a defender a polarização como maneira de definir posicionamentos, mas, segundo ele, o que se observa no Brasil é uma polarização por afinidade. “Esse tipo de pensamento não nos leva a avanços na democracia. Nosso grande desafio atualmente é mostrar que a democracia é uma das melhores invenções do homem, mas é preciso buscar maneiras de aperfeiçoar os mecanismos que regem esse sistema", afirmou em consonância com a fala do deputado Tadeu Alencar.

A abertura de espaços de debates entre diferentes pensamentos foi defendida pela diretora-executiva da RAPS. Para Mônica Sodré, é preciso voltar a despertar o interesse da população pela política. “Precisamos encontrar nova forma de se organizar e de coexistir com o que vivemos atualmente”, ressaltou Sodré ao reforçar a fala do deputado socialista sobre o grande desgaste da credibilidade da política e dos políticos no Brasil.

RAPS – A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade é uma organização fundada em maio de 2012, que tem como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade da democracia brasileira. Isso é feito mediante a atração, seleção, formação, apoio e monitoramento de lideranças políticas – com e sem mandatos eletivos – comprometidas com a ética, a transparência e a sustentabilidade. Ela é composta por 576 lideranças localizadas por todo o Brasil, pertencentes a 29 partidos políticos diferentes. O deputado Tadeu Alencar é um dos integrantes da RAPS.

O debate desta quarta-feira foi mediado pela jornalista Eliane Cantanhêde. Estiveram presentes no debate os deputados socialistas Alessandro Molon (RJ), Rafael Motta (RN), Rodrigo Agostinho (SP) e Rodrigo Coelho (SC).

*Com informações de Tatyana Vendramini/PSB na Câmara
*Créditos das fotos: Chico Ferreira/PSB na Câmara

Deputado Daniel Coelho se encontra em Brasília com a delegada Patrícia Domingos

A delegada de Polícia Civil de Pernambuco, Patrícia Domingos, foi convidada a explicar na Câmara dos Deputados, detalhes do processo de extinção da Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos de Pernambuco (Decasp). Antes do evento, Patrícia se reuniu com o líder do Cidadania, deputado Daniel Coelho (PE).

A audiência pública foi realizada nesta quarta-feira (4) na Comissão de Segurança Pública da Casa.

A unidade de Polícia que era chefiada por Patricia, a Decasp, foi extinta por decisão do governador Paulo Câmara (PSB) após realizar mais de 15 operações, que resultaram em 49 presos, entre políticos e empresários envolvidos em esquemas de corrupção que, juntos, superam R$ 150 milhões.

De acordo com Daniel, o caso de perseguição pelo governo local à delegada repercutiu nacionalmente.

“Essa polêmica acabou ganhando o Brasil. É lamentável o que ocorreu em Pernambuco (fechamento da Decasp), mas ao mesmo tempo, é preciso lutar para que este episódio não se repita”, disse Coelho.

Patrícia foi convidada por parlamentares que discutem a extinção pelo governo do Tocantins de uma delegacia local que também combate a corrupção.

“A gente traz esta experiência ocorrida em Pernambuco para poder servir ao debate e trazer à luz estes fatos”, disse a delegada, em entrevista a jornalistas.

Juntas criticam atuação da Força Nacional em Paulista

Titular do mandato coletivo Juntas (PSOL), Jô Cavalcanti fez críticas, na Reunião Plenária desta terça (3), às ações de repressão adotadas pela Força Nacional no município de Paulista (Região Metropolitana do Recife). De acordo com ela, motoristas e cobradores de ônibus têm sido revistados indiscriminadamente em terminais de integração. “Isso tem gerado indignação entre esses profissionais, que se sentem desrespeitados, e até na própria população”, afirmou.

A ação de cem policiais da Força Nacional em Paulista é parte do Programa Em Frente Brasil, que busca o enfrentamento à criminalidade em cidades com altos índices de violência. “Estamos preocupadas com o desdobramento dessa ação. Se antes de completar uma semana já estão ocorrendo incidentes, nos preocupa o que virá pela frente, pois a previsão é de que os soldados permaneçam em Paulista por quatro meses no policiamento ostensivo, além de seis meses no apoio à polícia judiciária e à perícia forense”, expressou Jô.

Na avaliação da codeputada, o programa não é suficiente para gerar efeitos na redução da criminalidade, uma vez que se inspira em “iniciativas que não deram certo”, como as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) do Rio de Janeiro. Ela questionou, ainda, por que as ações nas áreas de lazer, educação, assistência social, entre outras, previstas na segunda fase para atacar as causas da violência, não são realizadas simultaneamente às de repressão.

“Solicitamos ao governador que se mantenha vigilante na atuação da Força Nacional, para que não se repitam essas abordagens aos cobradores de ônibus”, concluiu Jô Cavalcanti.

Comissão de Justiça aprova reajuste no piso salarial dos professores


A correção no valor do piso salarial dos professores da rede pública estadual foi aprovada, nesta terça (3), pela Comissão de Justiça. Com o reajuste de 4,17% previsto no Projeto de Lei nº 467/2019, encaminhado pelo Poder Executivo, o valores passam de R$ 2.455,35 para R$ 2.557,74, por 200 horas-aula mensais, e de R$ 1.841,56 para R$ 1.918,36, por 150 horas. O acréscimo é retroativo ao dia 1º de janeiro para os profissionais de nível médio que recebiam abaixo do piso. A proposição recebeu uma emenda que estendeu a correção aos docentes do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco.

Além dos novos valores de vencimento-base, a proposição faz outros ajustes na carreira, válidos a partir de outubro, para quem recebe acima do piso. As disposições são extensivas às aposentadorias e pensões. Já o auxílio educacional – concedido aos servidores ocupantes dos cargos públicos efetivos de analista em gestão educacional, assistente administrativo educacional e auxiliar de serviços administrativos educacionais – passa de R$ 127 para R$ 175,45 mensais.

O projeto assegura o cumprimento, pelo Governo Estadual, da atualização anual do piso, estabelecida pela Lei Federal n° 11.738/2008. Ao dar parecer pela aprovação, a relatora da matéria, deputada Teresa Leitão (PT), frisou que o texto é fruto de “negociação exaustiva” com a categoria dos professores. “O piso é ajustado anualmente, mas neste ano houve mais dificuldades em função da situação financeira do Estado. Ainda assim, conseguiu-se chegar a uma pactuação do sindicato com o Governo”, comentou.

A parlamentar lamentou, porém, que servidores do Conservatório Pernambucano de Música tenham ficado de fora. Romário Dias (PSD) propôs que estes sejam incluídos por meio de uma emenda enviada pelo Governo antes da votação em segundo turno no Plenário. A petista defendeu, ainda, a reformulação do Plano de Cargos e Salários do Magistério para corrigir o “achatamento” que aproxima o salário do professor com formação superior ao daquele de nível médio.

Outros projetos – Durante a reunião, a Comissão de Justiça aprovou, ainda, o PL nº 446/2019, que obriga as pessoas jurídicas que celebram contratos com a administração pública estadual – inclusive organizações sociais – a implementarem um Programa de Integridade. Esse conjunto de mecanismos e procedimentos internos é voltado para auditoria, controle e incentivo à denúncia de irregularidades e aplicação de códigos de ética e conduta. Contempla, ainda, políticas e diretrizes para detectar e sanar desvios, fraudes, irregularidades e atos ilícitos.

O projeto foi relatado por Antônio Moraes (PP). Na discussão, Priscila Krause (DEM) correlacionou a proposta à Lei Estadual nº 16.309/2018, que teve o texto-base elaborado por uma comissão especial criada na Assembleia Legislativa. “Mais do que punir descaminhos, é importante criar meios para prevenir atos de corrupção e proteger a administração pública”, observou a deputada.

O colegiado também deu aval, nos termos de um substitutivo da Comissão de Meio Ambiente, ao PL nº 134/2019, que trata da proibição do uso de veículos de tração animal nas áreas urbanas de municípios pernambucanos. Se aprovada, a norma entra em vigor em 2025 nas localidades com mais de 200 mil habitantes e em 2030, nas que têm mais de 100 mil moradores. Em 2035, ela passa a valer para todas as cidades. Recebeu parecer favorável, ainda, o PL nº 445/2019, que institui a Política de Educação Ambiental de Pernambuco, com princípios e objetivos voltados para a sustentabilidade e a melhoria nas condições de vida da população.

Fotos: Evane Manço

Delegada Gleide Ângelo pode ser candidata a prefeita do Recife em 2020


Mais um nome aparece na pré-candidatura para Prefeitura do Recife em 2020, é o da delegada e atual deputada estadual Gleide Ângelo (PSB). Segundo informações de bastidores, a recém deputada eleita  vem obtendo boas posições em pesquisas encomendadas por alguns partidos políticos, interessados em investir num candidato com boa popularidade. 

Gleide é servidora pública estadual na Polícia Civil, ela foi a deputada estadual mais votada da história de Pernambuco com 412.636 votos e é líder do PSB na Assembleia Legislativa. O nome de Gleide Ângelo vem sendo ventilado como candidata fortíssima para concorrer à prefeita do Recife 2020, por causa dos 157.181 votos que ela teve nas eleições de 2018 na capital pernambucana.

Votação nas cidades da Região Metropolitana para delegada Gleide Ângelo em 2018:

Jaboatão dos Guararapes - 66.779 votos
Olinda - 48.706 votos
Paulista - 33.734 votos
Camaragibe - 18.406 votos
Cabo de Santo Agostinho - 14.157 votos
Abreu e Lima - 11.351 votos
São Lourenço da Mata - 11.011 votos
Igarassu - 7.129 votos
Moreno - 6.101 votos
Goiana - 2.963 votos
Ilha de Itamaracá - 1.462 votos
Itapissuma - 1.072 votos
Araçoiaba - 972 votos

Além do nome de Gleide, outros nomes estão sendo comentados nos bastidores da política pernambucana. É o caso de João Campos e Felipe Carreras, ambos do PSB.

Em Pernambuco, votação para os conselheiros tutelares não contará com urnas eletrônicas


Com informações do Blog da Folha - A votação para os conselheiros não contará com urnas eletrônicas no Estado, por falta de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE).“Significa um custo adicional enorme, vamos alugar 420 máquinas. A Emprel (Empresa Municipal de Informática) criou um sistema eletrônico semelhante ao das eleições convencionais”, explica Ana Farias. “É uma área que tem prioridade absoluta, que é a da infância, mas não contamos com o apoio do TRE-PE”, corrobora Lapenda, frisando que está confiante que o Tribunal ceda, ao menos, a listagem com zona eleitoral. A situação, no entanto, não é regra no País. No Rio de Janeiro, por exemplo, todos os municípios com mais de 200 mil habitantes utilizarão as urnas eletrônicas, mas arcarão com os custos. Somente a capital, terá quase 1.000 urnas à disposição.

Em nota, o TRE-PE afirmou que, desde maio, suspendeu o empréstimo de urnas eletrônicas para eleições não-oficiais, citando duas razões. A primeira é a ausência de "efetivo controle" do uso das urnas. "No período em que as urnas estão na posse das entidades requerentes, a Justiça Eleitoral não detém o efetivo controle de uso e destinação das mesmas. Assim, fica bastante difícil impedir a perpetração de fatos irregulares ou ilegais, com potenciais e consideráveis danos à imagem da Justiça Eleitoral e a segurança da urna eletrônica”. O segundo está ligado à "grande quantidade de servidores envolvidos numa eleição não-oficial". Sobre a lista de cadastro de eleitores, justificou que ela pertence ao Tribunal Superior Eleitoral e é regida pela por uma resolução que “veda a entrega de dados pessoais ou qualquer informação que possa identificar o eleitor e sua seção".

Fonte: Folha PE