Coluna #PautaPolíticaPE desta sexta-feira


Datafolha mostra que Haddad cresce e Bolsonaro perdeu apoio - Com informações da CBN, o candidato do PSL ainda sustenta liderança uniforme, exceto no Nordeste, onde Fernando Haddad tem 56% dos votos totais e ele, 30%. A maior subida do petista ocorreu na região Norte, onde ganhou sete pontos, seguido da Sul, onde ganhou quatro.

Haddad, Bolsonaro e a economia - Com informações da BBC Brasil, o próximo presidente do Brasil vai assumir um complicado quadro econômico. Apesar de a recessão ter tecnicamente ficado para trás há mais de um ano, a retomada da economia está ocorrendo de forma lenta e seus efeitos não chegam a ser percebidos por muitos brasileiros. A taxa de desemprego, por exemplo, é de 12% - cerca de 13 milhões de pessoas estão procurando trabalho e outras 4,8 milhões desistiram de ir atrás de um novo emprego. Jair Bolsonaro é orientado por um economista liberal e Fernando Haddad prevê usar o Estado para gerar empregos.