Coluna do #BlogPautaPolítica


Damares Alves toma posse como ministra do governo Bolsonaro - Nesta quarta-feira (2), em Brasília, a ministra Damares Alves tomou posse da nova super pasta (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) no governo do presidente Jair Bolsonaro. Durante o ato, Damares fez um pronunciamento com propostas para a nova gestão, a partir das diretrizes do novo governo, com foco na implementação de políticas públicas que visem à garantia de direitos. “Em 2018, a Declaração Universal dos Direitos Humanos completou 70 anos. Temos muito a comemorar. No entanto, ainda temos muito no que avançar. Avançar no cuidado integral; na promoção e implementação de políticas públicas que não sirvam mais para fins eleitoreiros. Temos que avançar na construção e efetivação de políticas públicas que sejam duradouras, estruturais e que promovam melhores condições de vida plena em todas as suas vertentes”, afirmou a ministra. Na oportunidade, Damares Alves falou sobre a estrutura do ministério que contará, a partir de agora, com oito secretarias nacionais: duas a mais que na gestão anterior. São elas: Família e Juventude.

Viralizou nas redes - Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a nova ministra Damares Alves, dizendo que será uma "nova era". Ela afirma ainda que "menino veste azul e menina veste rosa".


Campanha Meninas vestem azul - "Que nenhuma cor nos defina, que nenhum padrão se imponha sobre o q é ser mulher! A nova ministra de Bolsonaro presta um desserviço para a nossa sociedade. A nova 'era' no Brasil, ministra, é a 'era' que garante e respeita a liberdade de ser quem quisermos ser! Cor não tem gênero!", tuitou a Fernanda Melchionna é vereadora de Porto Alegre e será Deputada Federal pelo PSOL em 2019.


Deputada pernambucana fala sobre 'nova era' da ministra de Bolsonaro - "Para ministra Damares, menina usa Rosa e menino usa azul. Faz tempo que não ouvia tamanha besteira. E enquanto digito isso meu marido setentão aparece no terraço. Como? Vestido com uma linda camiseta cor de rosa", tuitou também Teresa Leitão que é professora e deputada estadual reeleita pelo PT.