#EspaçoCultural: Desenhos de Philipe Sidartha em exposição e livro na Casa do Cachorro Preto


Uma série desenhada em Post ists. Coração, gente e lugares. 35 peças e um livrinho. É o que Philipe Sidartha preparou para apresentar na exposição que abre neste sábado, 30, às 18h, nA Casa do Cachorro Preto. O desenho pelo desenho. Um traço tênue como marca registrada. Philipe Sidartha tem 38 anos e é  arquiteto de patrimônio histórico. Mas o desenho está sempre lhe cobrando um protagonismo maior em sua atuação profissional. Ilustrações e histórias em quadrinhos tomam cada vez mais a sua dedicação. 

Nascido em Santa Catarina, por dever de ofício já morou no Pará, em Brasília e Salvador. Os últimos 3 anos, passados em Olinda e Recife, foram decisivos para sua produção mais constante, porque se disciplinou a desenhar diariamente. NA Casa do Cachorro Preto já participou da coletiva de final do ano de 2013 “Pilhagem” e também teve seus trabalhos expostos no Festival Pai da Mata de 2014. Os desenhos desta exposição são um recorte nessa variedade de caminhos percorridos e um exemplo desse período recente de busca. Durante a abertura da exposição, também será lançado, de sua autoria, “Humano, demasiado humano”, da série olho de bolso, da Livrinho de Papel Finíssimo Editora.   

Serviço:
Abertura da exposição Desenhos de Philipe Sidartha 
Lançamento: Olho de Bolso “Humano, demasiado humano” 
Apresentação DJ Koblitz Sábado,30 de agosto de 2014 18h. 
A Casa do Cachorro Preto Rua 13 de maio, 99 – Cidade Alta – Olinda Entrada livre.