Coluna #BlogPautaPolítica: Cultura, política e trabalho

Vencedor do Prêmio CEPE Nacional de Literatura - O professor e escritor, Ricardo Braga, lança seu livro "A flor lilás e outros contos", na próxima quarta-feira (21), no bairro do Recife Antigo, na capital pernambucana. Sinopse: Cenas que se desenrolam em Pernambuco, Rio de Janeiro e Amazonas, mesclam episódios reais e voos livres da imaginação, ora de forma dolorosa ora com leveza e bom humor no livro do escritor pernambucano Ricardo Augusto Pessoa Braga. Vencedor do III Prêmio Cepe Nacional de Literatura (categoria Contos), A flor lilás e outros contos aborda em seus dez textos temas que evocam lembranças perdidas no primeiro dia do ano, entre oferendas jogadas ao mar e um reencontro amoroso, ou o cenário árido do Sertão, em que a fome, o êxodo, as relações frustradas, o amor e a morte expõem o complexo da vida, o florescer e o fracasso das relações, a morte por amor. Tudo permeado pela lembrança emblemática de uma flor lilás. Esse é o segundo livro de Ricardo Braga, também biólogo e professor da Universidade Federal de Pernambuco, que é lançado pela Cepe. Em 2014, a editora compilou em Ecologia do cotidiano as crônicas publicadas na coluna Foco Ambiental mantida nos portais do Sistema Jornal do Commercio desde 2007.

Arcebispo Fernando Saburido recebe visita do ministro do Trabalho - O ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, visitou na última quarta-feira (14) o Cardeal Arcebispo de Recife e Olinda, Dom Antônio Fernando Saburido, na Cúria Metropolitana. No encontro, o ministro apresentou a Escola do Trabalhador e solicitou a divulgação do projeto de qualificação profissional do Ministério do Trabalho no âmbito da Arquidiocese e em todo o estado de Pernambuco. Na audiência, o ministro enfatizou a necessidade da preservação institucional do Ministério do Trabalho e destacou a sintonia das atribuições da Pasta com encíclicas papais, especialmente a Laudato Si, emitida pelo Papa Francisco em 2015. Essa encíclica critica o consumismo e aborda a necessidade do trabalho e de uma gestão global mais responsável dos recursos naturais como forma de combater a degradação ambiental. Ao elogiar a iniciativa, Dom Fernando disse que fará ampla divulgação da Escola do Trabalhador. Ele também afirmou estar preocupado com o destino do Ministério do Trabalho, instituição que classificou como muito importante para o país.