#EspaçoCultural: Muita munganga com Mateus e Catirina em cena no Recife


O espetáculo que cumpriu temporada em Cuiabá, em Natal e em Recife apresentando com muito humor a relação do casal Mateus e Catirina e a cultura pernambucana, volta para novas apresentações. 

Depois de uma caminhada de sucesso, a comédia “25 anos de Munganga” volta em cartaz no Teatro Arraial, de 05 de setembro à 04 de outubro, às 20h, sempre as sextas e sábados. O casal Mateus e Catirina, interpretado pelos atores Ivan Leite e José Brito, passa a limpo com muita graça os 25 anos de relacionamento dos personagens. As cenas narram causos sobre toalha molhada, escova de dente, sogra, peças íntimas, roupas espalhadas pela casa, entre outras situações, que dão motivos para as confusões entre essa dupla. 

Com texto dos atores e direção de Alberto Braynner, um dos objetivos é o de comemorar uma carreira de sucesso, onde os personagens, que nasceram no teatro ganharam o mundo em ações educativas, ações promocionais, em eventos culturais, particulares e públicos, mas sempre promovendo cultura popular pernambucana, seus folguedos e o improviso como forma de entretenimento. “25 anos de Munganga” é uma terapia de casal exposta ao público, que, inclusive, participa do espetáculo, interferindo diretamente no desenrolar da peça, opinando e escolhendo quem está certo ou errado, deixando ainda mais engraçada e confusa a vida desses personagens cheios de gestos, caras e bocas. O público poderá ainda subir a cena e serem testemunhas e padrinhos no tão sonhado casamento de Catirina. 

No folguedo popular, Mateus e Catirina, originários do Bumba Meu Boi, é um casal de escravos de uma fazenda. Ela, grávida, deseja comer a língua o boi do capitão. Mateus depois de muita munganga mata o boi e tira a língua. Nisto é que se dá o auto do boi e um jogo cênico, com vários personagens, músicas e dança para fazer o boi reviver. 

“25 Anos de Munganga!” preserva a tradição ancestral do brinquedo do boi, sem esquecer o contexto contemporâneo em estão inseridos os personagens e seu público. No espetáculo referencias diretas à cultura popular são apresentadas em casa cena, como os estandartes das agremiações ou a figura do rei e rainha do maracatu, ou ainda um frevo rua rasgado! É um passeio pelos folguedos pernambucanos. 

Mateus muito “matreiro” sempre tentando ludibriar a Catirina. Já ela, por sua vez, tenta de também dar a volta nele, neste jogo de empurra-empurra o casal lava a roupa suja ali na frente e no meio de todos com discussões sobre sua vida, direitos e deveres, responsabilidades e tudo inerente a vida deles e de todos, tudo isso com uma boa dose de humor, leve, engraçada, divertida, sem palavras de baixo calão, com o proposito de divertir e relaxar. 

A equipe central traz nomes de grande experiência na comédia e no fazer do teatro popular. Ivan leite que tem no currículo espetáculos como “Cancão de Fogo”, “Pastoril - a jornada” e o “Auto da Compadecida”. José Brito interpretou desde “Jesus” do “Auto da Compadecida”, passando por“Apareceu a Margarida”, “Aurora da Minha Vida” até “Cinderela a Historia que sua Mãe não Contou”. E Alberto Braynner, que além da experiência em diversas comédias musicais, tem formação na “La Casona” Métodos das Ações Físicas de Barcelona-Espanha. 

A realização é da MC Produções, que reuniu uma coletânea de tudo que Ivan e Brito fizeram ao longo da carreira com estes personagens, condensando no casal mungangueiro a realidade do cotidiano de um relacionamento. 

Serviço: 
25 Anos de Munganga 
 Teatro Arraial 
Sextas e Sábados – às 20h 
 05 setembro à 04 de outubro 
Ingressos: R$ 40,00 (intera) e R$ 20,00 (meia )