Olinda tem novo vigário episcopal


Em reunião neste sexta-feira (19/07), no Palácio dos Manguinhos da Cúria Metropolitana, o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, anunciou que aceitou a renúncia do monsenhor José Albérico Bezerra ao cargo de vigário episcopal de Olinda. O antigo vigário entendeu que precisará dedicar-se mais intensamente à função de secretário geral do 18 Congresso Eucarístico Nacional, que vai acontecer em 2020 na Arquidiocese. Para assumir o Vicariato Olinda, dom Fernando convidou o padre José Severino da Silva, pároco de Nossa Senhora das Dores, em Apipucos.

“Compreendo perfeitamente a preocupação do monsenhor Albérico em dedicar-se ao Congresso, pois a responsabilidade e o trabalho são grandes e demandam maior disponibilidade”, disse o arcebispo. De fato, as atividades estavam acumuladas – vigário episcopal, pároco de São Pedro Mártir, cura da catedral e secretário do Congresso. Há pouco tempo, entregou a Paróquia. Agora, entrega o Vicariato. “A Igreja é missionária e, como missionários, às vezes precisamos nos desinstalar para construir adiante, atendendo às necessidades do povo de Deus”, explicou o monsenhor.

Missão é, portanto, a palavra de ordem. Para viabilizar o trabalho como novo vigário episcopal, padre Severino vai morar em Olinda, assumindo a administração da Paróquia São Lucas, em Ouro Preto, já que o atual pároco, frei Paulo, precisa voltar para suas origens na ordem carmelita.

A nova casa de padre Severino, no entanto, não é tão nova assim: ele é muito conhecido e querido por lá, pois assumiu São Lucas quando então o pároco, padre Fernando Saburido (sim, ele mesmo) foi nomeado bispo auxiliar de Olinda e Recife, em 2000. Inspirado pelo Espírito de Deus, o hoje arcebispo de Olinda e Recife lembrou o nome de dom Severino, por sua experiência em 22 anos de sacerdócio e por seu conhecimento de Olinda, tanto física quanto pastoralmente.

São muitas as mudanças: padre Severino sai de Apipucos e vai para Ouro Preto; quem assume Apipucos é o padre Fabiano Cabral, de Vitória de Santo Antão. E o padre Alberto, que é vigário em Vitória, assume como administrador paroquial. “É um ajuste necessário para que a Igreja caminhe e continue dando frutos”, comentou dom Fernando.

Para o padre Severino, que depois de três anos interrompe em Apipucos seu planejamento pastoral, os desafios são grandes e devem ser enfrentados com fé e alegria. Muda de paróquia, de cidade e assume um Vicariato com 14 paróquias e dezenas de comunidades. “Fui pároco de Casa Caiada por 18 anos e tenho grande carinho por Olinda”, disse o padre José Severino. “Quero, com humildade, caminhar pastoralmente, escutar padres e leigos e continuar o trabalho bonito do monsenhor Albérico no Vicariato”, completou.

Por enquanto, o padre Severino continua vice-reitor do Seminário Nossa Senhora da Graça. Monsenhor Albérico continua sendo, até nova missão, o responsável pela Catedral de Olinda.

Pascom AOR