Coluna #PautaPolíticaPE desta sexta-feira

Paulo Câmara terá chapa majoritária fechada com PP, PT e MDB - Correligionários próximos de Paulo Câmara compartilharam a informação que a chapa para a disputa pela reeleição do governador socialista já está quase fechada. A composição é um misturada, nem muito estranha e tal pouco novidade, pois se deve confirmar na vice, o nome do deputado estadual Pastor Cleiton Collins (PP), ligado ao grupo do deputado federal Eduardo da Fonte, e assim substituirá o atual vice-governador Raul Henry (MDB) que também poderá perder de vez a direção da legenda no estado. Para os cargos de senador, os nomes são: João Paulo (PT), ex-prefeito do Recife e ex-deputado federal, e Jarbas Vasconcelos, deputado federal e ex-governador de Pernambuco.

PCdoB, PSD e PR fora da chapa majoritária de Paulo Câmara - Nesta lista da majoritária do governador Paulo Câmara está faltando alguns nomes, por exemplo, o deputado federal e presidente estadual do PSD, André de Paula, a presidenta nacional do PCdoB e deputada federal, Luciana Santos, e do deputado federal licenciado e presidente do PR, Sebastião Oliveira, ambos estão aguardando "as ordens" ou "as portas se fecharem" para decidirem que caminho vão seguir.

Projeto relatado por Armando ampliando o microcrédito vai à sanção presidencial - O plenário do Senado aprovou parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto de lei de conversão que, entre outros benefícios aos micro empreendedores, aumenta para R$ 200 mil anuais o limite da renda bruta para se ter acesso ao microcrédito. Antes, só podia obter microcrédito quem tinha receita apenas até R$ 120 mil por ano. Já votado na Câmara dos Deputados, a matéria na qual foi convertida a Medida Provisória 802 vai agora à sanção presidencial. O projeto de lei moderniza o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), criado há 12 anos. Em outra alteração importante, autoriza o uso no microcrédito dos recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), Norte (FNO) e Centro-Oeste (FCO). Permite, também, orientação pela internet – e não apenas presencial – ao tomador do microcrédito, reduzindo os custos deste tipo de financiamento. Segundo Armando Monteiro, o projeto fortalece o PNMPO, estimulando o empreendedorismo popular, a geração de renda da parcela mais vulnerável da população e tornando possível a saída de programas sociais como o Bolsa Família. “Mais do que um mero mecanismo de crédito, o PNMPO é um instrumento fundamental de combate à pobreza”, assinalou o senador pernambucano.

Postagens mais visitadas deste blog

Coluna do #BlogPautaPolítica

Inscrições abertas para estágio de nível médio no MPPE

João Fernando Coutinho terá grupo político participando das eleições 2020 para prefeitura de Pesqueira

Paulo Câmara anuncia o segundo escalão do Governo de Pernambuco

Coluna do #PautaPolíticaPE

2ª semana de janeiro tem superávit de US$ 1,766 bilhão na balança comercial brasileira

Coluna do #BlogPautaPolítica

Produção de petróleo e gás natural em 2018

Silvio Costa Filho propõe criação de Frente Parlamentar em defesa do Pacto Federativo

Grupo repudia tentativas de censura na Paixão de Cristo de Casa Amarela em Recife