Sistema facilita acesso de argentinos no Brasil


O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, esteve reunido esta semana com a diretora executiva da Polícia Federal, Silvana Borges, para discutir os detalhes do sistema que agiliza a entrada de argentinos no Brasil. Por meio de um cadastro preliminar, os turistas dos países vizinhos terão um acesso rápido, com uma checagem simplificada por meio eletrônico. Em fase piloto, o sistema atende, neste primeiro momento apenas os visitantes argentinos no posto de controle terrestre de Uruguaiana. Após o teste, iniciado nesta quinta-feira (20), a facilidade pode ser expandida para outras portas de entrada e para beneficiar todas as nacionalidades do Mercosul.

O Brasil recebeu 2,67 milhões de turistas argentinos em 2017, o que representa 40% do volume total dos visitantes internacionais que estiveram no país. Mais da metade (1,38 milhões) dos turistas do país vizinho entrou via terrestre e Uruguaiana (RS) é o principal ponto de acesso dos argentinos no brasil. Para facilitar a entrada dos argentinos e movimentar o turismo no Brasil, a Polícia Federal implementou um sistema que permite o acesso rápido àqueles que fizeram um cadastro preliminar. Basta o turista apresentar o cadastro impresso com código de barras ou em aplicativo de celular sem precisar descer do carro.

“Na fase inicial, o sistema passará a funcionar apenas em Uruguaiana para os argentinos. Após os ajustes finos no software a ideia é expandir para outros pontos de controle e outras nacionalidades no próximo ano”, comentou a diretora executiva da PF, Silvana Borges. Para o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, a iniciativa da Polícia Federal é extremamente importante para movimenta o turismo. “Quando um turista tem de ficar por mais de 10 horas num engarrafamento para acessar um destino, ele tende a buscar outras opções. Precisamos desses visitantes para gerar empregos e movimentar a economia do país”, comentou o ministro. Os documentos exigidos para o pré-cadastro são os mesmos do acesso convencional e não há custo adicional para o visitante internacional fazer o registro preliminar.

Outra novidade no sentido de facilitar a entrada de turistas estrangeiros no Brasil é o acesso rápido para os visitantes dos países beneficiados pelo visto eletrônico: Austrália, Japão, Canadá e Estados Unidos. Nos aeroportos do Galeão (RJ), Guarulhos (SP) e Campinas (SP), os viajantes dessas nacionalidades podem entrar no Brasil em filas específicas equipadas com leitor ótico, num sistema totalmente automatizado. Implantado em outubro de 2017, o visto eletrônico gerou um aumento de pedidos de entrada no Brasil de 43% nos quatro países beneficiados. Levando em consideração o gasto médio desses turistas, a medida injetará US$ 71,5 milhões a mais na economia brasileira por ano.

Postagens mais visitadas deste blog

Coluna do #PautaPolíticaPE

Paulo Câmara anuncia o segundo escalão do Governo de Pernambuco

Coluna do #BlogPautaPolítica

João Fernando Coutinho terá grupo político participando das eleições 2020 para prefeitura de Pesqueira

Grupo repudia tentativas de censura na Paixão de Cristo de Casa Amarela em Recife

Produção de petróleo e gás natural em 2018

2ª semana de janeiro tem superávit de US$ 1,766 bilhão na balança comercial brasileira

Silvio Costa Filho propõe criação de Frente Parlamentar em defesa do Pacto Federativo

Coluna do #PautaPolíticaPE

Paulo Câmara recebe senadores para debater projetos prioritários para Pernambuco