PSOL vai recorrer contra decreto que esvazia Lei de Acesso à Informação


O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) vai protocolar Projeto de Decreto Legislativo na Câmara dos Deputados para sustar o Decreto presidencial que permite que servidores imponham sigilo ultrassecreto e secreto a dados públicos. O partido também vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a medida do governo Bolsonaro. Publicado nesta quinta-feira (24), o Decreto 9.690/2019, assinado pelo presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, permite que servidores comissionados e dirigentes de fundações, autarquias e empresas públicas imponham sigilo ultrassecreto e secreto a dados públicos.

De acordo com a Lei de Acesso à Informação (LAI), dados e informações classificadas como ultrassecretas e secretas podem se tornar públicas após 25 e 15 anos, respectivamente. O decreto presidencial, na prática, esvazia a LAI, violando princípios básicos da Constituição Federal. A Lei de Acesso a Informação é um importante instrumento democrático a favor da cidadania. A medida do governo Bolsonaro – que começa marcado por inúmeros escândalos de corrupção – é mais uma grave afronta ao dever de transparência e ética na gestão pública.

Fonte: PSOL

Postagens mais visitadas deste blog

Reitora da UFRPE e secretário de Educação realizam reunião sobre creche escola em Dois Irmãos

TCE alerta DER para irregularidades na execução de contrato da BR-101

Rodrigo Coutinho inicia reuniões da Comissão Especial do Plano Diretor do Recife na Câmara

Coluna do #PautaPolíticaPE

Taekwondo: Letícia Teixeira viaja para São Paulo através do Passaporte Esportivo

Coluna do #PautaPolíticaPE

Coluna do #PautaPolíticaPE

Morre motorista conhecido por decorar ônibus nas datas festivas no Recife

Wanderson Florêncio defende parque na Zona Sul do Recife e enfrenta protestos

Após polêmica, Comissão de Cidadania define Juntas na presidência