PSOL pede que seja investigada caso da carta anônima enviada ao diretório de história da UFPE

Nesta última terça-feira, dia 06 de novembro, foi deixada uma carta anônima no Diretório Acadêmico de História na Universidade Federal de Pernambuco, com ameaças e ofensas destinada a professores do Centro de Filosofia e Ciências Humanas e a estudantes, entre estes um ativista ligado ao PSOL no estado. A carta é carregada com teor misógino e LGBTfobico, com objetivo claro de intimidar e ameaçar os citados por envolvimentos políticos na luta por direitos sociais. Estendemos solidariedade a todos e todas pessoas citadas e repudiamos essa carta e tudo que ela representa nesse momento político delicado no país.

A forma que foi deixada e a não identificação demonstra a covardia de quem fez. O avanço do fascismo é um fato e não enxergar isso é negligenciar a segurança e a vida desses/as companheiros/as. A reação deve ser rápida e firme. Não aceitaremos qualquer ação intimidadora e discriminatória com esclarecida perseguição política. A história se repete, e já vimos onde isso desemboca.

Não recuaremos, o PSOL Pernambuco exige a apuração dos fatos e o posicionamento da Universidade Federal de Pernambuco sobre esse evento, que ameaça não só os citados, como também a democracia e a pluralidade que deveria existir em um ambiente educacional como este.

Direção Estadual do PSOL Pernambuco

Nota divulgada pela Universidade Federal de Pernambuco: