Coluna do #BlogPautaPolítica

Foto: Reprodução/TV Globo

Movimento Salve o Edifício Holiday

O Edifício Holiday é um marco histórico e arquitetônico da cidade do Recife. Criado em 1956, foi um dos primeiros prédios de Boa Viagem, com uma arquitetura única, ligeiramente curvada, similar ao Edf. Copan, em São Paulo. Mas isso não é o que faz o Holiday ser único. Encrustado no coração de Boa Viagem, a poucos metros do mar, ele é majoritariamente ocupado por população de baixa renda. Mulheres e homens que encontraram, ali, uma forma de estar próximo do trabalho sem precisar gastar rios de dinheiro com aluguel. Não são poucos as e os moradores que retiram sua renda do trabalho na praia – e morar no Holiday, mais que a questão do teto, é uma necessidade. Porém, devido ao baixo poder financeiro das e dos moradores mais a idade avançada do prédio (63 anos) cobrou seu preço. O Holiday, hoje, tem problemas sérios na questão elétrica e alguns problemas estruturais que precisam ser resolvidos.

Devido aos problemas estruturais e elétricos do prédio, uma decisão judicial decidiu interditar o edifício. Eles tem até meia-noite da quarta-feira (20/03/2019) para desocupar totalmente o prédio.

A prefeitura interviu no prédio para retirar os moradores, mas não deu nenhum futuro pra eles. Estão indo para abrigos. Alguns não tem ou não querem essa opção, indo para a rua. Em suma, o poder público virou as costas para 476 apartamentos. Três mil moradoras e moradores. Ajudar o Holiday é ajudar essas pessoas a voltarem a vislumbrar um futuro. Um futuro onde não só sua moradia histórica seja garantida, como também a dignidade de poder viver perto do trabalho. Poder viver num local com infra-estrutura próxima e boa. Ajudar o Holiday é ajudar uma comunidade vertical carente que foi esquecida pelo poder público. "Precisamos da sua ajuda para reestruturar o local, e garantir o direito à moradia dessas pessoas" declara o movimento.

Já existe um laudo, feito por engenheiros parceiros do Edifício Holiday, do que pode fazer pra tornar o prédio sem riscos para a moradia (Em anexo temos a imagem do orçamento). O valor inicial – já o suficiente pra fazer todos os moradores voltarem – é de R$ 400.000,00. O movimento afirma "Estamos atuando em várias frentes para captar esse dinheiro (uma forma é o da vaquinha virtual)".

Colabore com a Vaquinha do movimento "Salve o Edifício Holiday!" ou clique aqui. Com informações publicadas na plataforma (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/503588).

RAPIDINHAS:

COLEGIADO - Integrantes da comissão especial do Poder Público e da sociedade civil para solucionar os problemas do Edifício Holiday tiveram o primeiro encontro, nesta terça-feira (19), na Arquidiocese de Olinda e Recife com a coordenação do arcebispo Dom Fernando Saburido. Além da Câmara Municipal do Recife e da ALEPE, também estão no grupo representantes dos movimentos sociais, da Prefeitura do Recife e do Governo do Estado, advogados, engenheiros e outros nomes.

AUDIÊNCIA - Aconteceu nesta terça-feira (19) uma nova discussão na Assembleia Legislativa de Pernambuco, em audiência pública realizada pela Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, presidida pelas co-deputadas do mandato coletivo "Juntas". Durante a reunião, moradores reclamaram novamente sobre o tratamento que vêm recebendo da atual gestão da Prefeitura do Recife, relataram momentos em que se sentiram humilhados e o sofrimento que estão passando diante da obrigação de abandonar o Holiday.

VALE A PENA PERGUNTAR - Cadê os deputados e senadores federais de Pernambuco na mobilização do Edifício Holiday?