Recife registra 21 dias de chuva em apenas 3 horas

Foto: G1 PE

A Prefeitura do Recife informa que em um período de apenas 3 horas, entre as 8h e as 11h da manhã desta segunda-feira (28), choveu o equivalente ao previsto para 21 dias do mês de janeiro. No período foi registrado um volume de chuva de 70 mm, para uma média histórica de 103,8, no primeiro mês do ano. Apesar do alto volume de chuva nenhuma ocorrência grave foi registrada. Desde o início da manhã, a Prefeitura do Recife atua no monitoramento e na mitigação dos efeitos dessa forte chuva. A Defesa Civil enviou o alerta para 31 mil famílias moradoras de áreas de risco cadastradas e um efetivo de cerca de 900 profissionais atua nas ruas para amenizar os efeitos das chuvas.

Foram registradas quatro ocorrências de queda parcial ou total de árvores, três já foram removidas e as vias já liberada para o trânsito de veículos: Avenida Rui Barbosa, Rua das Moças e Sítio Trindade. Uma ocorrência na rua da Amizade, nas Graças, está em atendmento pela Emlurb. Também houve uma ocorrência de deslizamento parcial do muro de contenção da pista da avenida Norte, no Córrego do Jenipapo. Equipes da Defesa Civil, CTTU e Emlurb já estão no local e uma das faixas da avenida Norte precisou ser temporariamente interditada.

DEFESA CIVIL – A Defesa Civil registrou 46 chamados, para vistorias técnicas e colocação de lonas. Todas as ocorrências são sem registro de vítimas. A Defesa Civil do Recife mantém um plantão permanente e pode ser acionada através do 0800 081 3400. A ligação é gratuita e a Central de Atendimento funciona 24h.

ÁRVORES – A Emlurb registrou ocorrências envolvendo a queda parcial ou total de quatro árvores, na Rua das Moças, em Campo Grande, Av. Rui Barbosa e Rua da Amizade, nas Graças e no Sítio da Trindade, em Casa Amarela. Não houve registro de vítimas. Três ocorrências já foram concluídas e via liberada: na avenida Rui Barbosa, na rua das Moças e no Sítio Trindade. A ocorrência na rua da Amizade segue em atendimento pela Emlurb. O órgão conta com equipes de prontidão para os chamados envolvendo árvores no Recife. As solicitações podem ser feitas pela Central 156.

DRENAGEM - Desde o início das chuvas, as equipes da Emlurb reforçaram as ações drenagem nas áreas mais baixas da capital com o objetivo de intensificar o escoamento das águas. Foram mobilizadas mais de 200 pessoas para os trabalhos de drenagem, além de três caminhões equipados com jatos para a sucção da água. As equipes trabalham para desobstrução e limpeza de galerias e canaletas da rede de drenagem, de diversas localidades, a exemplo da Av. Mascarenhas de Moraes, na Imbiribeira; Rua dos Palmares, em Santo Amaro; Rua Alegre, em Água Fria; Praça de Jardim São Paulo; Praça Sérgio Loreto; Rua Continental, no Ibura e Rua 20 de Janeiro, em Setúbal. Equipes também atuam na limpeza dos seguintes canais: Canal Riacho dos Macacos, em Dois Irmãos; Canal Santa Terezinha, em santo Amaro; Canal do Parnamirim, em Casa Forte; Canal do Rio Morno, na Guabiraba; canal do Caiara, na iputinga; Canal do Rio Jiquiá e Canal da Av. 30 de Outubro, em Jardim São Paulo; Canal Jardim Terezópolis, na Várzea; Canal de São Leopoldo, no Engenho do Meio; Canal do Ibura; no Ibura; Canal da Malária e o Canal da Vila das Crianças, ambos no Ipsep e Canal do Arruda.

TRÂNSITO – Equipes formadas por cerca de 180 agentes e 70 orientadores de trânsito da CTTU trabalham em áreas que foram afetadas pelas chuvas. Além disso, equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade. A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também realiza o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 149 câmeras de videomonitoramento.

Das 8h às 11h desta segunda-feira (28), foram registrados cinco acidentes de trânsito sem vítimas. No período, a CTTU registrou ocorrências em 31 semáforos, dos quais cinco já foram atendidos. As equipes técnicas já estão em deslocamento para normalizar todo o sistema.